Imagine Interativo. - Teenage Dirtbag / Camila Homs

 Um adolescente desleixado que ama uma menina por longos 5 anos, sem ter ao menos uma chance de dizer tudo que sente a essa garota. De um dia pro outro tudo começa a dar voltas em sua vida, como se sua missão já estivesse completa na terra e apôs tantos sofrimentos seus sonhos serão de fato realizados. E esse amor é tão grande que ele até se sente surreal por está sendo finalmente correspondido. E mais problemas virão mas agora, ele não te medo de enfrentar a realidade, ele só quer ficar ao lado dela a protegendo, como prometera, sendo amigos, namorados e curtindo Iron Maiden nos finais de semana. 

Nome: Teenage dirtbag / Adolescente desleixado. 
Autora: Camila Homs 
Inspirando nas músicas: Teenage dirtbag - Wheatus & You Belong With Me - Taylor swift. 
Classificação: Livre. 
Imagine de: Único capítulo. - Com interatividade. 
Para ler: Clique em leia mais e responda as perguntas que aparecer. 


Boa leitura !

P.O.V's

         Me sentia ridículo por me pegar horas e horas sentado na minha cama olhando através das janelas e das persianas aquele sorriso lindo e os seus cabelos que balançavam levemente com o vento fraco que entrava pela sua janela, ela tinha a feição de um anjo e o que me fazia mais ficar apaixonado por ela, eu passava horas e horas sentado olhando ela mexer em seu computador, conversando com as amigas pelo telefone, as caretas que ela faz enquanto está tentando estudar e de todas as vezes que ela fechava sua cortina para trocar de roupa, mas eu ainda conseguia ver a silhueta de seu corpo através da sombra que a sua cortina vermelha me fornecia. Me sentia mais ridículo ainda quando entrava no meu quarto e a via com o estúpido namorado dela, todas as vezes que os vejo juntos sinto como se a história não estivesse certa, aquele sorriso que ela dá com ele deveria ser pra mim, e a mão que toca seu corpo deveria ser a minha. Mesmo ainda a desejando perdidamente, sei que nunca ela me notaria, porque sou um adolescente, um adolescente desleixado, e ela não gosta de caras como eu.

-Eu não posso acreditar que você está novamente sentado nessa cama olhando para ela! - me deu um susto enquanto acendia a luz do meu quarto e me fez tirar os olhos dela por um momento e deitar minha cabeça no travesseiro.
-Eu sinceramente não posso fazer nada, eu não sei o poder que ela tem sobre mim, mas que apenas me deixa louco de alguma maneira. -coloquei meus braços atrás de minha cabeça e encarei o teto como se fosse a última solução no momento.
-Ela nunca vai olhar pra você cara, desiste. Ela é mais uma daquelas meninas que ficam com caras populares, porque ela gosta de gastar o dinheiro deles, e você não tem dinheiro. -me sentei na cama encarando meu amigo nos olhos.
-Não tô nem ai, Se eles tem mais dinheiro que eu ou se eles usam Raybans enquanto eu uso um óculos comum, estou pouco me importando se eles usam Moletons e eu Chinos, não se conquista uma garota por roupas de marcas e sim por caráter. -respondi seco.
-Você é muito inocente, não estamos mais na época de Romeu e Julieta as garotas não são mais como antigamente, elas não sorriem quando as elogiam, elas beijam qualquer cara por ai, e olha pra você, você ainda escuta Iron Maiden enquanto elas estão escutando Jonas Brothers. Não alimente uma ilusão na sua cabeça ! -suspirei cansado.
-Mas eu gosto dela. -respondi baixo.
-Deixe de gostar, ela não gosta de você, ela mau olha pra você. Deixe de ser um apaixonadinho, você já não tem mais 14 anos, cresça e vamos sair por ai pegar mulheres e não garotinhas que tem a janela do quarto de frente para o nosso e que namora caras babacas como o Mathew.

         Talvez tinha razão, eu estava me iludindo demais com a ela mau sabe da minha existência, por mais que eu estude na mesma sala que ela, que eu seja seu vizinho, ela nunca vai me querer como ela quer o Mathew, foram longos 5 anos gostando dela, foram longos 5 anos imaginando o dia em que eu poderia fazê-la sorrir como nunca nenhum o idiota do Mathew já fez. Ele nem ao menos ria de suas piadas contadas pelo telefone, ela se entusiasmava tanto para lhe contar uma piada mas ele nunca correspondia pela sua expressão triste quando terminava de contar, mas eu sempre gostava de seu jeito confuso de contar uma piada e nunca conseguir contá-la sem rir.
         Fui tirado de meus devaneios com alguém pulando em cima de mim e me fazendo gritar que nem uma garotinha, murmurava alguma coisa que eu não conseguia entender, mas que me fazia rir abafado por sua perna estar em minha barriga enquanto suas mãos estava no meu rosto em uma tentativa falha de me derrubar no chão.

- filho de uma boa mãe, sai de cima de mim. -resmunguei enquanto tentava empurrá-lo pro chão.
-Você estava pensando nela de novo. -ele falou alto- Tente esquecê-la cara.

         Por fim ele saiu de cima de mim me deixando respirar. Balancei a cabeça e levantei da minha cama meio grogue por ter me balançando que nem um idiota na cama, caminhei até o som e desliguei fazendo suspirar irritado e então abri meu guarda-roupa pegando as mesmas roupas que usei na escola ontem para usar hoje também.

-Você é o cara mais babaca do mundo. - comentou enquanto observava a .
-Porquê? -perguntei virando-me e encarando ele.
-Ela nem olha pra você, olha lá como ela é com o namorado dela... Ela nunca deixará ele pra ficar com você.
-Você falou pra eu esquecer ela, eu tô tentando, para de falar dela. -minha voz saiu fina e indignada fazendo rir.
-Ah é, desculpa.

         Terminei de me arrumar, e passei o gel no meu cabelo fazendo meu topete de sempre, procurei minha mochila pelo quarto e a encontrei em cima da mesa do meu computador, a peguei e coloquei nas costas e chamei o idiota que estava sentado na minha cama observando a casa ao lado escondidos pelas persianas, assim como eu fazia para olhar a , ele levantou e veio me seguindo, desci as escadas correndo e encontrei com a minha mãe na cozinha, sorri de lado e fui até ela que depositou um beijo demorado na minha testa, sorri novamente e encontrei com o na porta de casa com sua mochila nas costas, fomos caminhando até o carro que meu pai tinha me dado e dei uma olhada pra casa dela, da menina que eu amava e que por mais que meus amigos dissessem para esquecê-la eu demoraria muito para fazer isso mesmo acontecer.
Liguei o carro e sai acelerando rápido enquanto o idiota gritava o hino do nosso time de Futebol em qual o um amigo popular nosso jogava, por mais que nós os outros amigos deles fossemos muito ruins com futebol ele ainda era nosso amigo, sem ter vergonha disso.
         Depois de alguns minutos chegamos na escola, eu peguei o dinheiro do meu lanche e peguei minha mochila, desci do carro e olhei em volta, tinha bastante gente na escola já procurei pelos meus amigos e os encontrei sentados perto da escada, assoviei pro e nós fomos andando até eles, era até estranho cumprimentar eles já que pareciam meus irmãos, nós morávamos quase juntos, um sempre estava na casa do outro. Era incrível.
         Vimos Mathew se aproximar e perto dele estava ela, aquela que eu amava, meu coração começou a bater mais rápido e os quatro meninos que se encontravam perto de mim, tentava disfarçar o quanto eu já estava ficando vermelho de vergonha, mordi os lábios com força e encarei o chão, ver eles dois de mãos dadas sempre foi muito ruim pra mim, já que eu a amo antes mesmo de Mathew amar ela. Os dois pararam perto de nós e foi ai que meu coração bateu mais rápido.

-Vocês vão para a festa na casa da Geórgia? -Mathew perguntou e eu levantei minha cabeça o olhando.
-Não sei, ela vai fazer uma festa. -o nosso eterno jogador perguntou-
-Sim, ela vai.. e convidou a escola toda, podem ir vocês cinco, vai ser bacana. -Ele sorriu-
-Ok, que dia vai ser? - perguntou.
-Hoje, as 6:00 da noite, na casa dela, podem chegar e entrar. -a voz doce de ecoou por todo o lugar me fazendo sorrir- Espero que vão. -foram suas últimas palavras antes dela abraçar o namorado babaca dela e eles subirem a escada, olhei para ele subindo e assim que viu que a o olhava levantou sua camisa de leve me deixando ver que carregava uma arma na cintura, arregalei meus olhos e olhei pro chão juntando minhas pernas e suspirando assustado.
-Vamos entrar? -perguntou um dos meninos.
-Eu estou passando mal, acho que vou pra casa. -eu disse nervoso.
-O quê? Por quê?
-Não sei, estou me sentindo mal, vocês vão a festa não vão? Eu busco vocês se quiserem.
-Sem Problemas a gente fala pra professora que você passou mal, eu passo na sua casa pra gente ir pra festa, lembra do que conversamos hoje.

