Irish Angel Capítulo seis

Não tenho muita certeza de como me sentir quanto a isso, algo no seu jeito de se mexer. Faz com que eu acredite não ser possível viver sem você. Isso me leva do começo ao fim... / Stay - Rihanna and Mikky Ekko

"Se tornou alguém especial..."
Aline Augusto P.O.V's 

         Eu havia acabado de desligar o Skype no qual eu conversava com Joe quando a Camila entrou na minha casa, eu estava no meu quarto e eu escutei a porta de entrada sendo fechada, com certeza ela demoraria pra chegar aqui porque passaria na cozinha. Ajeitei-me debaixo do cobertor, fechei o notebook e liguei a televisão no volume baixo e fingi que estava assistindo há muito tempo, ouvi a porta ser aberta e ela entrar com um sorriso estampado em seu rosto e um pacote de rosquinhas na sua mão.

Camila: A SeuNome mandou notícias?
Eu: Até hoje? Não! -respondi me espreguiçando na cama-
Camila: Ela tá de palhaçada né? Não disse que ia ligar pra nós? Já se passou duas semanas! -Ela se sentou na cama e pegou o controle mudando de canal-
Eu: Talvez ela não teve tempo ainda. Dinheiro, sei lá!
Camila: Será? Eu acho improvável ela não ter tempo por duas semanas compridas que nem foram essa!
Eu: Para de reclamar! -revirei os olhos e voltei olhar pra televisão-
Camila: Você tava falando com o Joe de novo? -ela disse e eu me virei olhando pra ela e ela tava colocando a mão no meu notebook- Ele tá quente e você só mexe nele pra falar com o Joe. -arregalei meus olhos-
Eu: Sim eu estava.
Camila: Você ligou pra ele com esperanças de ver aquele menino de novo não? -ela sabia muito bem-
Eu: O Louis? Não.. que isso! O Louis não vai aparecer mais, o Joe disse que ele é só um amigo do amigo dele e que eles nem se falam direito e eu nem vi o Louis ele só acenou e saiu.
Camila: Explicou muito, me deu cansaço. -revirei os olhos-

         Ficamos em silêncio por alguns segundos enquanto ela zapeava os canais, o que me incomodava porque ela não pode simplesmente ficar com esse controle parado, sem apertar nenhum botão, sem zapear os canais, isso as vezes me irrita. Olhei para ela e em uma mão estava o controle zapeando os canais e na outra estava sendo enfiada com agressividade no pacote de rosquinhas que estavam sendo levadas a boca, balancei a cabeça e comecei a falar.

Eu: Esqueci meus óculos dentro da geladeira ontem. -ela riu e parou de zapear os controles.-
Camila: Como assim? Foi depois daquele vídeo no Skype?
Eu: Sim, foi depois. -eu ri e ela me encarou séria-
Camila: Como alguém esquece os óculos dentro da geladeira?
Eu: Ou eu estou apaixonada, ou profundamente doente da cabeça. Deus queira que não seja apaixonada.
Camila: Se apaixonar não é tão ruim quanto você imagina. -ela disse comendo mais uma rosquinha-
Eu: Talvez para quem ama a distância.
Camila: Você não pode ser normal, a horas que você diz que não acredita no amor a distância e há horas que diz que pode estar amando alguém a distância, isso é louco pra mim.

Você P.O.V's 

         Niall? O que ele fazia ali? Por que ele estava ali? Arregalei os olhos e o cumprimentei, ele sorriu gentilmente e eu encarei o Justin e ele parecia se perguntar algo. Olhei para a Jasmine rapidamente e encarei o chão, senti minhas bochechas ficarem vermelhas, vi o Niall passar por mim e assim Justin passou, eles desceram as escadas e eu permaneci com a cabeça baixa e Jasmine se aproximou.

