⋆ The World turns - Capitulo 23

Tenho trabalho, vida social...
Hkrubsrunwi_large

Liam Payne P.O.V's

              O Filme acabou e quando notei ela estava dormindo no meu ombro, toda cansada e desconfortável... Me levantei do sofá ajeitei ela no mesmo, e a cobri e me ajeitei no carpete no chão, o carpete era macio eu iria conseguir passar a noite ali, não queria deixar ela aqui sozinha, ela poderia acordar no meio da noite e ir embora, e se eu levasse ela lá pra cima talvez ela me bateria achando que eu queria más intenções com ela...

            Acordei e estava deitado no sofá, não lembro dela ter me colocado no sofá... Enfim, acordei com um cheiro de bolo passando pelo meu nariz... Abri os olhos e tinha uma mini bandeja com dois pedaços de bolo e um xícara de café... bom pra quem trabalha em um cafeteria está mais do que ótimo ela preparar o café pra mim!
Estava tomando o café quando notei que ela não estava a minha vista. A SeuNome não estava a minha vista..
           Levantei do sofá e subi para o andar de cima talvez ela estaria lá, do corredor mesmo escutei um barulho de água caindo de chuveiro, sorri e logo após me acalmei, entrei no quarto da Liliam a minha prima... Nomes parecidos né? Pois é! Entrei no quarto dela e as roupas da SeuNome estavam espalhadas pelo quarto, como se ela havia os tirado com urgência, imaginei que ela precisaria de roupas novas, abri o guarda-roupa da Liliam e encontrei umas camisetas rosas, uns vestidos, brancos e rosas e achei um onesie rosa, peguei ele do guarda-roupa, ouvi o chuveiro ser desligado, fechei o guarda roupa e fiquei esperando ela sair...
E quando ela saiu “Puta que pariu que pernas” tá eu poderia ter reparado em seus cabelos molhados em sua expressão de desconforto ou então nas suas mãos segurando aquele pedaço de pano, mas suas pernas eram bem mais visíveis, chamava a atenção de longe.

[…]

                   Após falar para ela que eramos amigos sua expressão mudou, ela juntou as sobrancelhas como se fosse uma duvida na cabeça dela ainda SERMOS AMIGOS..

Eu: É amigos, ou... você não quer ser minha amiga.
Você: Bom, sei lá.. eu te conheço tão pouco tempo.
Eu: Lá vem você novamente com essa ideia de “Te conheço a pouco tempo” -fiz aspas com as mãos.- Dá pra você entender que juntos somos felizes e que eu gosto da sua companhia e você gosta da minha.
Você: Eu não gosto da sua companhia.
Eu: Não minta pra mim... Não minta.
Você: -sorriu e olhou pro chão- Não estou mentindo.
Eu: Tá, eu vou apenas fingir que estou acreditando em tudo que você está dizendo. -ela sorriu pra mim-
Você: Cala a boca. Daqui isso aqui. -arrancou o onesie da minha mão- Sai daqui vou me trocar -tentei entrar no banheiro mas ela empurrou a porta e a trancando lá dentro do banheiro-
Eu: De nada por pegar uma roupa limpa pra você!

             Eu sorri sozinho e sai do quarto da Liliam e desci para comer o resto do café da manhã, desci as escadas correndo, vi que a cortina ainda estava fechada, fui na direção dela e a abri, não pude deixar de notar algo preto lá fora, encarei um pouco a rua e notei que tinha um carro preto, cocei meus olhos e pude perceber que era o mesmo carro que me perseguiu ontem.. as duas vezes, o carro estava com a porta aberta, tenho certeza que os caras que estavam lá, tinham saído, mas o que eu estou concluindo agora? Isso não é certo!

Eu: Droga. -falei sozinho me virando e saindo correndo-

             Subi a escada quase caindo pelos degraus, entrei no quarto da Liliam e fui na direção do banheiro, a porta estava aberta e ela não estava lá... Argh! Comecei a andar devagar, ninguém escutaria meus passos eu estava descalço... Continuei andando e notei a janela dos fundos aberta, corri até ela e olhei lá pra baixo, não tinha nada apenas uma escada... Uma escada jogada no chão! Olhei pros lados um pouco que apavorado e corri para a sala, estava em quase pleno desespero. Abri a porta da sala e corri para a pequena casinha que ficava no fundo do chalé, minha avó costumava guarda as minhas bagunças, os meus bonecos lá... Corri e dei a volta na mesma, não era possível no que estava acontecendo.. olhei pela pequena janela da casinha e vi a SeuNome sozinha com algumas fotos nas mãos. Olhei em volta e não tinha ninguém com ela, simplesmente ninguém, entrei na casinha e ela tomou um susto.