         Assenti e levantei da escada caminhando até o meu carro, meu coração batia rápido e aquilo que eu vi me fez repensar sobre toda a minha vida, e todas as vezes que observava a pela janela do meu quarto. Isso me deixava louco e aquela arma me deu medo, ele poderia SIM atirar em mim, e se soubesse tudo que eu sinto pela sua namorada, tudo que eu faço pra ver sua namorada, todos os meus sonhos e desejos sobre ela com certeza me mataria sem pensar duas vezes, e se ele já soubesse? E se ele já meu viu a olhando, a observando? Se ele já viu meu caderno? Ou será que ele conhece algum Hacker que invadiu meu computador? E os meus amigos? Será que eles contaram que eu gosto da namorada dele? Por qual motivo ele me mostrou aquela arma? Aquilo me fazia ficar confuso e com medo, muito medo.

         Cheguei em casa e parei o carro na garagem, encostei a cabeça no banco e fechei os olhos, sabia que a minha mãe tava em casa e não podia arriscar entrar, ela ia começar a fazer perguntas e eu ainda não tenho respostas exatas para nenhuma pergunta, nem para as minhas, comecei a pensar nela novamente enquanto pensava junto o que o Mathew faria se descobrisse o que eu sinto.

         Dormi no banco e acordei com a minha mãe batendo com força no vidro, levantei rapidamente batendo a cabeça no teto do carro e gemi de dor voltando ao banco normal, abri a porta do carro quase caindo e olhei para a minha mãe, olhei em volta e estava ficando de noite, arregalei meus olhos e me joguei no chão sentindo a minha cabeça latejar.

-Você prometeu levar os meninos em uma festa hoje? -ela perguntou me olhando enquanto eu ainda ficava estirado no chão
-Sim, porquê?
-Porque um de seus amigos ligou e disse que já está vindo para cá.
-Mãe. -ela me olhou- Que horas são?
-Seis e meia.
-Mentira? Já começou a festa. -levantei e comecei a andar pra dentro de casa sendo seguido pela minha mãe
-Aonde você vai?
-Pra festa na casa da Geórgia, volto cedo. Eu prometo.
-Tudo bem filho, eu confio em você!

         Sorri e subi as escadas correndo, entrando no banheiro de casa sem pegar nenhuma roupa trocava depois, eu estava atrasado, se bem que ninguém faz festa as seis em ponto, e é sempre bom chegar atrasado mas, eu queria pelo menos chegar a tempo de ver as meninas do terceiro ano ficarem bêbadas e não serem arrastadas por aqueles meninos babacas do futebol, e talvez quem saiba eu pegue uma delas, já que eu não fico com uma menina a um bom tempo.

[…]

         Estava lá, sentado em cima de um balcão ao lado de dois amigos meus eles estavam com um copo de bebida enquanto eu tinha acabado de virar o meu em um gole, estávamos rindo de como as meninas são vadias, e se vestem com as roupas mais curtas que elas tem apenas para chamar a atenção. Era tão engraçado discutir isso, estávamos em três porque dois deles estavam sozinhos fazendo não sabemos o quê, também nem entramos no assunto existe liberdade para fazermos o que quiser. Estava olhando pra frente e avistei a ela estava linda, sua calça jeans apertada e um tênis simples, uma camisa social e estava totalmente diferente das meninas que nós estávamos zoando, ela estava conversando com o idiota do namorado dela. Eu não conseguia tirar os olhos deles, ela me chamava a atenção, por mais que eu tentasse esquecê-la.
Vi Mathew se afastando da deixando ela sozinha, ela parecia confusa, ela olhou em volta e me viu, seus olhos se encontraram com o os meus me fazendo pela primeira vez sentir borboletas no estômago, achei que agora seria o momento que eu tanto esperava, mas Mathew a pegou pelo braço a puxando para outro cômodo, escutei alguém comentar perto de mim que ela nunca seria minha, desci do balcão e fui até o cômodo que ela estava, a vi do lado do Mathew e uns outros caras conversavam com eles, eu ia para a piscina que deveria estar vazia e assim que passei por Mathew ele virou a bebida dele em mim, eu o encarei e ele riu apôs fazer uma expressão de culpado.

-Oh desculpe-me ken não foi minha intenção. -revirei os olhos- Cadê a Barbie?
-Cara, que idiota. -falei rapidamente e o Mathew me olhou desfazendo seu sorriso
-O que você disse? -ele perguntou e eu me calei, logo senti ele me empurrar e as pessoas que dançavam e conversavam abriram espaço para eu cair no chão e cai bonito. Mathew ainda pegou uma lata de Red Bull da mão do amigo dele e acertou em mim, me senti um lixo, como nunca antes, veio rapidamente empurrando o Mathew e então me levantou, Mathew ainda tentou vir pra cima de mim mas o segurou, me levaram pra fora da casa e eu me soltei assim que sai, logo me deixaram sozinho e eu fui caminhando até uma cadeira perto da piscina, eu estava sendo um ridículo e não seria pra menos, todos lá dentro riam de mim, todos mesmo.

         Fechei meus olhos e fiquei suspirando calmo, além de ver esse idiota levar uma arma pra escola, não dar atenção pra menina que eu gosto, namorar a menina que eu amei como ninguém, ele ainda me trata como um idiota, não tinha como eu me sentir pior, eu nunca fiz nada pra ninguém, eu sou apenas um idiota, talvez um adolescente, e adolescentes comentem erros, mas eu não deveria sofrer tanto, não como sofro no amor, não como sofro na minha vida. Eu só precisava que tudo fosse diferente. Me sinto tão triste.
         Abri meus olhos devagar a puxei minha blusa de frio a tirando e jogando no chão, e depois tirei minha camisa, estava frio mas eu não me importava era melhor do que se sentir grudando, olhei para a porta assim que ouvi um barulho e vi algo que me surpreendeu, ela a vindo devagar até a mim, ela caminhava com os seus olhos atentos aos meus, não poderia ser verdade, eu estava perplexo, meus lábios tremiam, e não eram de frio, era de ver ela se aproximando cada vez, assim que se aproximou pude sentir seu perfume doce que me fazia sentir nas nuvens, eu a encarei espantado.

-É... bom, eu... -como ela sabe quem sou eu?- Eu queria pedir desculpas pelo Mathew, ele é um babaca mas, você... você está bem? -ela se preocupa comigo? Ela se preocupou comigo, uau, isso soa tão ridículo mas, ao mesmo tempo é muito bom, muito bom mesmo.
-Sim, eu.. eu estou bem. -respondi olhando em seus olhos.
-Ah, ok! Eu não gosto quando ele faz essas coisas, ele simplesmente sai fora do eixo. Você acredita que ele disse pra eu fechar minha cortina de vez, porque via você me olhando pela janela. -meu coração acelerou- Mas eu disse a ele, que você nunca me olharia afinal o que você, um cara inteligente, bacana e legal veria em uma vadia. -ela se descriminou como se fosse verdade. Mas ela mesmo se decepcionava com suas palavras, como se tivesse sido acusada por alguém que realmente gosta. MATHEW.
-Você não é uma vadia. NUNCA FOI!. -protestei.
-Bom, você é o primeiro cara que me diz isso. -ela sorriu, aquele sorriso.
-É que os outros caras não sabem ver o valor que você tem, um grande valor.
-Obrigada você é um cara de sorte.
-Sou nada, se fosse de sorte eu namoraria meninas lindas como você. -eu precisava fazer isso, talvez eu não teria a chance de conversar com ela sozinha mais uma vez. Mas vi que ela se sentiu incomodada.
-Bom, você tá de carro né? -assenti- E mora do lado da minha casa... bom, será que você poderia me levar, é que eu vim com o Math, mas ele está bêbado e eu não quero que aconteça nenhum acidente, você está normal, a não ser que ficou bêbado com as bebidas que o babaca jogou em você. -ela gargalhou e eu a acompanhei por mais que tinha sido uma zoação.
-Não estou bêbado, e claro que levo você. -sorri pra ela que colocou os braços em volta do meu, peguei minha blusa e minha camiseta e fomos andando pro lado dos carros.
-A propósito, você tem um corpo legal. -eu gargalhei.
-Eu não tenho um corpo legal, eu queria ter um corpo definido. -ela fez um estralo com a boca negando.
-Não, homens definidos são ridículos, eu particularmente gosto de homens assim que nem você. -ela deu leves tapinhas na minha barriga, foi suficiente para as borboletas que se encontravam lá sair pela minha boca como um suspiro apaixonado.


