Stole My Heart - Capítulo 30 / 2ª Temporada

- ALWAYS AND FOREVER

 
MÚSICA do capítulo, dê play quando eu pedir (:

P.O.V. HARRY
     Já tinham se passado seis meses, três semanas e um dia desde que SeuNome sofreu um “acidente”. Meu mundo simplesmente desabou quando o médico disse que a mesma tinha 40% de chance de acordar e 60% de não acordar, já que o coma que a mesma entrou era um muito forte e pelo que parece perigoso demais. Ok, é uma boa porcentagem se levar em conta, mas eu queria que a maior porcentagem fosse a possibilidade dela acordar ser a SeuNome que encantava todos com seu sorriso, olhar, seu abraço, seu jeito... encantava a todos sendo ela mesma. Isso foi o que fez com que eu me apaixonasse por ela logo de cara. E quando eu sai ileso e ela naquele estado deplorável.
     Mas infelizmente eu não pude ficar todos esses meses com ela. Sei que fiquei três praticamente morando lá, todo dia eu tomava café numa padaria lá perto do hospital e passava o horário de visitas inteiro a encarando esperando alguma melhora, algum sinal de que ela acordaria a qualquer momento em que eu estivesse lá. Depois voltava pra casa, descansava um pouco, ia pra gravadora e voltava. Só não à via quando sua mãe, seu pai, Dylan ou os meninos iam lá a visita-la, afinal eles tinham os mesmos ou até mais direitos que eu de vê-la, já que são família e eu apenas... o namorado dela. Agora sinto-me um idiota por não tê-la pedido em casamento quando tive chance, ela pode morrer e eu não fiz o que ela mais desejava. Emily e Spencer já me disseram que ela se queixava do “Por quê em quase dois anos Harry ainda não me pediu em casamento?” mas ninguém me avisava isso, e Niall me chama de lerdo nessas situações. Agora o compreendo.

Louis: Harry? – disse me chamando do batente da porta do quarto do hotel
Eu: Fala. – respondi me sentando na cama
Louis: Liam mandou a gente ir guardando as roupas e as nossas coisas porque daqui a 15 minutos vamos pro aeroporto e voltar pra Londres. Não é ótimo?! Um mês aqui em Las Vegas, não sei como já sonhei em morar aqui, é muita gente junta, prefiro Londres ou Doncaster mesmo que lá são os meus lugares. – disse sorrindo
Eu: Ok. Já vou. – ele ia saindo quando o chamei novamente – Lou?
Louis: Sim? – respondeu se virando pra mim novamente e esperando que eu falasse algo, mas a cada segundo olhava no seu relógio, o que ia me deixando irritado
Eu: Alguém te ligou pra falar se a SeuNome melhorou ou algo do tipo?
Louis: Amm... não que eu me lembre. Mas calma, ela vai melhorar. – piscou e saiu do quarto
Eu: Assim espero... – sussurrei pra mim mesmo

     Olhei ao redor do quarto e estava uma bagunça, não como o de Zayn provavelmente estava, mas estava uma zona. Roupas por todos os lados, sapatos, os lençóis que em algumas vezes eu derrubei cerveja, presentes de fãs, papeis das nossas falas em “Best Song Ever”... muita coisa. Ah, falando na música, estávamos em LA pra filmagem do clipe. Muitas directioners acreditam que ele seria filmado em Londres, mas Simon disse que no clima frio que estava lá ia ficar ruim, então escolhei esse lugar onde muitos sonham em serem diretores de cinema e poucos conhecem. Mas um deles conseguiu, e deixou Simon de boca aberta com suas ideias pro clipe. Eu queria trazer Dylan comigo, já que uma vez ele me disse que queria ser dançarino de hip hop ou street dance profissional, e em Las Vegas as chances são maiores disso acontecer do que em Londres, mas ele se recusou e quis ficar com a irmã em Londres.
     Suspirei e contei até três, levantei da cama e comecei a recolher minhas coisas jogando tudo na mala, depois eu arrumava quando chegasse em casa. Quer dizer, depois de voltar do hospital, porque isso era definitivamente a primeira coisa que eu queria fazer quando chegasse em Londres.

[...]

