Irish Angel - Capítulo vinte e cinco.

Segui o caminho errado,Uma ou duas vezes, Cavei até conseguir sair. Sangue e fogo, Decisões ruins. Tudo bem! Bem vindo à minha vida boba... / Fuckin' Perfect - Pink


"É uma decisão difícil"

SeuNome P.O.V's

        Senti meu corpo estremecer e as minhas pernas pareciam estar fracas, minhas mãos soaram e eu queria só correr dali e ir para bem longe. Virei-me devagar encarando meu pai na ponta da escada em pé com as mãos no bolso de sua calça jeans rasgada e sua regata branca que deixava a mostra algumas tatuagens que ele tinha feito em sua adolescência, ele agora estava com uma barba rala suas marcas de expressões na testava estavam mais visíveis e seus enormes olhos castanhos não continha o mesmo brilho de dois anos atrás. Ele desceu os degraus que faltavam e ficou de frente pra mim, senti minha cabeça latejar e o medo tomar conta do meu corpo. E por uma impacto senti minha bochecha arder, como nunca havia ardido, encarei meu pai com as lágrimas querendo escapar de meus olhos. Sabe quando você sente que agora tudo está perdido, e que se arrependimento matasse você estaria morto? Está era a minha sensação, se eu chorasse não era porque acabei de levar um tapa -merecido- do meu pai, mas sim porque eu fiz coisas que o decepcionou e o que poderia ter sido totalmente de outra forma.