         Fomos até o carro e eu abri a porta para ela que sorriu agradecendo, entrei no carro e sai daquele lugar barulhento agora entrando em uma estrada quieta e confortável. começou a mexer na minha porta-luvas, mexendo nos meus CDS e então ela pegou um, colocou no som e eu fiquei curioso para saber qual CD era, continuei em silêncio até que começou a tocar, Wasting Love, do Iron Maiden, olhei rapidamente para ela assim que vi seus lábios se movimentarem e saindo um som que se acertava ao som da música, eu fiquei impressionado com aquilo, ela gosta de Iron Maiden. UAU, ela fica mais perfeita a cada dia que passa.
         Entrei em uma rua e senti o meu carro começar a falhar, não entendi o porquê, alguém tinha feito alguma coisa, ele começou a falhar o acelerador, estava ficando fraco por mais que afundasse o meu pé no acelerador ele não andava mais, o ponteiro foi caindo, mudei da marcha pra primeira e mesmo assim não foi, o ponteiro estava em 2 e o meu coração disparava, encostei o carro do lado da estrada vazia e desci dele, desceu também e segurou no meu braço, puxei o capô do meu carro e peguei meu celular, o que não ajudou muito, o farol estava acesso mas não era luz suficiente para eu conseguir enxergar o que tinha acontecido, eu tinha colocado água no motor, isso deu para checar. Vi a pegar meu celular e então mexer em alguma coisa, a olhei e ela me olhou fazendo uma careta.

-Sua bomba injetora está fraca, você não vai conseguir sair.
-ela disse e eu me impressionei. -Como sabe?
-Vou estudar engenharia mecânica. -assenti- Você vai ter que guinchar o carro, tem seguro?
-Sim, eu acho que tem.
-Liga para o chincho ou alguém que tem o número e manda vir guinchar, não... espera que horas são eles trabalham até a meia noite. -peguei meu celular da mão dela e olhei a hora, fiz uma careta.
-São uma e vinte da manhã. Não sei o que fazer. -cocei a nuca.
-Podemos passar a noite no carro, eu não me importo, mas prometendo que você tranque as portas e fique a noite inteira do meu lado, porque eu tenho medo de alguma coisa acontecer. -era tudo que eu mais queria.
-Sim, eu tenho uma coberta lá atrás, as vezes minha mãe me tranca do lado de fora e eu durmo no carro, dá pra nós dormimos no banco de trás, eu prometo que nada vai acontecer com você.

         Senti um peço leve em meu pescoço e fechei meus olhos e comecei a tremer assim que senti os dois braços finos dela prenderem no meu pescoço, envolvi minhas mãos em sua cintura e a abracei, eu sonhava com o seu abraço toda vez que a via do meu quarto, e sempre imaginei que seria tão bom assim, seu cheiro era maravilhoso e seu toque era calmo, abri meus olhos devagar e senti os lábios dela tocarem na minha bochecha, me estremeci e notou, mas não deu muito atenção, ela fechou o capô do carro e pegou na minha mão, fomos até o porta-malas e ela abriu mexendo nas minhas bagunças e pegando minha coberta verde, ela jogou no meu colo e nós rimos, ela pegou de novo na minha mão e me puxou para o banco de trás do carro, eu tirei a chave da ignição e tranquei todas as portas, meu carro tinha insulfilme, me sentia mais seguro assim, só rezava para o Mathew não passar por essa estrada quando ele for voltar, além dele morar no meu bairro o IROC dele acaba com a minha Range Rover.
         Apaguei a luz do meu carro, e me puxou para mais perto dela, aquilo foi como um sonho pra mim, ela deitou de lado no banco encostando a cabeça na janela ela me puxou e me abraçou de lado colocando suas pernas em cima das minhas e nos cobrindo com a coberta. Nós ficamos assim por muito tempo até ela começar a falar.

-Não sabia que você gostava de Iron Maiden. -ela comentou.
-Sim, eu gosto... e muito. Fico surpreso por saber que você gosta de Iron Maiden. -me olhou.
-Meus pais escutavam, o meu estilo musical é que nem o deles, Iron Maiden, Led Zepellin, Queen, Ramones, Beatles, U2, The Doors, entre outros ótimos cantores de Rock.
-Confesso que eu achava que você gostava de Jonas Brothers. -ela riu.
-Eles são bons mas não fazem meu estilo.
-Eu reparei. -ela riu de novo.
-Você é um cara legal, porquê não nos falamos antes? O que eu fiz pra você?
-Oras, nada. É que eu não sou de conversar com as pessoas.
-E eu sempre acho que as pessoas não falam comigo porque sou uma chata e vivo fazendo coisas erradas com elas.
-Não acho você uma chata, bom... pra ser sincero, acho que nós nunca nos falamos porque eu sou um adolescente desleixado, talvez. -ela olhou dentro dos meus olhos, seu rosto estavam tão próximo dos meus.
-... eu, você é tão lindo. Como nunca te vi antes? -eu olhei pro chão.
-Porque teve meninos melhores na sua vida . -respondi.
-SHH, não fala uma besteira dessa, você é bem melhor que eles. -senti minhas bochechas ficarem vermelhas.
-Eu só estava sendo sin...

         E então ali agora estava sendo realizado mais de um dos milhares de sonhos com essa garota, ela tinha colado seus lábios nos meus, eu mal sabia o que fazer, sentia minhas pernas ficarem trêmulas e eu não consegui movimentar meus lábios, era como se eu estivesse sonhando e a qualquer momento eu acordaria no banco do meu carro e perceber que tinha dormindo 15 minutos depois que voltei da escola, será que isso era possível? Será que eu estava mesmo com os meus lábios colados nos da menina que eu sonho todas as noites? Será que isso era mesmo real?
         Abri meus olhos e ela ainda estava ali, foi ai que cai na real e coloquei minhas mãos em seu rosto a puxando mais para mim e movimentando então meus lábios, eu me sentia realizado, meus sentimentos eram como uma explosão de artifício em volta de nós, eu me sentia leve, suave e o toque do beijo dela me fazia bem, era como um xarope e um veneno em meus lábios, me fazia curar de toda a dor que eu sentia e me fazia viciar em cada parte e em cada movimento, em cada toque que ela me dava, mas me fazia morrer por dentro, por saber que isso poderia ser somente passageiro, por mais que eu imagine ela do meu lado pra minha vida toda.
         Paramos o beijo por falta de ar e a me deu mais dois selinhos rápidos enquanto sua mão passava em meus cabelos, ela colou nossas testas e então em um jogo de corpo ela sentou no banco prendendo as suas pernas na minha cintura, eu estiquei minhas pernas e parecia praticamente agora sentada em meu colo, suas mãos brincavam em meu cabelo enquanto seus olhos estava fechados e sua boca levemente aberta procurando por ar.

-Eu queria isso a minha vida toda! -ela disse rapidamente sem abrir os olhos- Desculpa, eu sempre te notei, eu vivo colocando na minha cabeça que não te noto, que nunca vi o cara que você era, mas é mentira, desde a segunda série que você me disse que eu era idiota que todas as meninas eram também, eu achava você um mimadinho, mas assim que conheci o ele me contou coisas sobre você que me fez mudar de ideia e também o segredo que você me olhava da janela do seu quarto, Mathew nem sonha que você me olha, eu falei aquilo lá fora agora pouco pra eu ter mais assunto com você, porque eu queria que você me olhasse de perto, que você notasse quem eu sou de verdade, pra você me observar assim, frente a frente. Eu queria terminar aqui, assim como estamos... Desculpa fui eu que troquei a bomba do seu carro hoje, eu trouxe uma escondida e troquei quando vi você chegar, eu planejei tudo isso, você pode pensar que eu sou louca, idiota, o que quiser, mas eu só queria ter esse momento com você... daqui duas semanas eu sei que todos vamos mudar de escola, vamos seguir caminhos diferentes e eu achei que nunca mais íamos nos ver, e eu tinha que fazer isso antes que fosse tarde demais. Eu gosto de você.

         Eu não sabia o que dizer eu me sentia tão feliz mas ao mesmo tempo tão estranho, ela gostava de mim e eu gostava dela, mas passamos esse tempo todo assim? Longe um do outro, fingindo coisas pra nós mesmo. Era tão complexo, tão sem sentido, eu não conseguia pensar direito, isso foi tudo tão estranho. Eu sempre imaginei que eu conseguiria ela ficando rico, tendo um carro do ano e ficando bonito, nunca imaginei que a gostava de mim pelo que eu era, eu sofrendo por ela, enquanto ela me amava também, se eu soubesse tudo seria diferente. Eu ainda estava confuso, a garota que eu achei que não me notava simplesmente gosta de mim.