     Londres... ah finalmente. O ar é poluído, mas nem tanto, são menos carros, menos poluição, mais tempo de boa respiração pra mim. Corri rápido em casa, deixei a mala no meu quarto e rapidamente me troquei colocando uma calça saruel marrom, uma blusa de moletom preta, uma touca na mesma cor e um tênis qualquer. O hospital que SeuNome estava não era tão longe dali, dava pra ir andando rápido e foi isso que eu fiz. Em menos de 20 minutos estava lá. Logo que cheguei vi o carro de Mark e Elizabeth na porta, ah sim, os dois tinham voltado e Mark tinha pedido perdão à Liz por tê-la deixado grávida de Dylan e a mesma aceitou. Sorri ao ver que todos provavelmente estariam juntos e entrei no hospital, todos lá já me conheciam ou por “Harry Styles, um dos da One Direction” ou “Harry Styles, o cara que vem quase todo dia ver a namorada em coma”. Nem me importava mais, assim era mais fácil de conseguir entrar rápido onde SeuNome estava. Hoje eu estava com um bom pressentimento, sentia que algo bom estava pra acontecer.
     Entrei no elevador e arrumei o cabelo por debaixo da touca, o andar que ela estava era o terceiro, mas eu não estava muito afim de andar e subir escadas hoje como de costume. Logo o barulhinho que ainda me irritava de uma espécie de sineta tocou e as duas portas se abriram, sai rapidamente de lá e fui atrás do quarto 33, era o terceiro da direita então foi rápido. Cumprimentei as enfermeiras que passavam e eu conhecia pois cuidavam da SeuNome. Parei na porta e suspirei, quando ia abrir alguém tocou de leve meu ombro e eu me assustei virando-me.

Eu: Dylan seu... bugado! Quase me matou aqui de susto. – disse fazendo um drama e forçando uma cara de assustado enquanto ele ria
Dylan: Só vim te dar oi, cunhado... mas pelo visto você não quer. – se virou indo m direção à cantina
Eu: Calma ai... quem ta ai dentro? – apontei pra porta
Dylan: Meus pais. Eu vou lá na cantina, quer alguma coisa?
Eu: Não, obrigado... alguma novidade da SeuNome?
Dylan: ... – ele pareceu tenso e foi ficando pálido, o que me preocupou – Olha, melhor você entrar ai. – apontou pra porta e saiu andando

     A cara tensa dele me incomodou... aconteceu alguma coisa e ninguém me avisou? Porque nós ficamos dois meses em turnê, e eles me ligavam falando dela três vezes por semana, e um certo dias... pararam. Não entendi porque, Louis também disse que não avisavam mais nada pra ele. Chacoalhei a cabeça e abri a porta logo, encontrando Mark e Elizabeth sentados na cama do hospital encarando um lado, quando me virei pra ver o que eles encararam eu vi SeuNome chorando. S-SeuNome?