Pai: Você sabe porquê eu te bati? -ele falou baixo-
Eu: Sei.
Pai: Por quê?
Eu: Porque eu sempre faço as coisas erradas. -ele balançou a cabeça concordando-
Pai: Porque você sempre faz as coisas erradas. Mas você sabe que eu te batendo não vai fazer você parar né? Bom, pra falar a verdade eu só te bati para descontar um terço da raiva que eu estou de você. Você não é minha filha mais, não parecer ser a criança que eu peguei no colo, que eu mimei, que eu dei do bom e do melhor, você não parece ser minha filha mais.
Eu: Desculpa me. -falei baixo-
Pai: O quê?
Eu: Desculpa me. -levantei a cabeça e olhei nos olhos dele-
Pai: Você ainda acha que “Desculpa me” -ele fez aspas com as mãos- Vai mudar tudo? -neguei com a cabeça- Senta no sofá, precisamos conversar, Jasmine vai pro seu quarto.
Jasmine: Mas pai, antes eu preciso te contar uma coisa. -ela ia contar da gravides-
Pai: O quê?
Jasmine: Eu tô...
Eu: Preocupada, preocupada comigo. Agora vai pro seu quarto e me deixa aqui conversar com ele. -meu pai me olhou-
Pai: Ele? Você chama seu pai é ELE? -ele gritou e eu me afastei- Jasmine sobe. NomeDaSuaMãe, vai também... preciso falar com ela sozinha. -ele sentou na poltrona vermelha que tinha ali e eu me sentei no sofá e olhei para os meus dedos tentando de alguma forma distrair a tensão neles. O ouvi suspirar enquanto parecia pensar o que faria comigo- Você sabe o tamanho da minha decepção por você? -ele falou calmo e eu abaixei a cabeça- SeuNome eu não te criei para ser isso, agora deu pra você entrar na casa das pessoas e sair pegando as coisas que não são suas?
Eu: Mas eu...
Pai: Você o quê? Você é irresponsável, vai pela cabeça dos outros? É otária?
Eu: Não pai, eu só queria...
Pai: Se enturmar? Você já tentou ser você mesmo, sem se importar com o que as pessoas vão pensar.
Eu: ELAS NÃO GOSTAM DE MIM DAQUELE JEITO. -eu gritei já deixando as lágrimas queimarem meus olhos-
Pai: Então você se importa com elas pensam, você então deixa de ser feliz pra ser alguém que não é você?
Eu: Não é assim.
Pai: É assim, é o que você está dizendo, você então rouba para ter amigos? Eles não são teus amigos, amigos não te fazem fazer coisas erradas, amigos andam pelo caminho certo com você, se ele for fazer algo errado, ele vai fazer sozinho. Porque amigo não é aquele que manda você fazer alguma coisa errada, mas é aquele que te ajuda a não fazer alguma coisa errada. -fiquei em silêncio enquanto só podia ouvir a respiração de meu pai- Vou tomar uma decisão, será que você longe de sua família você conseguiria pensar no que fez? -ergui minha cabeça e o encarei-
Eu: Como assim? -perguntei confusa.-
Pai: Você vai voltar pro Brasil, amanhã mesmo, vai arrumar suas malas e voltará para o Brasil.
Eu: Pai eu não posso, eu criei uma vida aqui...
Pai: Isso que você criou não é vida. Está caminhando pelo lado errado SeuNome, você irá para o Brasil.
Eu: Não pai, por favor. -levantei o seguindo.-
Pai: Sem mais SeuNome, você vai para o Brasil. E não conversamos mais isso. Você vai pensar sobre o que anda fazendo, sozinha lá no Brasil.
XXX: Se ela for eu vou junto. -ouvi uma voz fina vir da escada, ergui minha cabeça e olhei na ponta da escada, Jasmine estava com um moletom e com as mãos no bolso nos olhando.-
Pai: O quê? Não, você está louca?
Jasmine: Não vamos discutir, vamos? Se a SeuNome for para o Brasil, eu vou com ela.
Pai: Então vá, -ele me olhou- porque aqui você não fica mais, não com esses seus amigos, tanto Camila, quanto essa Megan sempre fazem as coisas erradas.
Jasmine: O senhor está errado, Camila é uma boa pessoa, Megan também.
Pai: Não discuta comigo Jasmine.
Jasmine: Não estou discutindo só estou tentando ser mais madura que o senhor. -ele passou a mão no rosto e me olhou.-
Pai: Então ok! Vão as duas para o Brasil. Se querem ficar juntas vão ficar, mas no Brasil.
XXX: Não precisa disso tudo pai. -ouvi a voz de Justin e Zayn estava atrás dele.-
Pai: Como você quer que eu a eduque então? Deixando ele andar com essas pessoas? -ele perguntou olhando Justin que passava as mãos na nuca duvidoso.-
Justin: Existem várias maneiras pai.
Pai: NÃO EXISTE. Não tentem mudar a minha ideia, SeuNome irá para o Brasil ficar um tempo sozinha lá e quando eu quiser que ela volte, ela voltará.
Jasmine: Eu irei junto. -ela desceu as escadas e me abraçou-
Pai: Como quiser. -fora suas últimas palavras antes dele subir as escadas com pressa e ouvirmos a porta batendo com força-
Eu: O que vou fazer? Estou ficando confusa. -disse olhando pro Justin que estava com as mãos nos bolsos da calça.-
Justin: Vamos dar um jeito.
Eu: Não vamos, não tem mais jeito. Quando ele cisma com alguma coisa não tem como fazê-lo mudar de ideia.
Justin: Eu não tenho nada em mente, mas talvez Niall nos ajude..
Eu: Tomara. -sorri e o Justin veio na minha direção me abraçando.-
Justin: Eu ligo pra ele, vai arrumar suas malas.
Jasmine: Vou pegar as malas lá em cima. -eu assenti e sorri pro Zayn que estava parando inclinado para a frente, ele colocou as mãos sobre meu ombro e caminhou comigo para meu quarto, ele sentou em minha cama enquanto Justin estava sentado na janela ligando pro Niall. Caminhei até meu guarda-roupa tirando as peças de roupa de lá e jogando no chão de qualquer jeito. Deixei-as amontoadas uma em cima da outra e me sentei do lado do Zayn com os braços esticados pra frente. E olhando pro chão enquanto pensava em como eu faria amanhã.-
Eu: E se nada der certo? -olhei pro Justin que estava ainda tentando fazer Niall atendê-lo-
Justin: Sim, claro que vai... nós sempre ficamos juntos em todos os problemas não é agora que vamos fracassar não é mesmo?
Eu: Sim... bom, eu acho.
Zayn: Vamos, dará tudo certo, estou me sentindo em uma daquelas séries de investigação.
Eu: Mas não tem investigação. -o olhei-
Zayn: Mas é como se fosse algo mais moderno, como se nós fossemos os maus, e o seu pai o delegado que quer nos prender. -gargalhei e ele me encarou- Bom que você não está chorando afinal vai ficar longe de seu namorado se ir pro Brasil.
Eu: Você já tá sabendo?
Zayn: Querida SeuNome, todo mundo já tá sabendo. -fiz uma careta cruzando os braços enquanto Zayn ria-
Justin: Ele não atende.. cadê seu celular SeuNome? -mexi no bolso do meu vestido e peguei meu celular, ele estava descarregado, bosta de iPhone, joguei na direção do Justin e ele fez uma careta quando viu que o aparelho não ligava- Zayn?
Zayn: Foi mal bro, a Nina quebrou o meu ontem.
Eu: Quebrou? -perguntei naturalmente como se nada estivesse acontecendo a minha volta, eu só queria me entreter e não ficar pensando nessas coisas-
Zayn: Genneva... uma ex namorada ligou pra mim, Nina não gostou e acertou o celular longe. BEM LONGE. -eu sorri sem humor e enquanto Justin gargalhava-
Justin: Então, será eu você, o Zayn e a Jasmine. -comentou sentando quase em cima de mim- Não quero que você fique longe de mim, quero você aqui... junto de mim. -deitei na cama apoiando a minha cabeça nas minhas mãos entrelaçadas, Justin se apoiou em cima de mim e ficou olhando pro nada assim como eu, ficamos assim por longos minutos, apenas pensando.-