Eu: O que faz aqui?
Você: Não sei, eu estava quase saindo do quarto quando fecharam meus olhos e me colocaram aqui sentada e com essas fotos e essa carta Liam! -ela disse em um tom de choro-
Eu: O que é isso?
Você: Uma carta e uma foto! -ela me olhou torto-
Eu: Eu sei, e de quem são?
Você: Da minha mãe.
Eu: O que? Sua mãe te mandou uma foto e uma carta? Espera, eu estou muito confuso.
Você: Senta aqui Liam.

                Que? Eu estava confuso, primeiro alguém tira ela de dentro de casa, e depois ela fala que recebeu uma carta e uma foto da mãe, na verdade se eu tivesse sido completamente arrancado de casa eu acho que estaria em desespero. Mas... me sentei ao seu lado e ela me encarou, ela estava toda suja, mas essa não era a hora de fazer uma piada.

Você: Liam, eu sempre soube que não era filha da Marie, e sim só do Jared, e também nunca soube quem era a minha mãe, acho que até os 12 anos eu sabia, mas eu sofri uma acidente, eu fui atropelada por uma caminhonete no natal e o impacto foi muito forte contra a minha cabeça eu desmaiei, depois daquele dia eu entrei em coma, fiquei em coma por DOIS anos. -fez ênfase no “dois”- e depois eu acordei mas... não lembrava de nada do que tinha acontecido comigo, só consigo lembrar de eu correndo e uma caminhonete me atropelar, porem eu sempre senti que não era filha da Marie, sempre senti que eu era diferente, mas nunca comentei nada, bom eu sai do coma faz dois anos, eu presto muito atenção no que os meus pais falam.
Eu: Eu ainda não estou entendendo.
Você: Shiu... bom, as vezes quando eu vejo coisas eu meio que lembro de algumas coisas que aconteceram, é como se com essas coisas que eu vejo eu me recordo do meu passado esquecido sabe? -eu assenti- Então, quando vi essa foto, não sei o que deu em mim, mas não consegui chorar, não consegui entrar em desespero, não fiquei com medo de onde eu estava eu apenas olhei a foto.

                  Ela ergueu as mãos me entregando as fotos, eram duas uma mulher alta bonita e uma menina gordinha aparentava seus 3 ou 4 anos... bom, não parecia a SeuNome mas já que ela falou que era ela.


Eu: Continua.. -sorri fraco-
Você: Eu vi essa foto, como se eu a reconhecesse de algum lugar, como seu já havia visto antes, mas desde que acordei do coma eu nunca vi essa foto, NUNCA MESMO. -aumentou o tom de voz-
Eu: UAU! -falei impressionado-
Você: Bom, não sei se é certo, mas a pessoa que me trouxe aqui queria me mostra algo sei lá.
Eu: Cara eu não tenho o que falar. -abaixei a cabeça-
Você: Liam? -ergui a cabeça- Não conta pra ninguém tá?
Eu: Tá, mas... quem te trouxe aqui?
Você: Não sei!
Eu: Como não sabe?
Você: Não enche! Eu não vi, tamparam o meu rosto, só sei que era mais de duas pessoas.
Eu: Hum. -falei não convencido- e você conhece essa mulher?
Você: Não.. sei lá, acho que já vi antes, mas como eu disse... eu perdi a memoria pode ser algo antes da minha perda. -assenti-
Eu: Okay! Vamos entrar... espera -olhei pra ela- Deixa eu ver a carta.
Você: Não tem nada nela. -ela falou nervosa-
Eu: Deixa eu ver... poxa! Por favor.

              Ela ficou indecisa em me deixar ver, ela colocou as fotos debaixo de um lado do seu braço, abriu a carta e me mostrou, dentro da carta que aparentava ser bem velhinha tinha alguns desenhos, pareciam rabiscos.