Eu: O-oque tá acontecendo aqui? – perguntei entrando finalmente por completo no quarto e SeuNome veio correndo me abraçar forte, lágrimas começaram a escorrer muito rápido no meu rosto, eu não acreditava que ela tinha acordado e eles me esconderam isso por tanto tempo
SeuNome: Hey... – disse me selando com um sorriso
Eu: Quanto tempo faz que você acordou? – ela abaixou a cabeça e não respondeu
Mark: Harry  precisamos conversar. – SeuNome começou chorar quando ele disse isso
Eu: Pode falar.
Mark: Você sabe como minha filha acordou? – perguntou sem expressão nenhuma no rosto, nem braveza, irritação ou coisa do tipo e eu neguei com a cabeça abraçando SeuNome de lado – Ela simplesmente acordou gritando “SEAN”, as enfermeiras logo chegaram e ela começou a perguntar de um cara chamado Paul, do filho dela que se chama Sean e de uma tal Gabrielle que faleceu nesse acidente de carro quando a SeuNome foi atrás dela, já que pelo que parece essa menina tentou matar a Elizabeth num acidente de carro, mas quem morreu foi a própria quando o carro da SeuNome se chocou com o dela. Eu perguntei quem era Paul ou Sean e ela disse que Paul era um cara que tentou mata-la e matar vocês diversas vezes e que Sean era seu filho com ela.
Eu: Ahn? – perguntei não entendendo nada e encarando SeuNome que se encolhia no meu peito
Mark: Não terminei, não me interrompa garoto. – respondeu com firmeza – Os médicos disseram que ela criou uma... como posso dizer...
Elizabeth: Realidade alternativa, querido.
Mark: Isso, ela meio que criou outro mundo na cabeça dela quando o acidente aconteceu. Ela ficou em coma e com esse mundo na sua cabeça por seis meses, Harry  Seis meses. E de quem é a culpa? – eu ia falar, mas ele fez um sinal de silêncio – Só me responda... DE QUEM É A CULPA DELA TER PRATICAMENTE ENLOUQUECIDO? – gritou
Eu: Eu não tive culpa... – minha voz foi falhando e SeuNome começou a chorar novamente me apertando mais
Mark: Ô se teve! Eu falei tantas vezes pra ela não se meter com famosos, mas ela não me ouviu. Ela quase morreu por sua causa.
SeuNome: E MORRERIA SE FOSSE PRA SALVAR A PESSOA QUE EU AMO! – gritou
Mark: NÃO GRITE! Eu disse que você não devia ter saído dos Estados Unidos, SeuApelido... – disse e suspirou pesadamente
Eu: O que você quer dizer com tudo isso?
SeuNome: Eles querem me levar de volta, Harry!

     Quando eu ouvi isso, era como se meu mundo tivesse caído drasticamente. Como assim?! Depois de tanto sufoco pra ficarmos, ou tentarmos pelo menos, ai eles tentam fazer isso com ela? Não, isso não vai ser tão fácil quanto parece.

SeuNome: Harry  não deixa isso, por favor. – ela pedia soluçando como uma criança em seu primeiro dia de aula
Eu: E não vou deixar.
Mark: Quem você pensa que é?! Ela é minha filha, eu sou o pai dela, eu mando nela. Não você!
Elizabeth: Mark, ela tem 19 anos já. Sabe muito bem o que fazer na vida dela... ninguém a obrigou a passar por esses riscos, ela escolheu esse futuro pra ela. – finalmente se pronunciou no meio daquela quase discussão formada
Mark: Elizabeth, ela quase MORREU! – gritou o “morreu”

     Dois toques foram dados na porta e depois duas pessoas entraram num pulo dentro do quarto de hospital, sorte que ele era grande, senão já estaríamos esmagados no meio daquela bagunça de gente, me virei pra ver quem era e Louis e Dylan se ajeitavam entrando completamente no quarto e nos encarando. Louis fez uma cara de que estava sem entender nada e Dylan mordeu o lábio inferior e depois suspirou ao ver a cena, provavelmente já sabia o que tinha acontecido. Louis me olhou e eu me virei mostrando SeuNome de pé me abraçando, o mesmo arregalou os olhos e correu para abraça-la, assim como Dylan e eu, formando um abraço coletivo.

Elizabeth: É isso que você quer, Mark? – ele tirou o olhar de nós e voltou-o para a esposa – Estragar a felicidade da sua filha e agora a comunhão dela com os irmãos e o namorado?
Louis: O que ela quis dizer com isso? – sussurrou enquanto abraçava SeuNome ainda
Dylan: Longa história, não vai querer saber. – o mais velho assentiu
Dê play agora!
     Depois de alguns longos minutos Dylan nos soltou e eu soltei SeuNome deixando-a agora um pouco com Louis que parecia ainda preocupado com a discussão que agora Elizabeth tinha com Mark. Eu fingia não me importar, mas na verdade estava incomodado com quem “venceria” aquilo. Mark parecia firme em suas palavras, mas aos poucos ia cedendo conforme a esposa ia jogando palavras fortes sobre ele que amoleceria o coração de qualquer um.