        O que mais me preocupava era a gravides da Jasmine, se eu e ela formos para o Brasil eu vou conseguir de volta meu emprego na padaria da Marisa mas não será suficiente para cuidar de uma criança recém-nascida, ela não poderia ir comigo, mas também não poderia ficar, ela era responsabilidade minha eu não poderia simplesmente deixar ela sozinha sem o apoio da irmã para ajudá-la nesse momento mais difícil. O único jeito era fazer o que meu pai havia mandando, ir para o Brasil fazer o que de fato ele quer que eu faça, não desobedecer ele mais uma vez, pelo menos mostrar que ele ainda tem autoridade sobre mim.
        Talvez se eu tivesse feito as coisas diferentes nada disso aconteceria, talvez se eu tivesse pensado nas consequências antes de fazer as coisas erradas, talvez se eu não tivesse me envolvido demais, talvez se eu pensasse no amanhã como Niall havia me dito, as coisas estariam diferentes, tudo estaria diferente eu recomeçaria, não sofrendo. Mas eu não devo mais ficar me arrependendo do que passou só irá me trazer mais decepções e angustia a mim. Devo pelo menos honrar algo que eu ainda tenho chamado dignidade. Eu tenho que mudar, pelo menos mudar completamente para futuramente quem souber fazer meus pais orgulharem de mim e deles mesmos por insistirem tanto para eu ser melhor.

Eu: Vou para o Brasil. -soltei rapidamente fazendo tanto Zayn quanto Justin me olhar-

        Eu não sabia se estava certa, decidida, ou se era realmente isso que eu queria, mas se eu quisesse mudar, a única saída era obedecendo meus pais, já fiz muita coisa errada com eles, não é justo eu fazer mais uma, porque sempre que erro fico pensando que poderia tornado diferente, sei que indo para o Brasil vou ficar pensando algo sobre “Poderia ter ficado em Londres, poderia ter fugido” Mas no fundo eu saberia que indo para o Brasil era a escolha certa para recomeçar do zero, de tando que já fiz meu pai se magoar, pelo menos mostrando que ele ainda tem moral sobre sua filha menor de idade é o mínimo que eu possa fazer.

Justin: Você está louca? Pirou de vez é?
Eu: Justin, o papai vai me mandar pra o Brasil para eu pensar, então ele meio que está me dando uma segunda chance.
Justin: Não tem essa de meio está me dando uma segunda chance. MEIO, meio. -ele parecia falar para ele mesmo-
Eu: Ele está me dando uma segunda chance, ele quer que eu vá para o Brasil como um recomeço.
Justin: E então você vai, deixando o Niall, a Megan, eu... Camila e Aline vão voltar para o Brasil todo mundo sabe que vocês três não se desgrudam. Mas e o resto dos seus amigos, o Zayn, o Liam... o menino dos olhos azuis esverdeados e que anda que nem uma garota. -revirei os olhos, se Louis estivesse aqui quebraria o nariz do Justin mostrando a garota que ele era-
Eu: Eles tem que entenderem Justin, é como se fosse o melhor pra mim. Eu estou cansada do pai e da mãe falarem que eu sou o desgosto deles, estou cansada de só você ser orgulho, só você ser o exemplo, eu quero mudar... eu quero simplesmente ser quem eu era de novo, quero chegar da escola e ser recebida por um sorriso da mamãe, quero encontrar a minha família toda na mesa do jantar, quero pedir desculpas e com licença sempre, quero brigar com vocês como uma família faz, eu quero concertar nossa família, indo para o Brasil é a melhor solução.

        Mas é o bebê? Isso não se encaixava nessa minha história de querer mudar, de querer recomeçar, sei que se eu contar para o meu pai que fui grávida para o Brasil ele ficará mais chateado, não sabia o que fazer simplesmente iria com a Jasmine do jeito que estava, grávida! E nosso plano continuaria de pé, ninguém poderia saber que a Jasmine é quem terá o filho. Absolutamente ninguém.

