Irish Angel - Capítulo trinta e três.

"Tenha um pouco da minha felicidade" 
SeuNome P.O.V's

        Cheguei no hospital com o Jai, eu estava bem ansiosa, eu estava desesperada, passei pela recepção mas não foi preciso perguntar nada vi o Zayn lá no fim do corredor encostado perto de uma placa escrito “Não fume” parei do lado dele e ele olhava para um ponto fixo e era até estranho, olhei em volta e tinha umas pessoas ali, todas estavam sentadas nos bancos que tinha ali elas nos olharam assim que ouviram minha respiração alta.

Eu: Cadê ela?
Zayn: Acabou de entrar, mas a sua tia teve uma reação estranha quando o médico disse alguma coisa que eu não entendi.
Eu: Repete o que ele disse.
Zayn: Eu não sei português. -ele me olhou-
Eu: Mas repete de qualquer jeito pra ver se eu entendo.
Zayn: Não consigo, não força. -suspirei-
Eu: Tá bom. -fiquei em silêncio e encostei minhas costas na parede apôs colocar a bolsa pra Jasmine no chão. Fiquei encarando aquele corredor e em algumas daquelas salas estava ela, minha irmã de 14 anos tendo seu primeiro filho, meu coração estava apertado, Zayn estava parado apenas olhando pro chão, sabe aquelas expressões culpadas? Ele estava estava exatamente igual- O que foi Zayn? -perguntei enquanto abraçava o seu braço e tentava o olhar-
Zayn: Quando eu a ouvi gritar de dor, achei que era brincadeira, a deixei gritando por 20 minutos, se acontecer alguma coisa com ela, será por esses 20 minutos, será tudo culpa minha.
Eu: Não Zayn, não vai acontecer nada com ela.
Zayn: Porque então ela tá dois meses antes no hospital?
Eu: Porque o filho dela quis nascer antes.
Zayn: Mas eu deveria ter acreditado.
Eu: Zayn para com isso, não foi sua culpa, não fique se culpando, eu já disse que tudo vai dar certo não disse?
Zayn: Ok SeuNome, já disse. -eu o abracei de lado e ficamos em silêncio novamente enquanto eu olhava pra frente.-

        […] Vimos uma legião de enfermeiros sair de uma sala todos rindo e se abraçando, comemorando então alguma coisa que foi bem-sucedida, olhei pro Zayn e seus olhos brilhavam, então era ali que estava a minha irmã, fiquei com os meus olhos fixos naquela porta e vi um homem sorridente sair e logo depois a minha tia, ela sorrira pra dentro do quarto e logo seus olhos foram de encontro com os meus. Eu me abaixei pegando a bolsa e logo vi uma outra enfermeira sair logo depois com algo em mãos, como eu segurava minhas bonecas, sorri e peguei na mão do Zayn o puxando para o corredor, Jai veio nos seguindo.