Elizabeth: Estamos decididos então, Mark Tomlinson? – perguntou com firmeza e Louis deixou uma risada baixa sair e sua mãe o olhou repreendendo-o
Mark: Ta, né... – bufou pesadamente – SeuNome fica. Mas se eu souber de mais alguma graça... ela volta pros Estados Unidos com a gente. – abraçou Elizabeth de lado que sorriu em aprovação
Eu: E o Dylan?
Louis: Ele não te contou? – me olhou arqueando a sobrancelha e vi Dylan corar
Eu: O quê? Tô boiando aqui...
Elizabeth: Ele tá namorando com uma dançarina da Miley Cyrus e parece que a menina conseguiu que ele virasse um dos dançarinos da Miley também. Ai que orgulho do meu bebê! – saiu dos braços de Mark e foi abraçar Dylan que corou mais ainda
SeuNome: Ta, ele agora é dançarino da Miley, e por isso ele não vai mais morar com vocês?
Dylan: SeuApelido, você ficou em coma por meses, eu to morando com a Wendy faz três meses. – sorriu envergonhado
SeuNome: Wendy? Esse não era o nome da... – parou pra pensar – nada não, era coisa da minha cabeça. – suspirou
Louis: Wendy? Ah esse é um bom nome, eu daria ele pra minha filha. – sorriu

     SeuNome foi pro banheiro se trocar, já que no mesmo momento em que Louis sorria bobamente pensando na possibilidade de ter uma filha Niall entrara no quarto e falava que SeuNome tinha recebido alta e poderia ir pra casa, segundo os médicos ela tinha acordado faz uma semana e já tinha feito todos os exames que comprovam que a mesma está bem. Então esse é um novo recomeço pra nós... depois de tudo que passei sem ela, prometo que a tornarei a mulher mais feliz do mundo nem que eu tenha que morrer pra fazer isso.

P.O.V. SEUNOME
 ~20 dias depois
     Ficar meses em coma me levou a ver várias coisas, imaginar um mundo que poderia ser perfeito aos olhos de qualquer um, mas não de Deus. Percebi que devemos viver nossa vida sem reclamar, mas sempre buscando o que é melhor pra nós e aproveitar cada dia como se fosse o último, já que você nunca sabe quando irá morrer. Pode ser... por uma bala perdida ou sei lá, atropelada? Enfim. Você deve amar loucamente, viver intensamente e fazer o que der na mente sem se preocupar com os outros, os dias são únicos pra nós. Não deve guardar rancor e nem julgar as pessoas sem a conhecer, se achar alguém que ame, deixe-o roubar seu coração intensamente. Eu fiz isso, e a 10 dias atrás Harry me pediu em casamento. E olha que a primeira vista eu odiava aquele cara, fiz de tudo pra me afastar dele, mas o destino, ou melhor, Deus nos quis juntos mesmo com todos os problemas e pessoas que fariam de tudo pra acabar com um relacionamento perfeito que nós tínhamos, quer dizer, temos. É claro que nem tudo são as mil maravilhas, brigamos, quase nos separamos umas dez vezes mas nem por isso deixamos de nos amar.

Harry: Escrevendo de novo, amor? – perguntou me dando um beijo no ombro
Eu: Ãn? Ah, sim. – sorri
Harry: Adivinho na hora, um romance? Adivinhei o que a senhorita está escrevendo nesse caderno mega concentrada?
Eu: Não passou nem perto. – ri
Harry: Então... desisto.

     Ele se sentou ao meu lado e começou a encarar o nada, olhei seu rosto, ou melhor dizendo, a metade do seu rosto e comecei a admirar como ele era perfeito, e era meu ainda por cima. Devo agradecer cada dia mais a Anne que o fieram. Ri desse meu pensamento e numa fração de segundo Harry me derrubou no tapete da sala e ficou por cima de mim com suas duas mãos segurando meus pulsos no chão enquanto ele sorria e me encarava.

Harry: Me promete que sempre, não importa o que aconteça, você será minha?
Eu: Pra sempre e sempre! – sorri e dei um selinho em seus lábios
Fim
Então gente... é isso ;')

Foram meses de fanfic, quase desistência, sei que perdi leitores pela demora, quase me mataram pela demora, mas vocês não desistiram de SMH <3