Justin: SeuNome você não precisa mostrar a ninguém que é orgulho, que é alguém honesta, legal.
Eu: Mas eu quero Justin. Eu quero ir pro Brasil eu quero que o pai ache que estou obedecendo ele e que estou decidida a mudar e a ouvir o que ele me manda fazer.
Justin: E os seus amigos? E o Niall, vocês tem uma paixão.
Eu: Uma paixão adolescente, eu e Niall nem estamos namorando, ele comenta sobre o assunto mas não sei o que temos, o nosso namoro não duraria para sempre, daqui alguns meses a gente terminaria eu já vi isso acontecer com a Ally, com a Megan, com a Tati e com mais garotas que eu conheço, paixão adolescente não dura pra sempre Justin, é algo passageiro.
Justin: Mas ele te ama.
Eu: Se ele me ama, ele espera eu ir pro Brasil e voltar... caso contrário ele não me amaria, o que tem que ser será. -sentei na cama e olhei nos olhos de Justin- Estou decidida, sim, eu irei para o Brasil... mudarei toda minha rotina lá. Sozinha, sem você, sem o papai, sem a mamãe, irei apenas para pensar e por as coisas confusas que rondam a minha cabeça no lugar.
Justin: Espero que saiba o que está fazendo.
Eu: Eu sei, eu sei muito bem o que estou fazendo.
Justin: Você poderá colocar sua cabeça no lugar aqui, conosco.
Eu: NÃO DÁ, VOCÊS SÓ ME CONFUNDEM, EU NÃO CONSIGO ENTENDER, EU ME SINTO CONFUSA, ESTRANHA, PERDIDA. Não dá. -levantei da cama indo atrás da Jasmine que estava demorando demais-

        Abri a porta e escutei Justin respirar, eu finalmente achava que tinha feito a escolha certa, por mais babaca e idiota seja, eu tenho apenas 16 anos, ainda tenho muito o que viver, e tenho que viver o resto da minha vida com tudo em ordem não com pontes quebradas no meio do caminho, eu precisava mesmo melhorar minha vida, e encaixa lá como quebra cabeças, milhares de peças perdidas que precisam ser achadas para finalizar esse meu enorme quebra-cabeça com mais de mil peças.  


Continua

<<< Capítulo Anterior                                                     Próximo Capítulo >>> 

Ninguém merece essa SeuNome né? Tá querendo ficar longe do Niall logo agora que ele tá ficando mais próximo dela, puffff. Tenho um spoiler pra vocês: O Liam estará envolvido na viagem da SeuNome, ainda não tenho certeza se ela vai para o Brasil ou não. Mas tenho certeza que vai decepcionar muita gente.
EEEEE tem uma surpresa rolando na Fic, tô gostando de escrever e adivinhem porque tô demorando pra postar? Porque estou com preguiça, yeeeeeeeeah, me batem!
Gente to felixxxxxxx acabei de ver a entrevista dos meninos pro CQC e foi PERFEITAAAAAA, tipo o Zayn falando e zoando -coisa que ele não faz- O Louis super apressado para pegar a camiseta do Brasil e com aquele sorriso maravilindo dele, o Niall não parava de sorrir e tava super feliz, o Liam zoeiro, falando do "Maldito cara que mostrou dedo pra ele" O Harry tocando pandeiro e cantando em português -arabe, chines, coreano, sei lá- E o Louis falando que faria sexo com a Regina casé e mais uma monte de coisa, cara essa entrevista foi a melhor da melhor entrevista de todas as entrevistas que eu já vi deles, sério, sorri o tempo todo, ainda to euforica. kkkkkkk enfim, já escrevi demais né, vou guardar minha animação um pouco. É isso ai, espero que gostem, eu vou retribuir os comentários. Até mais veeeeeeeer, beijos :)) Se não assistiram a entrevista, assistem FOI MARAVILINDA. Até ! 
31

31 comentários:

  1. Genti MARAVILINDA (como vc diz) essa fic.
    Como assim Liam envolvido??? Pera lá decepcionar nao Cahms, NAO ME MATE, IMPLORO.
    Se manja nos ingles Cah? Eu nao entendo nem um terço do que os boys magia falam. Esperando eternamente os boys falarem port, pq se depender de mim, ira demorar, tipo MUITO, aprender a falar ingles, corretamente
    XxAna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É "Maravilinda" kkkkkkkk me lembra Floribella eu amava assistir <33 kkkkkkk
      É o Liam tá envolvido moça, Liam sempre envolvido nas melhores coisas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ou melhor, nas confusões né.
      KKKKKKKKKKKKKKKKK eu manjo mais ou menos do inglês! Só tenho problemas de entender o Liam e o Ed Sheeran kkk ele falam muito rápidos!