-Eu sou o cara mais sortudo do mundo. -disse rindo e colei nossos lábios novamente enquanto ela ria de uma forma doce entre o beijo, ela subiu por completo no meu colo e suas mãos do meu cabelo desceram até as minhas costas. Tanto tempo passei sofrendo por ela, pensando que nunca a teria, e hoje descubro que ela gostava/gosta de mim- Estou tão feliz. -falei parando o beijo- Tão feliz, que poderia gritar a todos que a menina mais linda do mundo, gosta de mim.
-Você é melhor do que imaginei. -e então ela colou nossos lábios de novo, fui deitando ela no banco do carro e separei nossos lábios, aconcheguei ela em meu peito e a cobri com a coberta- Você não me acha louca por ter trocado a bomba do seu carro? -eu ri pelo nariz.
-Não, foi a melhor ideia que você já teve!
-Obrigada. -ela me deu outro selinho- Eu fiz por uma boa razão.
-Uma ótima razão. -sorrimos e eu depositei um beijo em sua testa e a vi fechar os olhos e dormir.

[…]
         Acordei no dia seguinte com o corpo totalmente no chão e a em cima de mim, abri os olhos e suspirei cansado e senti as mãos da nos meus cabelos, ela se levantou se sentando e eu levantei logo depois, olhei para ela e seus cabelos estava levemente bagunçados e no seu rosto, ela passou a mão no rosto e o encostou no meu peito e eu então eu abracei enquanto bocejava. Olhei em volta e estava escuro ainda, mas o céu estava ficando laranja como se fosse amanhecer, mexi no bolso da minha calça e peguei o meu celular era cinco e quarenta e dois da manhã, a se afastou de mim e me olhou nos olhos, eu ainda achava aquilo muito esquisito e surreal pra mim.

-Vamos pra casa ? -ela perguntou me olhando.
-Vamos.

         Desci do carro e fui para o banco do motorista passou pro banco da frente arrumando sua camisa social e o seu cabelo, peguei meu celular e comecei a mexer nele procurando o número do guincho logo me atenderam e eu falei aonde nós estávamos e que precisávamos de um carro reserva porque estávamos atrasados para ir pra escola e eles apenas assentiram. disse que estava com fome eu tinha algumas coisas na minha mochila que por sinal não tinha guardado depois que cheguei da escola, ela pegou um suco e um pão da minha mochila enquanto eu peguei apenas um salgadinho, começamos a comer mas logo ouvi ela reclamar, a olhei rapidamente e ele tinha molhado a sua blusa comecei a rir e ele jogou o suco no meu colo me molhando um pouco e desceu do carro, coloquei o salgadinho no banco e fiquei olhando pra ela pra ver o que ia fazer, logo a vi abrindo a blusa, arregalei meus olhos comecei a encará-la, ela tirou a sua blusa e colocou em cima do capô do meu carro, seu sutiã era vermelho e irresistível não olhar para aquele par de seios quase saltando pra fora de seu mini sutiã.
         Ela notou que eu a olhava quase babando e bateu no capô e eu voltei de meu transe sentindo minhas bochechas ficarem vermelhas como um pimentão, olhei para ela novamente e ela fez um sinal para eu ir até ela, assenti e desci do carro quase tropeçando no meu tênis, cheguei perto dela e ela sorriu e logo mordendo seus lábios.

- Se importaria se eu ficasse de calcinha e sutiã? Acho que eu molhei minha calça também. -ela disse rindo eu sabia que era mentira.
-Não acho que você molhou sua calça. -me abaixei para conferir e foi quando ela colocou a mão nos meus cabelos dele leve me levantando e empurrando meu corpo contra ao carro, eu estava tão submisso dela assim, para ela notar que eu a queria mais que tudo nesse mundo? Ela esfregou seu corpo contra o meu fazendo a minha intimidade latejar e dar sinal de vida.
-Você não sabe mesmo o que eu molhei. -sussurrou perto do meu ouvido fazendo me contorcer.
-Não faz isso não quero que as coisas saem fora do controle. -ela riu.
-Então quando o senhor fica excitado as coisas ficam fora do controle. -eu não respondi, apenas olhava em seus olhos- Bom, Bom... muito bom! -ela sorriu- Eu não vou fazer nada com você eu não sou desse tipo de menina, mas fica esperto, porque um menino lindo como você, aquele tipo de menina vadia pode fazer um estrago. -E é nessas horas que eu queria que ela fosse aquele tipo de menina e a gente entrasse na droga daquele carro e eu sentisse o corpo dela chocando contra o meu enquanto suávamos como ciclistas e gememos os nomes um do outro.
-Eu vou ficar esperto, vou muito.
-É?! -ela perguntou com o rosto perto do meu- O que vamos fazer quando chegarmos na escola hoje? -ela perguntou me olhando
-Eu não sei, o que você acha?
-Eu não sei ainda não sei. -ela fala com sinceridade.
-Você vai continuar com o babaca do seu namorado?
-Eu gosto dele, por mais que eu sempre goste de você mais do que ele, foi com ele que eu fiz muitas coisas que não vou esquecer.
-Como perder a virgindade e beijar pela primeira vez. -ela assentiu.

         Ficamos em silêncio por um tempo, ela estava abraçada comigo e com as mãos em meu peito, seu cheiro estava impregnado em mim, por mais que ela não fosse minha eu me sentia dela, eu me sentia seguro e era como se fossemos feito um para o outro. Ficamos assim até o meu seguro chegar, eles desceram um outro carro, um Porsche, não sabia que meu pai pagava tanto assim no seguro. Peguei minhas coisas no carro e caminhei até o porsche sendo seguido pela , ela entrou no carro e ficou lá ainda sem sua camisa eu conversei com o homem que ia guinchar o meu carro falando que depois da escola eu passaria para buscar minha Ranger não comentei nada sobre a ser a verdadeira culpada de trocar a bomba porque até por um lado foi maravilhoso, sorri agradecendo e fui até o carro com a chave rodando em meus dedos, entrei e senti falta do meu carro, suspirei fundo e acelerei o carro saindo dali.

[…]

         Parei na garagem de casa, eram seis e cinquenta. Encarei a e ela se aproximou de mim me dando um selinho demorado e puxando meus lábios em uma mordida, permaneci com os meus olhos fechados até ouvir a porta do carro bater e então abri eles divagares foi o tempo que eu a vi colocar sua camisa e entrar na sua casa rapidamente e pulando que nem uma coelha, desci do carro trancando o mesmo e indo pra casa, empurrei a porta devagar e me deparei com a minha mãe parada na cozinha me olhando, sorri fraco e fui em direção a escada ela me chamou mas eu a ignorei, entrei em meu quarto e parei no meio do mesmo olhando pro quarto dela, minha cortina estava aberta e então eu a vi em pé me olhando sorrindo com uma cara de sono e com os cabelos presos em um coque, então ela se despiu lentamente enquanto me olhava, ela queria me torturar e estava conseguindo. Quando vi que ela ia ficar nua eu me joguei na minha cama fechando meus olhos, não que eu fosse gay mas eu a respeitava muito e não estava afim de ficar excitado a essa hora, ouvi a gargalhada dela do meu quarto e sorri espontaneamente e tirei meu tênis e logo depois dormindo.

-, hey... amigo? -acordei com alguém me balançando, levantei em um pulo e cai de novo na cama quando vi quem me chamava.
-O quê?
-Vamos pra escola cara, tá na hora!
- eu posso ficar mais cinco minutos não posso?
-Tudo bem se você quiser tomar banho na cama mesmo, eu não me importo de pegar um balde e jogar água fria em você.
-Então faça... -lembrei da - AI MEU DEUS, EU PRECISO TE CONTAR. -gritei sentando na cama, chamando atenção do e fazendo ele sentar na minha frente.- Eu beijei a -e logo uma risada idiota ecoou pelo quarto, eu me desanimei e o encarei- O que foi?
-Você é tão iludido que já está até imaginando as coisas.
-Imaginando? -levantei e encostei na minha janela olhando pro quarto dela.
-Eu a beijei, eu juro. Eu dei carona pra ela, e o carro quebrou então ficamos no carro e ela me beijou
-Tal história clichê. -ele disse rindo- Todo menino iludido sonha com o carro quebrando e a menina dos seus sonhos em seu carro, vai me dizer que dormiram abraçados e ela revelou que amava você como você a amava. -ele ria.
-Mas foi isso que aconteceu. -disse sério e ele gargalhou mais uma vez.
-Você é patético amigo, mas é engraçado... -ele suspirou- Agora vamos falar sério, você ficou irritado com o Mathew mesmo né? Nem me esperou para irmos embora juntos.
-PORQUE EU VIM EMBORA COM A .
-, cara entenda... ela não veio com você, as amigas dela falaram para o Mathew que tinha visto ela ir embora com outras meninas e não com você, todo mundo viu que ela foi embora bem depois de você ter saído, volta pra realidade amigo, por favor. -bufei irritado e olhei para a casa da de novo, ela tinha acabado de entrar, abri minha janela para assoviar e acenar pra ela, mas eu vi o Mathew entrando depois, ele parecia gritar com ela, desci do móvel da minha janela e fiquei olhando, vi a olhar pra cá e rapidamente andar até a janela fechando a cortina ela me olhou com os olhos cheios de lágrimas e o meu coração se apertou, falava alguma coisa mas eu não conseguia ouvir, eu apenas estava pensando no que poderia acontecer lá dentro e porque a minha menina estava chorando?!
-Vou ir tomar banho. -disse sem responder a pergunta do e entrei no banheiro com os meus pensamentos lá na casa ao lado.