Eu: Posso ver? -perguntei olhando pra mulher que segurava a criança nos braços envolvidos em um pano branco como neve-
XXX: Claro, vocês são parecidas. -sorri enquanto senti minhas bochechas corarem, puxei o pano de leve e logo vi dois olhos enormes me encarando, bochechas vermelhas e um pouquinho de cabelo castanho, seu nariz, o formato de seu rosto, era sim um pouco parecido comigo. Sorri mais ainda-
Eu: É menina?
XXX: Não, é um belo rapaz. -fiz um biquinho e ouvi minha tia rir- Tenho que levá-lo.
Eu: Ok! Vou entrar tá tia? -ela assentiu e eu entrei arrastando a bolsa e logo vi a minha irmã deitada em uma cama lá no fundo, caminhei até lá e parei do seu lado, ela sorriu, seus cabelos estavam molhados, seu rosto de criança sereno, eu não poderia estar mais orgulhosa- Eae mamãe. -ela riu- Ele é a coisa mais linda que eu já vi. -ela riu tímida- Como foi?
Jasmine: Achei que não ia aguentar. -sua voz saiu falhada, eu me aproximei dela e coloquei a mão sobre sua mão ela estava quente- Fica comigo?
Eu: Sempre. -apertei suas mãos- Espero que agora tenha mais responsabilidade.
Jasmine: Pode acreditar que sim, tenho 14 anos, ainda tenho uma grande vida pela frente, vou vivê-la como Deus quis que eu vivesse. Não do jeito que eu queria mas... vou enfrentar tudo isso. -sorri-
Eu: Eae, vai contar pros nossos pais?
Jasmine: Claro que não, não quero que eles saibam que é meu, lembra SeuNome. É seu filho com o Niall.
Eu: Mas quero registrar no seu nome. -ela sorriu-
Jasmine: Tudo bem. Seja com for. -senti que os olhos delas estavam pesando.-
Eu: Vai lá, durma. -dei um beijo em sua testa soada- Vou me sentar bem aqui e quando você acordar estarei aqui pra te fazer companhia por quanto tempo for preciso.
Jasmine: Obrigada SeuNome... me desculpa por todas as vezes que te dei dor de cabeça. -ela sorriu- Diga ao Zayn que ele é a melhor pessoa do mundo inteiro.
Eu: Não, que isso, até parece que vai morrer. Você só vai dormir, quando acordar você diz isso a ele, ok? -ela riu fraco-
Jasmine: Tudo bem. -ela colocou a mão dela por cima da minha e fechou os olhos- Eu te amo SeuNome. -sorri e fiquei a olhando enquanto o seu peito subia e descia em ritmo ofegante e um pequeno sorriso fechado estava em seus lábios, o rosto manchado de choro e os cabelos grudados na testa.-
Eu: Eu também te amo. -sussurrei assim que vi que ela tinha pegado no sono, soltei sua mão da minha e caminhei até a porta, olhei em volta do corredor e o Zayn estava sentado no chão com os olhos fechados e o Jai sentado em um banco na frente do topetudo. Caminhei até ele e sentei do seu lado, Zayn abriu os olhos- Ela dormiu.
Zayn: Ela tá bem?
Eu: Melhor impossível, tá sorrindo que nem uma criança.
Zayn: Ué, e ela é o quê? -gargalhei alto e todo mundo me olhou-
Eu: Falei besteira. -Zayn riu- E a Patricia?
Zayn: Quê?
Eu: Você e ela?
Zayn: Só sexo. -balancei a cabeça e ele sorriu- Você não quis, ela quis.
Eu: Você me respeita Zayn. -ele riu- Vamos entrar, ela quer todos nós com ela na hora que ela acordar.
Zayn: Tem cama lá?
Eu: Tem um sofá.
Zayn: Ele é meu, eu tô exausto, com sono, cansado. Eu mereço. -gargalhei-
Eu: Tenha as honras madame. -ele levantou e eu levantei junto e recebi um empurrão do mesmo e fui obrigada a abraçar o Jai pra não cair-
Jai: Calma mocinha. -ele sussurrou-

        Entramos no quarto, e o Zayn já foi se acomodando no sofá, e eu e o Jai nos sentamos no chão perto da Janela aberta, eu deitei minha cabeça em seu ombro e ele começou a cantarolar umas músicas estranhas no meu ouvido, e eu apenas fiquei ouvindo seu doce som, enquanto milhares de coisas passavam na minha cabeça de uma vez só, meu coração batia forte, e uma felicidade aguda passava por todo o meu corpo.

[…]

Dois dias depois.

        Estava sentada em uma cadeira que uma enfermeira me emprestou, Jasmine estava sentada na cama com o pequeno menino dos olhos azuis ainda sem nome o amamentando, ele era uma graça, até parecia de mentira de tão lindo e fofo que conseguia ser. Zayn estava sentado no sofá lendo um livro de “Como cuidar de uma criança recém-nascida” segundo ele, queria ser o melhor tio que uma criança poderia ter, então começaria cuidando dela desce pequeno. Justin chegou ontem a noite, mas não nos vimos, ele foi direto pra casa enquanto eu fiquei no hospital, eu queria muito o ver.