Eu: O que é isso?
Você: Não sei... olha -ela esticou o dedo até uma assinatura- é um desenho de 1999.. Eu tinha 3 anos aqui...
Eu: Eu tinha cinco quando esse desenho foi feito. -ela virou o papel e tinha umas palavras atrás-

             Estava escrito algo meio borrado, algumas palavras em letra maiúscula coisa de crianças... letras de crianças! Olhei para a SeuNome ela segurava a carta com um brilho nos olhos. Havia algo escrito assim: “SeuNome, hoje amanhã e sempre por P”

Eu: Quem é P?
Você: Se eu soubesse eu não estaria com essa minha expressão de indignação.
Eu: Ignorante. -olhei para ela sério-
Você: Ah, desculpa eu ainda estou abatida com isso.
Eu: A única coisa que me irrita é as pessoas meio que sequestrarem você em questão de 10 minutos, colocarem você dentro de uma casinha de brinquedos, darem uma carta velha e uma foto da sua mãe que você não conhece pra você e você ficar agindo como se fosse comprar sorvete em frente de casa.
Você: Liam, você não sabe o que eu tô sentindo... você não sabe como eu tô, você só sabe ver o que eu estou demonstrando pra você! -ela saiu andando nervosa-

              Eu comecei a seguir ela e com aquela historia não se encaixando na minha cabeça, nada se encaixava porque ela estava assim, agindo como se nada tivesse acontecido? Como ela consegue ficar tranquila quando tem alguém lá fora sabendo aonde está a mãe, dela dando essas pistas pra ela, jogando esse jogo de mistério com ela, e ela age como se não fosse nada.
Entrei em casa e me sentei no sofá, e fiquei encarando a televisão desligada... ouvi o barulho do chuveiro ligando novamente, essa menina tem sorte d'eu ter dinheiro, caso contrário ela não teria essa vida de princesa de querer se lavar toda hora que sujo com coisa qualquer!
E eu tomei um susto, achando que alguém tinha sequestrado ela, achando que aquele carro era algo do mal, alguma coisa voltada a mim! Só o Liam Payne mesmo pra pensar assim.

SeuNome P.O.V's

            Lembrei... eu lembre do dia em que fui atropelada, lembrei porque o Liam representava tanto pra mim... Lembrei de quase tudo que aconteceu comigo antes do coma! Eu consegui lembrar...

            Fui tomar um banho, novamente. Já que eu tinha me sujado, alguém tinha me sujado.. o Jhon tinha me sujado.. Isso mesmo eu conhecia o menino, ele não me levou a força lá, eu estava saindo do quarto da prima ou irmã do Liam e escutei um barulho vindo da janela, fui até ela e vi o Dave, ele estava lá embaixo, abri a janela e perguntei o que ele queria, ele pediu pra mim descer, eu não iria pela porta Liam iria quer ir atrás para saber o que íamos fazer... Então desceria pela janela, o que não deu muito certo, eu cai me sujando toda no jardim, por sorte a janela não era alta, porque talvez eu poderia ter me machucado.. Encontrando Dave lá em baixo nós conversamos.

Flashback On.

Dave: Machucou? -perguntou indignado com o meu pulo-
Eu: -ri- não. O que você quer falar comigo?
Dave: Vem com a gente, aqui é muito arriscado.
Eu: Porque?
Dave: É segredo.
Eu: -sorri- Adoro segredos.

             Fomos até uma mini casinha que tinha ali, entramos e estava suja e com alguns brinquedos velhos, eu me sentei na mesa que tinha ali e o Dave sentou do meu lado, o outro menino ficou em pé me encarando.

Dave: Jhon o envelope?
Jhon: Já vai jogar essa bomba em cima da menina?
Dave: Dá logo o envelope.
Eu: O que é isso? -perguntei ao ver Jhon entregando um envelope amarelo ao Dave-
Dave: Esse é o segredo... meu pai é amigo do seu pai. -revirei os olhos- e a um tempo atrás eu achei essas coisas na bagunça do meu pai, achei que nunca iriam precisar mas como estava escrito “Restrito” na capa e eu gosto de viver perigosamente peguei pra mim, e hoje estou aqui para entregar a dona, eu olhei essas fotos e esse desenho por muito tempo mas... eu nunca entendi o que era, cansei de brincar de viver perigosamente agora sou livre e vim aqui devolver o que de fato é seu... bom, acho que ainda continua sendo restrito, não sei porque... mas agora está nas suas mãos, o que você for fazer vai ser de sua livre espontânea vontade okay? Agora tenho que ir antes que o famosinho venha.
Eu: Como você sabia que era eu?
Dave: Só existe uma SeuNome que é filha do Jared Padalecki. -sorri e ele saiu arrastando o Jhon-