[…]

         Estava parado ainda dentro do porsche com o teto aberto e enfrente a escola olhando pra todo mundo, e esperando a chegar, estava do meu lado escutando as músicas idiotas dele no som do carro enquanto se sentia por estar em porsche que abre o teto. Vi o IROC do Mathew parar em uma das vagas na escola e eu liguei o carro estacionando ao lado da dele, desci do carro, hoje estava com uma roupa diferente, um Supra branco no pé, por cima de uma calça jeans apertada iguais aquelas que o resto dos meninos usavam e eu apenas achava ridícula, uma camiseta de banda e uma jaqueta varsity, um boné de aba reta e deixei pra carregar minha mochila, fechei o carro e o teto foi fechando sozinho, dei de cara com a saindo do carro, ela estremeceu assim que me olhou e abaixou a cabeça, notei algo diferente no seu rosto, tinha mais maquiagem que o normal, a mandei levantar o rosto sussurrando e ela ignorou completamente e saiu andando puxando sua mochila, notei que tinha algo diferente mas não consegui ver, Mathew colocou o braço em volta do ombro dela e foram caminhando até o grupo dos meninos que jogam futebol, eu apenas fiquei parado olhando como um idiota.
         Comecei a andar e fui em direção a entrada do colégio, já que todos estavam entrando também, vi a caminhar até o banheiro, avisei pros meninos que ia para o banheiro e então eles assentiram. contou para os meninos sobre nossa conversa de mais cedo e agora todos os cinco estava me zoando, mas eu não me importava no fundo, no fundo eu sabia o que era verdade e nada poderia mudar isso.
         Vi ela entrando no banheiro feminino, olhei em volta e entrei logo depois, tinha umas meninas lá dentro e elas gritaram quando me viram entrar, qual é, elas nem estavam peladas nem nada, não precisava disso tudo, elas saíram, mas o banheiro ainda continuou com algumas meninas lá, me aproximei da que me olhava assustada, ela abaixou a cabeça e se encolheu na pia, me aproximei dela e encostei seu corpo na parede a fiz olhar pra mim, tinha muita maquiagem eu seu rosto, mais do que o costume, ela não usava muito, o básico de seu dia a dia era um rímel e um gloss, eu ainda acho. me olhava nos olhos com sua expressão triste, peguei papel no banheiro e os molhei, pressionei a na parede e por mais que ela não quisesse eu a forcei. Comecei a passar o papel pelo seu rosto até que estava todo limpo vi que tinha um enorme hematoma em seu rosto, passei meus dedos por aquele roxo que se encostava na bochecha e ia até a região de seus belos olhos, ela fechou os olhos e eu vi as lágrimas escorrendo em seu rosto, aproximei meus lábios de seu rosto e comecei a depositar selinhos por toda aquela extensão roxa enquanto a ouvia soluçar.

-Ele nunca mais vai encostar um dedo em você, eu prometo. -eu sabia quem tinha batido nela, e como estava parecia ser um soco, abracei a enquanto ela chorava ainda mais.- Eu vou matar ele. -eu disse a soltando e ela me segurou e então eu virei olhando em seus olhos novamente.
-Não, ele tem uma arma. -sua voz saiu apavorada e eu olhei pros lados, eu não tinha medo dele, eu tinha mais coisas do que ele tinha, mas o que eu só queria a pra mim.
-Eu também tenho uma. -falei perto do seu rosto, e ela arregalou os olhos e colocou suas mãos em meu pescoço deslizando por todo o meu corpo, e então parou na minha cintura aonde ela colocou as mãos e sentiu o metal que se encontrava ali.- Ele nunca mais vai encostar em você.
- o que você vai fazer? -eu sorri.
-Nada meu amor, eu não vou fazer nada... -ela me encarava enquanto eu apenas sorria de leve, eu não faria nada com Mathew, a menos que ele fizesse alguma coisa comigo.

         A abracei com mais força e ouvi ela soluçar ainda mais me fazendo ficar com o coração apertado, eu amava aquela garota e ver ela machucada e não poder fazer nada era demais pra mim. Escutei a porta do banheiro se arrastar e então a olhar e rapidamente se afastar de mim, me virei e dei de frente com Mathew que me encarava nervoso e ao seu lado tinha apenas um de seus amigos, mal sabia identificar qual deles era.

-? Então você é amante da vadia? -eu o encarei- Então é pra você que ela fica escrevendo horas e horas na internet, então é você o otário que quer tirar ela de mim.
-Bom, não posso fazer nada se sou melhor que você. -ele arregalou os olhos e logo soltou uma risada irônica.
-Você é um otário, sempre soube que eu sempre fui melhor que você em tudo, eu sempre ganhei mais coisas que você, sempre fui o perfeito, enquanto você o idiota que queria ser amigo do popular.
-Eu não tenho tanta certeza assim, eu não quero ser amigo do popular, afinal ele é um babaca. -ele deu um passo a frente e eu também, tentou me segurar mas não foi sucedida.- Então Mathew, você gosta de socar a cara de meninas ingênuas que nem a , porque não soca a minha cara afinal sou do seu tamanho. -ele riu.
-Vamos parar de palhaçada você sabe que é do meu tamanho mas ainda é uma menininha.
-A menininha que fez sua namorada se apaixonar. Ops.

         Senti meu rosto se contrair e então a mão de Mathew chocar com o punho fechado contra a minha bochecha, mal ele tinha desencostado a sua mão do meu rosto, com um empurrão e o segurando o prendi na parede e comecei a socar sua barriga, foi apenas meu extinto, algo dentro de mim queria aquilo mais do que eu, e enquanto eu socava, me vinha em mente todas as coisas que ele já me fez, e todas as brigas que eu já o vi ter com a . Eu sempre odiava aquilo. De todas as vezes que ele a traiu e ninguém nunca contava a verdade pra ela, de todas as vezes que ele só a procurava por sexo.
         Eu nunca havia me sentido assim antes, e nunca fui de briga, sempre tive respostas na ponta da língua mas brigar nunca briguei e bater em um cara que eu odeio muito é uma sensação maravilhosa, estava sentindo o prazer rolar das minhas mãos.
         Mathew gemia a cada soco e tentava me empurrar, derrubei ele no chão e comecei a dar um soco atrás do outro em seu rosto, ele estava ficando vermelho e algo úmido encostou em meus dedos, era o sangue do desgraçado, ele então esticou seus braços na tentativa de colocar a mão na cintura eu segurei os braços dele e dei mais um soco em sua barriga e peguei a arma que ele tentava pegar de sua cintura. Sorri vitorioso e sai de cima dele, olhei pro amigo covarde dele e sorri indo em direção a que estava encolhida no canto do banheiro espantada e chorando com aquilo, me aproximei dela e a puxei me abraçando.

-VOCÊ NUNCA MAIS CHEGA PERTO DELA, PORQUE AGORA ELA É MINHA.
-Você é um idiota . -ele passou a mão no rosto secando o sangue.
-Vamos, vá embora Mathew, ninguém quer mais você aqui. Babaca. -ele então me olhou mais uma vez e olhou para a que escondeu o rosto dela no meu peito e eu apertei mais, coloquei a arma do Mathew no bolso da minha blusa e ele saiu batendo a porta, abracei a por completo e agora ela me apertava firme me passando segurança, e eu passando pra ela.

[…]

         Ela tinha ido pra sala dela e eu estava na minha, estava conversando com o sobre o que íamos fazer depois do colegial, ele disse que ia se envolver com música, o mesmo sempre gostou de música e eu tenho cem por cento de certeza que ele ia se dar bem. Estava ainda lá conversando até que uma das amigas da apareceu na porta e me chamou, eu levantei correndo e fui até ela, ela estava pálida e respirava ofegante, parei em sua frente e ela ficou um minuto apenas me encarando, tentando falar algo mas lhe faltava ar. Eu estava preocupado já que elas nunca me chamavam ou falava comigo.