Jasmine: Era o menino né? Porque ele não falou com você?
Eu: Talvez ele saiba que não é pro Justin saber que eu conheço ele.
Jasmine: Uhum. -concordou- Mas ele é bonito né?! -arregalei os olhos e fitei a Jasmine, mas que ousadia-

         Desci as escadas sem dizer nenhuma palavra, vi Justin jogado no sofá e Niall encostado no braço do sofá sorrindo e concordando com algo pra Justin, rapidamente Jasmine passou na minha frente quase me derrubando ela correu até a cozinha e eu a acompanhei com os olhos até ela sumir da minha vista, fiz uma careta e caminhei até o sofá, Justin me olhou e sorriu.

Justin: Você não estava brincando. -ele disse a mim em relação ao meu estilo patricinha de volta-
Eu: Eu não brinco Justin.
Justin: Você tá linda.
Mãe: Minha filha sempre foi linda.

         Ela veio andando na nossa direção com as mãos juntas a de Helena, eu sorri para ela e a mesma parecia orgulhosa com o que via, por um segundo senti um aperto no meu coração como se eu tivesse feito todos da minha família ficarem chateados com o modo que eu me desleixei, voltei ao normal assim que vi minha mãe passando as mãos no vestido.

Mãe: Ele é lindo, filha você nunca usou.
Eu: Estava frio nos outros dias. -disse tentando enganá-la-
Justin: Frio. Bem frio! -ele riu e o Niall também, olhei confusa pros dois e minha mãe olhou pro Justin-
Mãe: Quem é esse Justin?
Eu: É, quem é esse Justin? -repeti fazendo Justin olhar pra minha cara com sua feição seria-
Justin: Olha mãe. -ele levantou- o menino tava andando e rasgou a calça, dai ele bateu aqui e perguntou se podíamos emprestar uma calça pra ele, então eu emprestei uma calça, e os óculos escuro porque segundo ele caiu gelo no seu olhos e os olhos dele é muito claro, tipo azul cor do céu. Então ele se vestiu e eu perguntei se ele queria ir pro campeonato com a gente e ele aceitou. Você o deixa ir com a gente?
Jasmine: Deixa mãe, já que o Justin não tem nenhum amigo.
Mãe: Bom, você parece ser gentil. -encarei minha mãe com uma expressão de “QUE?”- pode ir sim com a gente, mas é a primeira vez que alguém faz amizade porque a outra pede uma roupa pra vestir.
Niall: É tem gente que faz amizade com a outra depois de atropelar ela. E as vezes deixam ela dormir na sua própria casa, no primeiro dia que já conhece, nada normal né?! -arregalei meus olhos-
Eu: Mãe, é eu quero ir na frente. -eu falei e sai de casa quase correndo até o carro, entrei na frente e fiquei esperando a minha mãe chegar, ela abriu a porta entrou e ficou esperando os demais entrar-

         Alguém estava com um perfume bem cheiroso dentro do carro, obviamente que não era o Niall porque ele havia dormido no quarto da Jasmine, fomos o caminho todo em silêncio apenas ouvindo a Jasmine falar ou cantar. Chegamos em frente a escola e era a mesma que eu estudava, já basta ter que ver eles todos os dias, até nos dias que eu não quero ver eles, tenho que ver eles. Desci do carro e todo mundo fez o mesmo, esperei a Jasmine descer e ela pegou no meu braço e ficou segurando parecia estar com medo de se perder. Esperei minha mãe ir na frente com o Justin o seguindo, Niall foi um pouco depois então eu comecei a andar com a Jasmine na hora que virou pra todos entrarem para a quadra eu segurei o braço de Niall e ele me olhou assustado.