              Olhei as fotos e fiquei inconformada, sorri por besta e segurei o choro por ser tão feliz... Essa mulher da foto, MINHA MÃE.. ano passado eu encontrei um papel no guarda-roupa do meu pai, algo como “Certidão de nascimento” e lá estava escrito que mãe era desconhecida, não era possível, achei que a Marie era a minha mãe, sempre achei isso... mas ao ver aquela certidão nunca mais eu demonstrei o mesmo sentimento a Marie, e desde lá então fico tentando descobrir o meu passado, o que aconteceu aquele dia antes do atropelamento.

Flashback Off.

             As lágrimas estava se misturando com a água quente que descia do chuveiro, lembrar que aquela mulher é a minha mãe, lembrar que eu vivi com a minha mãe até os 10 anos em Londres, lembrar que o meu pai Jared Padalecki traia a Marie Blanco com a minha mãe, lembrar essas coisas não é fácil... Sem contar do que eu lembrei do Liam... lembrar que o Liam, esse homem que eu odeio tanto foi um dos melhores amigos de infância não é fácil.

  
EAE? TUDO BEM COM VOCÊS? mais um capitulo, pronto ela tá lembrando de tudo, e mais ação daqui pra frente.. gente não tenho certeza se vou postar outro, minha internet tá LENTA demais, mas... se der eu posto outro. Beijos                                  e entrem nesse blog > http://dreamdirectionerss2.blogspot.com.br/ <  é de imagines Directioner também.... Boa noite <3
22

22 comentários:

  1. ameiiiiiiii divaa,vc escreve mt bem

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua diva! Continua, por favor. Não desiste da fic, não.

    Divulga por favor? Vou começar a web em alguns dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://pacocaenutella.blogspot.com.br/

      esqueci do link e.e

      Excluir
  3. fiquei curiosa demais agora , amando !! CONTINUA LOGO

    Participe da campanha para escritoras de IMAGINES:
    http://imaginesonhedirectioner.blogspot.com.br/p/blog-page_1049.html

    ResponderExcluir
  4. POSTA OUTRO LOGO!!!!!!!!! Como e k voce ta? eu to bem :3

    ResponderExcluir
  5. OMJ OMJ que perfeição de imagine,você tem muito talendo Cah escreve muito bem posta outro
    Sua perfeita

    ResponderExcluir
  6. Uruuul cah descobri sobre meu passado :)) caaah to amando sua fic <3 continua please <3
    Malikisses!

    Bihh Crosattepp

    ResponderExcluir
  7. MUITO BOOOM,PERFEITO <3
    CONTINUAAA !

    ResponderExcluir
  8. AmaZayn..... Perfeito até Demais!!!
    Continua Caah >.<
    beeijos :*

    ResponderExcluir
  9. Adorei. ......... Vc escreve d+ nao desiste da fic nao amiga eu em particular vou esperar anciosa pelo proximo capitulo beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Quero maaaaaaaaaaiiiisss!!!Continua please!

    ResponderExcluir
  11. É mtooo boa continua!!!Parabens!

    ResponderExcluir
  12. Nossa to de boca aperta menina, tá muito Ótimo...

    ResponderExcluir
  13. P-e-r-f-e-i-t-o...continua...

    ResponderExcluir
  14. P-e-r-f-e-i-t-o...continua...

    ResponderExcluir
  15. P-e-r-f-e-i-t-o...continua...

    ResponderExcluir
  16. P-e-r-f-e-i-t-o...continua...

    ResponderExcluir
  17. Cáa Silava01/12/2012 14:36

    chaaraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, ta marailhosaa esse imagine .. to amando eh o o melhor qê eu jaa lii , parabeins , não paree nuncaa de escreveer , ee não demoraa pra atulizaar to muito anciosa pra saber o qê vai aconteceeeeer !!!!! Xoxo

    ResponderExcluir
  18. aaaaaaaaah ta mto perfeita.... a cada capitulo me vicio mais e mais!!!

    ResponderExcluir