Eu sei que o final foi meio tosco, mas eu achei muito fofo. Não teve quase gifs, mas eu gostei muito do resultado do capítulo final, e pros que não entenderam nada, eu explico.
Lembram-se de que em um capítulo SeuNome perseguia Gabrielle (ESSE), ai ela entra em coma e no capítulo segundo ela acorda? Então, o capítulo em que ela acorda e até a segunda parte do capítulo 29 era tudo um sonho dela, ela imaginou um novo mundo em sua cabeça enquanto estava em coma rs...
Eu queria muito fazer isso, e fiz já que muitas pediram pra não deixar ela morrer, tia Biia é troll haha
Enfim, espero que não me xinguem e que comentem bastante o que vocês acharam da fic nesse tempo todo.
Até breve com a minha fic Make me Wanna Die, sim, eu vou passar um tempo de hiatus no blog e só as meninas vão postar na minha ausência, mas dia 30 eu trago o resultado da nova fic.
Amo muito vocês <3

- Beijoos!
47

47 comentários:

  1. tão perfeito que me fez chorar! queria fazer criar minha fic e postá-la nesse blog... mais não da! hahaXx ... mtu perfeita! SMH é ... foi incrível!

    ResponderExcluir
  2. Adorei que bom eu vou casar com Harry sonho

    ResponderExcluir
  3. aff...chorei por ter acabado...gosto muito desta fic!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Chorei :`) fivou simplismente perfeito apesar de nao ter entendido a sua explicacao ali em baixo,mais ficou perfeito posta logo a outra,estou acinosa

    ResponderExcluir
  5. Cara Ameii essa fanfic.fiicoou muiito legal D.I.V.A♥

    ResponderExcluir
  6. que tuuuudo amei ficou simplesmente PERFEITO!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Cara Ameii essa fanfic.fiicoou muiito legal D.I.V.A♥

    ResponderExcluir
  8. Amei a fic todinha,palavra por palavra *u*
    Make Me Wanna Die gosto bastante dessa música,com certeza a fic vai ser ótima...
    Parábéns pela fanfic,vc escreve muito bem

    ResponderExcluir
  9. Mais o pai dela não tinha morrido? Me explica direito? Mais tirando isso esta D.I.V.A.M.E.N.T.E D.I.V.A.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi tudo um sonho dela enquanto estava em coma ^^

      Excluir
  10. Amei a fic ela ficou perfeita eu achei que tudonisso fosse realidade mais pelo jeito não foi ne Kkkkkk ficou perfeita Bia

    ResponderExcluir
  11. Deixa eu ver se entendi...ela não teve um filho? e o paul não sequestrou o filho dela e o louis não teve uma filha tbm ? isso tudo era coisa da cabeça dela pq ela tava em coma do acidente que a Gabrielle causou? É isso ?....mas msm assim D.I.V.O kkk se for isso que eu to pensando , esse final ta pareçendo final de novela kkkkk ( novela das boaskkkk)
    Bjooo *_*

    ResponderExcluir
  12. Amei,ficou perfeito. OMJ que lindo chorei denovo to aquardando a proxima bjs

    ResponderExcluir
  13. Amei, ficou perfeito *u* <33

    ResponderExcluir
  14. Bia sua liamda sua fic ficou mega perfeita, mas me aceita no face: :3
    https://www.facebook.com/luuh.leitte.90
    #luuh

    ResponderExcluir
  15. Acompanhei sua fic deus do comesso como vc mesma disse quase me matei pela demora mais a reconpessa foi capitulos increveis como esse final surprientente quem imaginar q ela tava em coma deus do assidente com a gabriela foi surprientende amei sua fic amei adorei muito bom divo
    By:lalah*

    ResponderExcluir
  16. oxe eu pensei q o meu pai tivesse morrido kdjfnfjsdjf , mds

    ResponderExcluir
  17. OMG!! Q peerfeito, #partiu#chorar
    foi d++ parabenss !! Muitoo PER-FECT

    ResponderExcluir
  18. Eu chorei! Amo o seu blog é perfeito

    ResponderExcluir
  19. AMEI ACOMPANHEI A FIC DESDE O INiCIO CHOREI

    ResponderExcluir
  20. Nem vi liguei as abreviacoes do anterior com os blogs e achei ;3 a parte da seunome acordar e tal tava na cara desde que o louis nao abriu a boca... minha opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Affs naaaaaoo.acabou. Chorei qnd ela "morreu" dkdhsjhd afffffs n acabaaa

      Excluir
  21. Ficou simplesmente perfeiito !!