Eu: Tá louco? O que você tá fazendo aqui?
Niall: Sou amigo do seu irmão.
Eu: Você usa drogas Niall? Como assim é amigo do meu irmão? Até ontem você não o conhecia.
Niall: Ah qual é? Você mesmo ouviu ele dizer que ele perguntou se eu queria ir no campeonato, ele tá querendo fazer amizade comigo, sua irmã ai disse que ele não tem amigos. -Jasmine concordou-
Eu: Tá Niall tá! -disse tentando não me importar- Fica de boa e não fica mandando indireta ok? -ele levantou os óculos seus olhos estavam bem azuis-
Niall: Mas eu não mandei indireta pra você. -ele riu-
Eu: Engraçadinho.
Jasmine: SeuNome a Megan. -ela apontou e eu olhei, Megan estava vindo com um short que parecia uma calcinha e uma blusa escrito 'I love british boys”-
Niall: Ainda bem que eu sou irlandês. -segurei o riso e ele permaneceu ali, não precisava mais-
Megan: Oi linda. -ela disse me cumprimentando- Tá diferente, o que fez? Mudou seu estilo de tô nem ai para as minhas roupas pra oi sou patricinha. -sorri sem mostrar os dentes tentando ser gentil-
Jasmine: Não acho que ela está vestida como uma patricinha, só acho que ela tá normal.
Niall: Não sabia que você se vestia assim.
Eu: Você não sabe de nada sobre mim.
Niall: Que você amarra o cabelo, e não gosta dele solto, que você não tem paciência com bêbados, que odeia o meu melhor amigo e que não suporta hospitais e que não toma café quando acorda. -olhei para Megan e ela olhava pro Niall, não falei nada apenas desviei o olhar pra outro lado-
Megan: Niall? Vocês se conhecem? Eu vi você outro dia na festa do Rob, nem falou comigo... você encheu a cara, bebeu até cair.
Eu: Novidade. -disse revirando os olhos-
Niall: Sou um novo amigo do Justin, Megan. -eles se conheciam?
Megan: Ai meu Deus, o Justin é gato e faz só amigos gatos, isso é irresistível aos meus olhos. Cadê ele?
Eu: Megan não começa, você sabe que o Justin namora e nunca vai querer nada com você.
Megan: Filha, duvido nada que essa menina não trai o Justin, se bem que um gato daqueles quem é que trai né. -Jasmine suspirou-
XXX: Demorei bro. -um garoto disse, me virei e era Liam- Bom dia flor do dia. -ele disse ao Niall que sorriu fraco- Recebi sua mensagem estava saindo da lavanderia, deixei minha roupa lá e vim pra cá.
Niall: Legal. -Niall parecia tenso-
Megan: Liam? Você por aqui. -ela disse e ele nem se importou com a presença dela, ela conhece ele também?-
Liam: Desculpa por ter falado aquelas coisas pra você Niall, você sabe não foi minha intenção, a partir de hoje eu vou tentar te ajudar nos seus... -Niall interrompeu-
Niall: Pede desculpas a SeuNome, você foi muito rude com ela. -ele disse e saiu andando em direção a quadra-
Liam: UAU! -ele disse me olhando- Niall tá nervoso comigo porquê... -o interrompi-
Eu: Liam? Eu não preciso saber. -sorri-
Liam: Me desculpa SeuNome por ser mal-educado com você ontem, eu não estava nos meus melhores dias, terminei com a minha namorada, eu namorava com ela já por dois anos, não é fácil. -assenti- Me desculpa mesmo, eu não sou daquele jeito.
Eu: Tudo bem, eu não entendo porque nunca namorei mas tudo bem. Agora não sei se Niall está bem. -eu sorri e Liam sorriu de volta, seu sorriso, uau! Ele saiu andando mais rápido atrás de Niall, olhei para a Megan e ela estava parada intacta olhando pra aonde ia Liam- Megan?
Megan: Quando foi que você começou a fazer amizade com meninos lindos?
Eu: Nossa Megan. -revirei os olhos e comecei a andar mais rápido e a Jasmine me seguia ainda segurando o meu braço-

         Caminhei até a arquibancada e procurei pela minha mãe, senti a Jasmine me puxando ela deveria ter achado, fui a seguindo enquanto olhava pra ver se encontrava a minha mãe, senti alguém puxando meu braço e me virei era Damon, um dos meninos da minha sala que me enche o saco.

Damon: Usa vestidos desde quando?
Jasmine: Desde quando você deveria cuidar mais da sua vida. -ela disse e eu arregalei os olhos-
Damon: Uau! -ele se surpreendeu com a atitude da minha irmã- É que você fica mais feminina de vestido.
Eu: Nossa Damon, cala a boca.