      Excluir
  2. Continua Cams!
    Xx:Duda Druzian

    ResponderExcluir
  3. Gabriele Alves :)27/08/2013 14:48

    OH MY JOSH QUE FIC HEIN PARABENS E CONTINUAAAA

    ResponderExcluir
  4. Continua por favor!!! Me desculpa incomodar,mas vcs lodiam entrar no meu blog? Obrigada. http://dreamland-one-direction.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por ler <33 Entrei nele e achei muito lindo seus imagines, tem criatividade própria, gostei muito!

      Excluir
  5. Linda tem um selinho para você lá no blog e AMEI o Cap (PERFEITO)
    http://imagine1d-1d.blogspot.com.br/2013/08/1-selinho.html
    Beijos
    Cath(Nina)

    ResponderExcluir
  6. Mds kra vo parir meu dobby se tu nao por um capitulo logo é serio fic mais perfeita
    to apx pela fic
    bjaao <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK A MENINA DO DOBBY KKKKKKKKKKKKKKK VOCÊ DE NOVO POR AQUI <333 obrigada por leerrr

      Excluir
  7. Eu amei o cap.E nossa,eu vi a entrevista foi tipo "Uau" muito engraçada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A entrevista foi muito engraçada mesmo, a best entrevista dos meninos.
      Obrigada

      Excluir
  8. a meudeus a entrevista foi perfect mesmo Cams o nini o liam louis hazza e zayn estao tao lindos aaaaaaaaaaaaaaa sua fic ta muito legal ,mas se ficar com preguisa de postar eu vou chorar Cams #tó triste
    #sqn kkkk :P

    bjuxxx#nayara styles kk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi mesmo, o ZAYN TAVA FALANDO NA ENTREVISTA CARA, TIPO ELE NUNCA FALA, kkkkkkkkkkkkkkkk eu vi a entrevista umas dez vezes só por causa do "baboleio, baboleia" kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  9. MDSSS. coontinuuaa logooo, ta perfeeita D++

    ResponderExcluir
  10. Verdade a entrevista pro CQC foi D+!!!

    ResponderExcluir
  11. Eu fico aqui me imaginando quando essa fic acabar, tipo vou entrar em total depressão, vou chorar, engordar... CONTINUA CONTINUA E NÃO PARA!BJS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwwwwwwwwwwwn, que isso :)))) você vai pirar quando acabar porque o final vai ficar meio tipo "Eu não acredito que acabou assim" kkkkkkkkkkkk mas a gente vive.

      Excluir
  12. Aaaaaa fic ta perfeita , e entrevista tipo acabou comigo kkkkkkkkkk ú.ú você escreve demais , beijão Cah .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK aham, foi boa mesmo!
      Ah que isso ^^ Obrigadaaaaa

      Excluir
  13. Camila muito bom seus imagines.Parabens linda e eu também vi essa entrevista e depois fiquem entrando no YouTube pra rever, achei super legal.Seu imagine é perfeito eu leio todos.Meus Parabéns.

    ResponderExcluir
  14. Olá Camila.Seus imagines são muito bom.Eu acredito,mesmo,que você tem um dom nos dedos,a escrita,minha querida este seu imagine tem tudo para ser colocado em sites de blogs,como uma página especial na Capricho ou Atrevida para seus imagines,como o blog Depois dos Quinze.Bato palmas perpetuamente a você.Meus gratificantes parabéns flor.Eu li agora em 2015,como o anônimo logo a cima e você publicou em 2013 mas,mesmo assim tem um valor enorme esse seu site(blog).Camila,eu até divulgaria você mais não tenho rede social para lhe divulgar,mais continue com isso,siga em frente,não fique só no 1D(mesmo que os amo)faça com cantoras,atores e até com crush...você tem potencial Sr.Homes,você consegue,vá em frente,levo a escrita muito a sério e pelos elogios dados a ti e por outros mais tú pode.A entrevista dos meus gatos?Brilhante como sempre,amei e ainda mais quando se tem o nome do nosso país..BRASIL!Mesmo que você talvez não veje Ca,fica aqui meu comentário,beijokas da Senhora Horan !!

    ResponderExcluir