- a precisa de você urgente, na sala de cinema.
-Porquê? O que aconteceu?
-Vamos, pelo amor de Deus. -olhei pro meninos e acenei para eles esperarem, o professor não estava na sala ele tinha ido buscar papeis para ele passar um trabalho pra nós. Começamos a andar cada vez mais rápido, saímos do prédio e fomos em direção a sala de cinema, a menina bateu duas vezes na porta como se fosse um tipo de toque e ela foi destrancada, a menina que estava do lado de dentro estava tremendo e pálida, a sala estava vazia, mas lá na frente tinha alguma coisa que me chamou a atenção, dois bancos lá na frente estavam ocupados, comecei a andar devagar me perguntando o que estava acontecendo, e então parei na quarta fileira e olhei lá estava a ela estava com algo na mão e olhava pra frente, caminhei mais um pouco e na primeira fileira estava o Mathew, mas ele estava... não sabia distinguir, sua cabeça estava caída para a frente, como se corpo estivesse todo mole, algo saia de sua boca levemente aberta, caminhei até ele e empurrei sua cabeça, foi quando vi um enorme buraco em seu peito, dali saía muito sangue, arregalei meus olhos e olhei para a ela chorava muito, coloquei as mãos no meu bolso e a arma não estava lá, ela tinha pegado enquanto nos abraçávamos no banheiro, e eu nem havia notado isso. Sim, sou um grande idiota. Pulei a primeira fileira, e quase cai na segunda fileira de cadeiras pra chegar até ela, ela estava quieta, olhando pra frente e com os olhos cheios de lágrimas, até conseguia entender seu sofrimento. Sentei do seu lado e tirei a arma com cuidado da sua mão e a abracei, ela rapidamente me abraçou de volta e começou a chorar.

-Eu tive que fazer isso . -ela falava embaçado por conta do choro.
-Ele confessou que matou a mãe dela. -uma das meninas falou de longe e vindo na nossa direção.
-Ele fez o quê? -perguntei confuso.- Afinal porquê estavam aqui?
-Ele mandou uma mensagem pra , falando que já não iam mais ficar juntos ele queria contar um segredo pra ela, antes de você sair do banheiro ela pegou a arma do seu bolso e escondeu lá, porque ficou com medo de você fazer alguma coisa, mas na hora que Mathew mandou uma mensagem falando pra encontrar com ela no cinema ela mandou a gente ir com ela e por precaução levou a arma.
-Ela achou que ele bateria nela de novo. -a outra menina disse.
-Continua. -falei.
-Então, nós viemos por trás e ela pela frente, e então ele disse pra ela que a dois anos atrás a mãe dela não foi assaltada por qualquer bandido, ele assaltou a mãe dela, assaltou porque ele não sabia de quem ela era mãe, depois de uns dias ele descobriu e então achou a muito linda e por conta da loucura avançada dele, ele se apaixonou por ela. Mas ela não resistiu quando descobriu que tinha sido ele, ela foi na direção dele, ficando frente a frente e então escutamos um disparo e tinha sido dela, certeiro no coração. -passei a mão no rosto da e pensava em alguma coisa, ela seria presa por matar ele, eu não poderia deixar isso acontecer.
-Vocês tem luvas? -elas assentiram- Peguem a mangueira que lavamos a quadra e molhem tudo aqui, tudo mesmo, até o Mathew. -as meninas fizeram cara de novo- Lava tudo, e coloca a mangueira no lugar tirem os sapatos de vocês e vão andando até a escola de meia, quando chegarem na casa de vocês queimem as meias e as luvas ok? Se perguntarem vocês não viram nada, não sabem quem foi... Ok?
-Ok, mas o que vocês vão fazer?
-Vamos para Miami. -a me olhou.
-Como assim Miami?
-Não podemos ficar aqui, eles podem descobrir que você matou, indo para Miami vamos ter vantagens.
-Mas... -eu a interrompi.
-Não temos outra escolha, eu disse que nada ia acontecer de ruim enquanto estivéssemos juntos e nada vai acontecer. -levantei e puxei ela- Vocês sabem o que fazer né?
-Sim bobão. -uma delas responderam e eu sorri.
-Obrigado. Quando eu estiver bem de vida lá em Miami, pago uma passagem para vocês irem visitar sua amiga do coração.
- sem palhaçada em uma hora dessa.
-Eu 'tô feliz cara, eu odiava esse homem. -elas riam.
-Fiquem bem. -as duas meninas abraçaram a e então a soltaram para irmos embora, saímos do cinema e fomos caminhando até o estacionamento, ela tremia muito e eu tentava abraçá-la de todas as maneiras, isso ficaria na cabeça dela pra sempre, afinal não é todo mundo que mata alguém.

[…]

Miami – um ano depois

-Amor acho que eu não fui bem na prova e você? - entrou no quarto me dando um susto e sentando na minha frente na cama.
-Não sei acho que fui bem, sempre vou. -me gabei e ela gargalhou alto me fazendo rir junto.
-Obrigada por sempre estar comigo.
-Eu prometi não prometi, mesmo eu sendo um adolescente desleixado eu nunca vou deixar minha princesa sozinha.
-Eu te amo tanto ! -ela se inclinou pra frente e juntou nossos lábios.

         Eu não tinha o que reclamar, depois que viemos para Miami nossa vida mudou completamente, eu comecei a trabalhar em uma loja de discos só que ai eu tocava violão no balcão então me vieram propostas para eu tocar em bares, mas não foi só isso, as minhas letras compostas estão sendo cantadas por ótimos artistas famosos o que me deixa muito orgulhoso. Estou fazendo faculdade de letras e está fazendo faculdade de engenharia mecânica. Minha mãe e meu pai estão bem lá em Londres, eu tenho uma família perfeita. Levei a um restaurante semana passada e fiz-lhe uma surpresa pedi a sua mão em namoro já que a gente vinha ficando a um bom tempo, e de retribuição eu tive uma surpresa, ela está esperando mais um membro pra minha família, eu não poderia estar mais feliz. Tudo que eu queria, a mulher da minha vida, construir uma família, tudo que eu queria agora está aqui. Eu hoje me orgulho do que fui ontem, e estou muito satisfeito e em saber que as pessoas diziam que eu nunca ia conseguir realizar o meu sonho, que eu nunca ia ter o que eu queria, que era impossível, mas não foi impossível pra mim que tive fé e acreditei, não foi impossível, eu sonhei, acreditei, batalhei e consegui, foram anos de sofrimento mas depois que consegue é a vida toda de felicidade.

-Amor. -ela parou o beijo e me abraçou.
-Hum...
-Eu tenho dois ingressos para o Iron Maiden para sexta-feira. -ela falou com entusiasmo e eu a soltei olhando em seus olhos que brilhavam como o sol, eu sorri e agradeci mentalmente por ter essa mulher na minha vida.- ? Você vai né?
-Mas é claro que eu vou, eu amo Iron Maiden, amo você e quero ser feliz ao seu lado.
-Você tá estranho amor. -ela disse rindo.
-Eu sou estranho, é por isso que você me escolheu.
-Não é por isso, é porque eu sou uma garota desleixada como você!

FIM
Olá ;
como você está? Gostou do imagine? Eu demorei um pouco para trazê-lo porquê tive uns problemas com a formatação do blog, que não estava aceitando muito bem, espero que tenha gostado e desculpa por estar muito fraquinho, é o meu primeiro imagine interativo, e imagines interativos dão mais um pouco de trabalho. eu agradeço por ter lido tudo e se gostou comenta ai e divulga pros seus amigos também, que em breve eu trarei mais imagines interativos para você ler :) Bom, até breve, muito obrigada por ter lido, volte sempre!
146

146 comentários:

  1. Ficou perfeito haha, faz mais desse tipo kkkk
    bjss liamda <33

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo precisamos de mais desse tipo

      Gabii

      Excluir
  2. nossa que lindo foi emoção do começo ao fim espero que vc traga mais para mim poder ler

    ResponderExcluir
  3. Omj PER-FECT ameeeeeeeei
    ficou muito loka ficou demais fiquei supresa no final
    e a fic da o maior suspense e eu adoooro suspense
    amei amei mil vezes amei, faz mais fics assim interativa
    Please

    ResponderExcluir
  4. Meu DEUS ficou muito mais que perfeito!!! Faz mais desse tipo!
    bjss Cams te amo xx

    ResponderExcluir
  5. Ficou Per-fect!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Perfeito
    Adoro fics interativas *u*
    Bem que podia fazer mais dessas...

    ResponderExcluir
  7. Ai meu Deus, que lindo kkkk Bem que tu poderia fazer mais dessas ne kkkkk Ameeeeei

    ResponderExcluir
  8. Parabéns!!! Divoo serio..tipo muitoo , já disse que vc divo? kkkk muito legal
    Amei*_*

    ResponderExcluir
  9. Aaaa que perfeito Caaah, tipo ~le eu me sentindo a dona do imagine~ kkkkkkkkkkkkk Eu adoooooro imagines/fan fics interativos é como se fosse feito perfeitamente pra mim hahaha :3
    Eu ameeeei Caah... Parabéns! Foi o seu primeiro perfeito de muitos outros perfeitos que tenho certeza que vou ama-los como esse!! <3

    ResponderExcluir
  10. Perfeitamente Perfeito!!!
    Ameeei
    Faz mais como esse...