         Continuei andando e encontramos com a minha mãe, do lado dela tinha um lugar vazio aonde Jasmine correu pra sentar, do outro lado da minha mãe estava Niall e do lado do Niall estava Liam, me sentei do lado do Liam e fiquei olhando lá pra frente, vi a Megan descer correndo e se juntar as líderes de torcida que estavam na quadra, senti um toque quente na minha pele e me virei, Niall estava esquivado por cima do colo do Liam, olhei para a minha mãe e ela estava em pé comprando alguma coisa, com aqueles carinhas que vendem comidas no meio de jogos.

Niall: O que aquele menino queria? -ele perguntou sem esconder a intromissão-
Eu: Ah, ele é um garoto que me perturba. -respondi, Niall me encarou fazendo uma careta e eu voltei a olhar pras meninas na quadra, lá estava Megan vindo pra cá-
Niall: Olha Liam, vamos ver se a Megan continua vadia? -eu encarei o Niall prestando atenção no que ele ia dizer- Vou jogar meu celular no chão, vamos ver a forma que ela vai pegar. -Liam assentiu rindo e eu continuei prestando atenção-

         Niall jogou o celular no chão, um pouquinho a sua frente, Megan com certeza passaria por ali, ela cumprimentou a minha mãe e a minha mãe sorriu para ela falsamente como sempre. Megan veio andando e viu o celular do Niall no chão, Liam e Niall fingiam olhar lá pra frente, mas assim que Megan abaixou pra pegar o celular Niall riu, ela não abaixou pra pegar o celular, ela empinou a bunda pra cima e abaixou em uma forma de quem estivesse atrás visse o seu short ficando bem justo a sua bunda que ela cismava em dizer que era “Brasileira”. Niall e Liam se entreolharam e gargalharam, ela esticou o celular pra Niall.

Megan: É seu? -Niall disse que sim e ela entregou- Bonito celular. -Mas era um iPhone, e ela tinha um igual, qualquer um daqui tinha um igual- SeuNome as meninas tão perguntando aonde está o seu irmão?
Eu: Que meninas? -suspirei- Não sei.
Megan: E o Damon disse que depois quer conversar com você.
Niall: Ela não vai, diz pra ele.
Megan: Da parte de quem? -Megan disse rindo e o Liam revirou os olhos-
Liam: Da parte do Niall e do Liam! -ele sorriu sarcástico e ela saiu andando, passou pela minha irmã derrubando a pipoca dela-
Niall: -se levantou- Você por acaso tá cega?
Megan: Niall cala a boca. -ela deu dedo do meio pra ele-
Niall: VADIA. -todo mundo que estava lá, do segundo e do terceiro colegial começaram a vaiar ela-
Eu: Ela é a minha única amiga. -sussurrei e Liam me olhou-
Liam: Melhor não ter amiga do que ter ela como sua amiga, escuta o que eu to dizendo... quer pipoca? -neguei- Tá.

         Estava olhando pros lados e recebi uma mensagem no celular, olhei pra minha mãe e ela estava ao lado do Niall que estava comprando uma pipoca, Liam havia acabado de dar um saco de pipoca na mão de Jasmine cujo a infeliz da Megan fez o favor de derrubar no chão, voltei minha atenção ao celular e a mensagem era de Megan, ergui minha cabeça procurando ela pela quadra, sem sucesso não a encontrei em nenhum lugar, estranhei o motivo da mensagem, olhei pro visor e abri a mensagem.

“Preciso de você aqui na biblioteca, estou relaxando enquanto não começa o jogo, vem logo pra cá, não traga ninguém. -Meg.”

         Respirei fundo, coloquei meu celular no banco onde o Liam estava e comecei a encarar a quadra pensando no que ia fazer ela estava de novo fazendo o que não deve fazer, e o pior que eu sei que é errado mas sempre faço junto com ela, é meio que uma forma de tranquilização pra mim e pra ela, não devia mas... levantei da arquibancada e a subi, olhei para a minha mãe e lá estava ela conversando e rindo com o Niall o mesmo também estava rindo, Liam estava em pé olhando pra quadra e comendo pipoca, corri saindo da quadra e entrei dentro da escola subindo as escadas para a biblioteca.