    ResponderExcluir
  22. nao gostei do final mais minha opinia pra voce (bia) nao muda nada esperava outra coisa mais tudo bem, ansiosa pra proxima fic a qual eu ja bisbilhotei algumas coisas e vi o video e amei *--*

    ResponderExcluir
  23. É sempre tão ruim quando as fics acabam, eu fico triste :( sabe, a fic é tão perfeita e de repente ela já tá acabando

    ResponderExcluir
  24. Como do achei esse site agora? Li tudo em 2 dias :) Ameiii XxTawanyxX

    ResponderExcluir
  25. Geeeente,entt quer dizer qq nada aconteceu e eu nn tenho o meu Seanzinho ..Essa fic é simplismente perfeita,umas das melhores qq já li se não for a melhor né.Você tá de parabéns é uma otima escritora .! Pena que acabou :'(

    ResponderExcluir
  26. ESSA FOI A MELHOR FANFIC QUE EU JÁ LI NA MINHA VIDA! PARECIA QUE EU TAVA EM TODOS OS MOMENTOS MEU DEUS EU AMEI, SÉRIO! E O CAPÍTULO FINAL SOCORRO FICOU MUITO PERFEITO, AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI!!!! PARABÉNS! (Leitora De Carteira Assinada)

    ResponderExcluir
  27. faz a terceira temporada? poooor favorr

    ResponderExcluir
  28. so nao entendi uma coisa...o Mark nao tinha morrido???a Gabrielle nao tinha matado ele???ahhh dane-se isso a fanfic ficou perfeita!!!!!!

    ResponderExcluir
  29. mas mark não tinha morrido???

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Amei,não entendi o carro do Mark, depois da parte que falam para o Harry que tudo foi um sonho dela entendi,final perfect amei!!!!

    ResponderExcluir
  32. Amei. Agora que eu terminei mais amei de vdd e tbm so nao entendi esse coisa do Mark mais agora o final quando explica. A coisa do sonho

    ResponderExcluir
  33. Acho q eu chorei um oceano aqui :') essa é a fic mais perfeita que eu já li em toda a minha vida... e olha que eu já li muitas ein <3

    ResponderExcluir
  34. Foi a melhor fanfic que ja li em toda a minha vida é perfeita parabens

    ResponderExcluir
  35. MT MT MT MT perfeita...amei de mais <3

    ResponderExcluir
  36. Muito Perfeita!
    Lembrei de um livro que li a 4 meses atrás...Que por incrível que pareça chama realidade alternativa ! É de uma autora que se chama Angie Stanley! na historia é um Irlandês! AIIIII....MUITO PERFEITA ! MAIS DO QUE PERFEITA!!!!! Parabéns...Sério! do fundo do meu coração vc está de Parabéns ! Sempre quis ler uma fic assim e você me deu a oportunidade!
    Obrigado! *o* :D

    ResponderExcluir
  37. Que perfeitaaaaaaaaaaa, amei.

    ResponderExcluir
  38. vc quebrou o meu coração isso n se faz! n acredito que tudo aquilo foi tipo um sonho ou uma ilusao :'( ai mds to em choque
    :'''''(

    ResponderExcluir
  39. Chorei!!!

    Gente uma das melhores imagines que já li, muito emocionante, e o final ficou incrível, realmente lindo, AMEI!!!

    ResponderExcluir
  40. a melhor fic do hazza que eu ja li eu chorei muito cara

    ResponderExcluir
  41. Muito incrível a maneira na qual você escreve, há tempos venho procurando por Fics realmente interessantes, mas a sua superou as minhas expectativas, fiquei triste em saber que tudo não passou de um sonho , eu me envolvi tanto com tudo ahahaa, mas adorei, siga assim, parabéns.

    ResponderExcluir
  42. Se chorei ou se vivi o importante é que eu li ...kkkk ....perfeita chorei ,fiquei com medo e comecei até pensar que a Gabrielle era uma serial killer , mas no final as conclusões foram que o Paul era um verdadeiro psicopata ... Parabéns pelo o imagine muito lindo ... Ameiiiii !!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  43. ok .. me trollaram legal eu so entendi oq aconteceu nesse cap nas notas finais kk

    ResponderExcluir