    Ana XX

    ResponderExcluir
  11. tipo , agora sim eu pudi sonhar com o garoto dos meus sonhos *0* faz mais assim pfv !! , é muito perfeito .

    bjss
    cams sou tua fã ! kkk

    ResponderExcluir
  12. Ri muito aqui >>>>>>> Olá Duda; como você está? Gostou do imagine? Eu demorei um pouco para trazê-lo porquê tive uns problemas com a formatação do blog, que não estava aceitando muito bem, espero que tenha gostado e desculpa por estar muito fraquinho, é o meu primeiro imagine interativo, e imagines interativos dão mais um pouco de trabalho. Maria Eduarda eu agradeço por ter lido tudo e se gostou comenta ai e divulga pros seus amigos também, que em breve eu trarei mais imagines interativos para você ler :) Bom, até breve, muito obrigada por ter lido, volte sempre! <<<< KKKKKKKKKKK' Bom eu AMEI' e continua flor *u*

    xX: Duda Druzian

    ResponderExcluir
  13. Muitoo bom, eu sou sua fã! A primeira fic q eu li foi uma sua e ela é perfeita!!
    Bejus

    ResponderExcluir
  14. To de boca aberta, que talento garota simplesmente PER-FECT caramba eu li com o Nini pois combinou com ele e ele é super fofo ficou lindo demais cara :O *-*

    ResponderExcluir
  15. Camila Homs, garota quando eu penso que tu já se superou, tu sai diivaando <333 . Obrigada por sua imaginação permitir mergulhar em uma história incrível, porém apenas uma história.. agradeço muito e simplesmente amei :)

    ResponderExcluir
  16. aaah Cams amei mt , tipo o meu é cm o Liam e ficou divo, pq combinou cm ele ! Faz mais assim? Amei mt parabens <3

    ResponderExcluir
  17. AINNNNNN CAMS, MEU CORAÇÃO SERTANEIJO :3
    EU AMEI E INDOQUEI PRA UMA MIGUXA 'BELÊ?
    SIMPLESMENTE AMEI, E SE ESSE FOI O PRIMEIRO, TO ESPERANDO A PROXIMA PORQUE VAI ARREBENTAR A BOCA DO BALÃO :P

    ResponderExcluir
  18. ameiiiii vc devia fazer mais assim.

    ResponderExcluir
  19. Amei,serio,acho q devia ter mais imagines desses!

    ResponderExcluir
  20. Adorei o imagine espero ler outro interativo assim logo foi a primeira vez q eu le um imagine interativo.
    Assinado:larissa* _*

    ResponderExcluir
  21. 3 VEZ AKIE KKKK , É QUE EU XONEI NESSE IMAGINE !!

    AIN CAMS FAZ MAIS ASSIM É TÃO BOM !!!

    DEPOIS DA FIC OQUE TE TORNA LINDA ESSE IMAGINE É MEU FAVORITO

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. MENINA VC É PERFEITA U.U QUE LINDO, CARA VEM CA E ME ABRAÇA PQ NÉ KKKKKKKKKKK EU TBM ESCREVO IMAGINES E FANFICS, MAS EU NÃO SEI SE SÃO BONS, JA OS SEUS SÃO PERFEITOAS AMORE :DDDDDD

    ResponderExcluir
  24. Aaaaaaaa cara que perfeito , to até emocionada e.e . Eu escolhi o Liam pra me amar :3
    Beijos Cah <333

    ResponderExcluir
  25. Adorei Foi Perfeito!!! :)

    ResponderExcluir
  26. Meu sem palavras,voce tenque fazer mais desse tipo,parabens!!
    xx:Gabriele

    ResponderExcluir
  27. aaaaaaaa ta muito perfeito!! Adorei !!!

    ResponderExcluir
  28. Aii Camila ficou lindoo , faça please mais desses interativos e garanto que seu blog vai ficar melhor do que já é com esses interativos , e obrigada por fazer os dias das fãs felizes . Bjss

    ResponderExcluir
  29. Muito perfeito!!!!!! AMEIIIII... faz mais assim?

    ResponderExcluir
  30. Amei , você tinha que ganhar um Oscar por escrever tão bem , seu fic é perfeito , o melhor blog que eu leio , estou ansiosa para as próximas fanfics interativas , bjss gostei muito Camila .

    ResponderExcluir
  31. Cami ficou perfeito *-* , serio vc é ótima

    ResponderExcluir
  32. Aii que perfeito *-*
    Eu amei,ficou lindo demais,trás mais imagines interativo pro blog rs.Eu amo ler seus imagines,você escreve muito bem.Parabéns rs !
    Samara Frota

    ResponderExcluir
  33. Awwwnnnn q liindo *.* / I'm just a teenage dirtbag baby

    Amei o imagine interativo, estou ansiosa para os próximos.


    xoxo - Mari

    ResponderExcluir
  34. Imagine By: Cams. Eu disse cams? Eu queria dizer perfeição. Ahhh, mas da ni mesmo. Muiti perfeito cara, tipo casava com ele, estrupava, slá, mas ta muito bom, queri mais Cams. Te amo tá?
    Xx Liara Jacob

    ResponderExcluir
  35. Adorei esta perfect faz mais pq vc e boa

    ResponderExcluir
  36. Ownnn >< ... ficou perfeito flor! Faz mais imagines desse tipo? Ficou mto diwo!
    Malikisses Liamda

    ResponderExcluir
  37. Ficou Perfect Queremos mais :D

    ResponderExcluir
  38. Mano , que foda . principalmente por ter o meu nome e tals kkkkk AMEI isso

    ResponderExcluir
  39. que perfeito!!! Amei... vc deve fazer mais imagines interativos. Giovana

    ResponderExcluir
  40. Amei Camila, ta perfeito! *-*

    ResponderExcluir
  41. Cara eu ja falei que vc é perfeita, diva ? Cara vc é Demais sério eu amo seus imagines!
    OBS: Por favor faça mais imagines como esse :D
    De sua eterna fã: Lara
    OBS DE NOVO: Amei o Texto que vc fez no Final <333333333333

    ResponderExcluir
  42. AWWWWWWWWWWWWWNNN QUE LINDOOO, o melhoor u.u Parabeens!!

    ResponderExcluir
  43. CARAAAAAAAA QUE PERFEITOOO..TIPO DE MAIS, PARABÉNS VC ESCREVI MUITO BEM!!

    ResponderExcluir
  44. NOSSA EU AMEI FIQUEI DAS 2:00 AS 4:00 DA MANHA LENDO E RELENDO, COM PERSONAGENS DIFERENTES E ETC... PER-FECT

    ResponderExcluir
  45. Amei Camila, faz outro imagine desses só que HOT, kkkkkkkk
    Amei linda!

    ResponderExcluir
  46. Aiiiiinn que per-fect! Volta logo viu?

    ResponderExcluir
  47. Caaaaaams eu amei , ta perfeito .. gosto tantod das suas fics

    ResponderExcluir
  48. PER-FECT! Ameii de verdade! Faz outras imagines interativas! Please!


    ResponderExcluir
  49. amei vc deveria fazer mais desses assim ta bom bjs

    ResponderExcluir
  50. So eu li cinco vezes e fiz com os cinco meninos? Kkkk

    ResponderExcluir
  51. Eu amei A-M-E-I AMEIIIIII muitoo perfeito

    ResponderExcluir
  52. Ficou perfeitoooo, nossa imagines interativos são muito bons kkkk Amei msm posta mais desse tipo, fiquei me achando quando vi meu nome no imagine #TaParei kkkkk

    ResponderExcluir
  53. Nossa que perfeito AMEEIII parabens!!

    Gabiih

    ResponderExcluir
  54. Perfeitooooooo*.*
    Faz mais desses por favor!!

    ResponderExcluir
  55. Perfeitooooooo*.*
    Faz mais desses por favor!!

    ResponderExcluir
  56. Cara, simplesmente eu amo suas histórias. E eu quero te MATAR porque você me fez chorar MUUITO com a longfic "NERD"... sério.. eu sabia que você ia fazer isso comigo, me tranquei no quarto para poder chorar em paz, e eu AMEI o jeito foufo do Harry, MUITO OBRIGADA POR PROPORCIONAR MOMENTOS COMO ESSE PARA MIM E TODAS AS OUTRAS DIRECTIONERS. Em nome de todas as minhas IRMÃS DE CORAÇÃO, muito obrigada mesmo. Eu te amodoro por isso <3

    ResponderExcluir
  57. Ai meu deus ameiii ,faz mais desses sao otimos ~vomitando arco-iris~
    Omg

    ResponderExcluir
  58. Nossaa! Ficou tão lindo como o segundo que fizeste! Acho que TEM que ter mais interativos e que tens que investir nisso, flor! Ficou lindoooo! Bjus!