Camila P.O.V's

         Desci as escadas correndo e tropecei no último degrau caindo de cara no chão, escutei uma risada alta e levantei minha cabeça, lá estava Jolene e Milena. Levantei do chão e comecei a caminhar na direção da sala.

Milena: Tá com as pernas fracas, Camila, o que andou fazendo?
Eu: Bom, eu andei fazendo coisas pessoais da minha vida e não inclui cuidando da vida dos outros.
Milena: Nossa garota você se torna tão patética.
Eu: Nossa garota, ninguém te perguntou nada. -respondi já em pé-
Jolene: Por isso seus pais dizem não ter orgulho de você, orgulho de quem é assim? -ela disse apontando os dedo no meu rosto-
XXX: Legal mas quem te perguntou alguma coisa, é melhor ela ser assim, se vestir do jeito que ela quiser do que ela ser que nem você, com essas roupas de menina que segue a moda dos outros, você quer ser o que? Patricinha que usa boné de aba reta?

         Me virei e Aline estava ali com os cabelos soltos um óculos escuro e com a mão na cintura, ao seu lado estava um garoto de cabelos pretos jogados em seu rosto, ele também usava um óculos escuro e eu já havia visto em algum lugar só que naquele momento eu não conseguia me lembrar de onde.

Jolene: Então segura a sua amiga ai, na verdade segura a língua dela.
Aline: Me responde! -Aline disse se aproximando de mim e colocando a mão sobre meu ombro- Olha pra você querendo copiar os estilos das outras pessoas, e excluem a Camila por não ser igual, hipócritas.
Milena: Olha o negocio não é com você tá, a gente tá cansada da Camila querer ser melhor que todo mundo, olha pros outros com uma expressão de nojo.
Eu: EU O QUE? AH POR FAVOR! -revirei os olhos- Eu quero embora daqui Aline.
Aline: Vamos.

         Ela pegou no meu braço parecia até minha mãe, revirei os olhos e olhei para as meninas elas nos encarava sem dizer nada apenas olhavam com atenção, saímos da escola e avistei o carro prata da Aline na calçada e do outro lado um sorveteiro, dei minha mochila na mão da Aline e enfiei as mãos no bolso tirando dez reais, corri até o mesmo e comprei um sorvete pra mim logo ouvi Aline pedindo mais dois sorvetes, peguei o meu sorvete e o meu troco e encostei no carro da Aline enquanto comia observava o menino que agora segurava minha mochila, ambos voltaram tomando sorvete de casquinha de creme, o pior sorvete do mundo, pra mim! Aline se encostou na coluna que havia no estacionamento, e era aquela maldita coluna que tinha um enorme cartaz aonde dizia sobre um passeio em Atlanta no qual eu não iria porque os meus pais não deixaram, e eu até queria ir mas ficaria sozinha em toda a viagem não teria nenhuma menina que gostaria de ir comigo, este é só um pedaço da minha vida MATINAL, porque a tarde eu sofro com as pessoas na minha rua e de noite eu sofro com os meus pais brigando comigo, com o meu irmão, com metade da rua, com Deus e o mundo. Voltei minha atenção a Aline o garoto tirou os óculos o colocando na testa e rapidamente eu arregalei meus olhos e me espantei com a presença de Joe ali, eu só o tinha visto pelas câmeras de Webcam, e não sabia que ele se tornava mais bonito pessoalmente. Coloquei a colher do sorvete dentro do pode e olhei para a Aline que encarava o celular enquanto tomava lambia seu sorvete.

Eu: A-aline? -gaguejei e ela me ergueu uma de suas sobrancelhas sem me olhar- Desde quando ele tá aqui? Quando ele chegou? Por quê você não me falou? É ele mesmo? -eu falei em português e finalmente ela me olhou sem pronunciar nenhuma palavra-
Aline: Por partes que eu não sou o flash! -sorri sem mostrar os dentes- Ele chegou hoje de manhã, eu não te contei porque ele me ligou hoje de manhã do aeroporto já e você já tinha saído pra vir pra escola, sim é o Joseph mesmo, e ele veio pra fazer uma visita ao Brasil semana que vem ele vai embora.
Eu: Ah! Ele é americano né? Você já falou com ele?
Aline: Ele fala muito, mas disse que tá com dor de cabeça, por causa do fuso horário.
Eu: Oi, meu nome é Camila, você tá me entendendo? Pode me chamar de Cams, sem problemas... você me entende? -disse em português e ele ficou me encarando confuso-
Aline: Ele não vai entender você nunca, ele é americano.
Eu: Ai mais que moleque baitola.

         Aline gargalhou e o Joe me olhou, obvio que ele não entendeu. Se bem que a Aline disse que ele comentou que ele faria intercâmbio pra aprender mais o seu português mas sei lá, vai que nem começou ainda, e ele nem deve saber o significado de baitola, continuei comendo meu sorvete enquanto todo mundo ficava em silêncio, eu não gostava desse silêncio. Terminei o meu sorvete e fui caminhando até a lixeira, quando fui jogar o pote na mesma notei que meu celular tava tocando e que aquela não era a primeira chamada, era a SeuNome que me ligava e já estava na quinta chamada, e depois eu reclamo que ela não ligou.

--------------Ligação ON-------------

Eu: Hey desculpa não te atender antes eu estava concentrada comendo um sorvete.
SeuNome: Camila pelo amor de Deus, eu fiz uma coisa errada e agora to fazendo outra pessoa fazer essa coisa errada, eu não quero que ele faça também, mesmo que eu não ligue pra ele, ele me ajudou a chegar em casa, ele é tipo legal e ele me viu fazendo essa coisa errada e agora foi fazer também, me ajuda. -ela falava desesperada em seu tom, parecia andar ou correr. Sua respiração estava ofegante, eu me sentei no banco e fiquei tentando entender-
Eu: O que você fez errado SeuNome? Eu não consegui entender.
SeuNome: Acho que fiz a pior coisa que eu deveria ter feito em toda minha vida. -ela disse calma agora.-
Eu: O que? -perguntei confusa-
SeuNome: Conheci um menino, um menino que agora se tornou alguém especial, um menino que agora está sempre atrás de mim, sempre me segurando pra não cair. Um anjo da guarda

-------------Ligação OFF------------

Continua

<<< Capítulo Anterior                                                          Próximo Capítulo >>>

Desculpa por estar postando tarde :) Curtem essa página >> Aqui <<
O que estão achando da Fic? Eu ia dar um spoiler, mas não. Vou dizer só uma coisa, ela não vai ficar com o Niall agora, e nessa primeira temporada ela vai embora de Londres. E a temporada acaba no 20 :/ não me mate.
Divulguem minha fic por ai por favor., obrigado por lerem, por comentarem, vocês são demais!
Até mais, beijuuuuuuuuuus
15

15 comentários:

  1. Aiiii meuuu Deus!!! Oqq ela fez? O·O continua? to mto curiosa aqui!
    -Raquel'!

    ResponderExcluir
  2. caaara ta muuiiiiito bom !!!!!! continuuuaaaaaaaaaaaaaaaaa estou mt curiosa tbm !!

    ResponderExcluir
  3. è impressão minha ou alguem gosta de The Vampire Diaries ? Perfeito continua

    ResponderExcluir
  4. Ahhhhhhhh continuaaaa , você escreve mtt bem <3 _Sofia xx.

    ResponderExcluir
  5. Coontinua Por favor, está MUITO perfeito

    Kissus

    ResponderExcluir
  6. Continua amando
    Kath xx.

    ResponderExcluir
  7. continuaaaaaaa
    #beahh

    ResponderExcluir
  8. Estou adorandooooooooo!
    Ansiosa p/ o próximo
    Annah C.

    ResponderExcluir
  9. A++++++ CONTINUA

    xxIza

    ResponderExcluir
  10. Continuaaaa
    Kath xx.

    ResponderExcluir
  11. Perfeita Cams ><

    ResponderExcluir