    ResponderExcluir
  59. Oie,Ameeeeei nossa tipo...d+ haha.vou te falar uma coisa.....VOCE e a escritora dos meus sonhoskkk.Eu coloqi o nome do Liam *---*.Ficou Perfect,ñ demora a escrever.
    Bjuus Milla;),ja te <3

    #Anapayne:)

    ResponderExcluir
  60. Nossaque lindo adorei ><

    ResponderExcluir
  61. A cada imagine q eu leio eu choro por algo. Obrigado por cada momento fofo e louco q eu passei
    Eu acho q vc devia ser escritora vc ARRASA

    ResponderExcluir
  62. amei seu imagine, continue escrevendo. beijos da sua mais nova admiradora. Maya.

    ResponderExcluir
  63. perfeição ever

    ResponderExcluir
  64. Isso ficou muito muito perfect... Aaaah quase tive um heart attack

    ResponderExcluir
  65. Haha, amei, ficou muito perfeito, parabéns!

    ResponderExcluir
  66. Cara, já é a quinta vez que eu leio essa imagine,acho ela perfeita,você escreve super bem ,está de parabééns ... espero que faça mais imagines interativas e saiba que o seu blog está em primeiro na minha lista de favoritos haha .. adorei mesmooo faça mais que eu estarei lendo sempre ...

    ResponderExcluir
  67. Camila de fraquinho esse imagine não tem nada, ele é simplesmente perfeito e levando em conta que é seu primeiro interativo você merce meus parabéns... Eu amei de verdade e quero que você faça mais que eu estarei aqui pra ler ♥

    ResponderExcluir
  68. Amei melhor que esse ñ tem♥♥

    ResponderExcluir
  69. Eu to des da 1 da manha procurando algo que realmente preste e bem achei isso era umas 3 horas como eu só lenta ja são 6e15 da manha ta claro la fora, e eu ainda tenho festa hoje a noite, mas foi a melhor coisa que ja li em toda minha vida, eu escrevo fic, e você realmente escreve perfeitamente ...
    Eu amei :3

    ResponderExcluir
  70. Cami seus imagines interativos sao foda continue assim e nao esta fraquinho coisa nenhuma.
    XxMari

    ResponderExcluir
  71. MEO DEOS, perfeito demais <3

    ResponderExcluir
  72. JESUS AMORAAA Q PERFEITOOOOO! AMEII ♡♡

    ResponderExcluir
  73. Ameiiii. Quero masss. Perfeito, Maravilhoso. Estava de mas.

    ResponderExcluir
  74. Oxe isso bom demais que da conta !!!! muiito Bom parabéns escreve muito bem, muito bem mesmo :D

    ResponderExcluir
  75. ficou muito perfeito! parabèns Liamda, poucas pessoas tem talento para isso :)

    ResponderExcluir
  76. AMEI simplesmente estou apaixonada por esse Imagine foi um dos melhores que eu já li :D *-*
    Ass:Larissa

    ResponderExcluir
  77. Vou bem e vc? Entao... eu ameeeeeeei ate d+ foi um dos mais perdeitos q eu ja li vc escreve muito! -Fabi

    ResponderExcluir
  78. Ameeeeei cara *-* Já disse q vc é foda ? Crlh garota, seus imagines são perfeitos, PQP.

    ResponderExcluir
  79. Perfeito cara :3

    ResponderExcluir
  80. aaaaaaaaaaaaaah meu Deus ta perfeito !!!!!!! eu literalmente ameeeeeeeeeeeeeei esse imagine, foi o melhor que eu li !!!!!

    ResponderExcluir
  81. PORRAAAAAAAAAA TA PERFEITO MUITO PERFEITO MUITO MUITO MUITO PERFEITO MUUUUUITO PERFEITO PARABENS

    ResponderExcluir
  82. Tem certeza que é seu primeiro? Parece que ja tem esperiencia ta simplismente perfeito ja foi até para os meus''favoritos'' do PC ta lindo Amei obrigada por fazer isso foi o melhor que eu ja li,de verdade o melhor mesmo

    ResponderExcluir
  83. Como assim, essa foi a sua primeira fanfic interativo? Eu não posso acreditar, impossível cara, essa foi o melhor imagine interativo de todos os tempos! Não sei, mas tipo, sei lá ficou perfeito, lindo e etc.

    ResponderExcluir
  84. eu já perdi a conta de quantas vezes eu li...por deus garota você é incrível

    ResponderExcluir
  85. Owwnnt amei eles ouvindo wasting love no carro, muitas vezes pensava no Louis ouvindo essa música. qUando eu sra rockeira ouvi todas as bandas citadas nesse imagine e muitas outras. Imagine perfeito parabéns!!!

    ResponderExcluir
  86. Q Perfeitoo! Eu apoio muito fanfic interativa porque com a Fanfic interativa da pra você se sentir como se fosse real o menino que eu gosto estar me chamando! Eu coloquei o nome do Zayn. Kk Não é igual as fanfics normais! Parabéns! E pra primeira vez vc está mais q ótima! Amei o que vc escreveu! Eu gosto de fics assim, com romance, drama. No final senti como se vc estivesse falando.comigo. kkk Parabéns!!!!

    Bjs

    Gabii

    ResponderExcluir
  87. Meeooo Deeeeos q perfeito cara, mt lindo sério mesmo amei tudinhu Parabéns!

    ResponderExcluir
  88. Perfeitamente perfeito !!!! Amiga vc escreve mt bem awww derretendo de fofura aki Parabéns

    ResponderExcluir
  89. Adorei!!! Muito lindo e legal!!! S2

    ResponderExcluir
  90. amei fico perfeito

    ResponderExcluir
  91. Tem certeza que é seu primeiro ? Você escreve muito bem ....
    Parabéns ! E se ja escreveu outros me mande o link !

    ResponderExcluir
  92. Ameiiiiii!! Mtooo pfto! Parabéns!

    ResponderExcluir
  93. Awwwwn tinha que ser vc ne Camila !<3 eu sou sua fa numero 1 eu amei ! "A crazy love" e "All that dream realized" e to amando "oque te torna linda ?" (No blog one di meu tudo...) E amei esse imagine vce mt mt boa <3 Giovanna Aparecida Oliveira Torres :3 xxx (eu sei que as fcs imagine que eu sitei ja fazem mt tempo e q eu to lendotd agr rs kk)

    ResponderExcluir
  94. Aawwhnn fofa naum fala assim não o Imagine tá super emotional e sim sofrimentos... Mas oque Vc escreve já nos deixa feliz do jeito que gostamos....okay
    Continue assim mas não fale de seus imagines não importa se é grande ta Perfect!
    E se Vc quer um imagine ou fic dedicada a Vc so pedir!!beijos da Mel

    ResponderExcluir
  95. Fanfic perfeita amei ♥_♥
    2 bjks juliana

    ResponderExcluir
  96. Maravilhoso, Simplesmente Perfeito <3<3<3

    ResponderExcluir
  97. Eu nao conhecia esse blog mais fiquei lendo as coisas q ttem aki e me impressionei

    ResponderExcluir
  98. Presta atenção,eu acho que já visitei esse interativo umas 1000 Vezes e não me canso de sempre ler com o Louis *0*

    ResponderExcluir
  99. Pft s2 vc tem talento pra imagines!espero que vc faça mais assim parebens!

    ResponderExcluir
  100. Foi ate engraçado, pus um monte de nme aleatório.: Bob esponja, Naruto, Johnny depp, EU! kkk
    mas eu amei*-*

    ResponderExcluir
  101. Uau! Que perfeito 💜 um dos melhor que ja li 👏👏👏💜💙

    ResponderExcluir
  102. mtooo fofooo, liindo , parabéns.. continue fazendo mais imagines!!! ;) :*

    ResponderExcluir
  103. Eu Ameiiii Demais... Amo demais em ler imagines... E Amei bastante o seu..

    ResponderExcluir
  104. Eu Ameiiii Demais... Amo demais em ler imagines... E Amei bastante o seu..

    ResponderExcluir
  105. Oi pode me ensinar a fazer imagines interativos pfv bye emoxinha

    ResponderExcluir
  106. Oi pode me ensinar a fazer imagines interativos pfv bye emoxinha

    ResponderExcluir
  107. Aqui estamos nós..... Em 2016 mas eu vou comentar igual.... Porque... MEU DEUS DO CEU EU AMEI!!!! PERFEITOOOO JA DISSE QUE EU AMEI?? POIS ENTAO EU AMEI!!!! OTIMOOO ❤❤❤❤❤❤❤❤❤ XX LEEH

    ResponderExcluir
  108. Aqui estamos nós..... Em 2016 mas eu vou comentar igual.... Porque... MEU DEUS DO CEU EU AMEI!!!! PERFEITOOOO JA DISSE QUE EU AMEI?? POIS ENTAO EU AMEI!!!! OTIMOOO ❤❤❤❤❤❤❤❤❤ XX LEEH

    ResponderExcluir