Zayn: Não sei, não vou aguentar ler tudo isso.
Eu: Só lê gibis, quer o quê.
Zayn: Só porque você disse, agora vou ler tudo. -ele voltou a atenção ao livro enquanto cruzava as pernas que nem uma garota-
Jai: O café das garotas. -Jai disse entrando e me entregou um copo de café e o mesmo pro Zayn-
Zayn: Garotas? -questionou- fica de joelho aqui na minha frente que eu te mostro a garota que tem dentro de mim.
Jai: Que agressivo.
Zayn: Fica de quadro que eu mostro o agressivo.
Eu: Grosso. -falei sabendo que ele responderia de alguma forma idiota-
Zayn: E grande, querida. -gargalhei alto e o Zayn me acompanhou-
Eu: Você não presta.
Zayn: Não mesmo, e é por isso que vocês gostam de mim.
Eu: Não é por isso não... é por... -fui interrompido por leves “toc, toc” na porta de madeira do quarto-
XXX: Podemos entrar. -me virei para ver quem era, e rapidamente um sorriso largo se esticou em meus lábios, levantei da cadeira dando o copo na mão do Jai e rapidamente cheguei até a quem eu mais esperava lhe dando um abraço-
Eu: Justin. -falei sem voz enquanto o apertava contra mim- Que saudades de você.
Justin: Nunca ficamos tanto tempo longe, você mudou um pouco.
Eu: E você andou mexendo na franja né. -ele riu-
Justin: Irrita minha visão, tenho que mexer.
Eu: Bobo. -o apertei mais antes de o soltar, ele me deu um beijo estalado e foi andando até a cama, fiquei parada olhando pra segunda sombra que tinha entrado com o Justin, seus cabelos não caiam mais sobre a testa, era um grande topete ainda loiro, minhas bochechas queimavam, mas as bochechas deles estavam tão vermelhas que eu poderia chegar a conclusão que Niall teria um infarto ali na minha frente. Sorri antes de ir na sua direção e lhe dar um abraço, o que não foi muito formal, já que o mesmo rapidamente colocou suas mãos nas minhas pernas fazendo elas entrelaçarem em sua cintura, eu fiquei acima dele e então enchi seu rosto de selinhos estalados, que fazia ele soltar uma risada muito mais do que gostosa.- Meu Deus, como senti saudade de você. -disse enquanto abraçava ele-
Niall: Pensei que nunca mais ia te ver. Que saudade do seu cheiro. -ele riu enquanto beijava meu pescoço. Niall me colocou no chão e eu dei outro abraço nele- Tá bem mais bonita hein?
Eu: Olha quem fala, a puberdade está fazendo bem a você Horan.
Niall: Eu que o diga. -ele me deu um selinho, e então senti sua língua roçar nos meus lábios e iniciarmos um beijo, senti minhas costas bater na parede com uma certa força e então soltei um gemido baixo e o Niall riu pelo nariz e assim escutamos um comentário do Zayn. “Parecem que não leram que lá na frente tá escrito hospital e não motel. Não quero compartilhar essa intimidade com vocês” foi o suficiente para nós soltarmos e começarmos a gargalhar que nem crianças- Você é um idiota Zayn.

        Caminhei até aonde Justin estava, ele segurava o pequeno na mão e sorria que nem uma criança quando ganha bala, passei a mão no braço nu do Justin que agora continha um músculo que não havia antes, dei um leve tapa e ele me olhou reprendedor. Sorri e senti os braços de Niall envolver a minha cintura enquanto seus lábios molhados encostavam o meu pescoço me fazendo arrepiar, fechei os olhos de leve enquanto sorria.

Justin: Hum. -ele gemeu- Eu queria agradecer SeuNome. -abri meus olhos de leve e o olhei- Queria agradecer pelo que pediu pra o Niall fazer.
Eu: Não foi nada, as pessoas tinham que reconhecer seu talento.
Justin: Obrigada. -ele falou baixo e eu sorri-
Eu: De nada.
Niall: Amor. -eu virei para ele que não tirou os braços da minha cintura- Me mostra um pouco de São Paulo.
Eu: Não tem o que mostrar.
Zayn: Mostra um motel, vocês precisam de um rápido. -Zayn riu-
Eu: Idiota.
Zayn: Feliz.
Niall: Vamos amor? Tipo, num cinema.
Eu: Filmes dublados, você não vai entender nada.
Zayn: Olha SeuNome, ou você é ingênua ou você se faz. Você acha realmente que em pleno século vinte e um os casais vão ao cinema para assistir os filmes? -todo mundo riu-
Niall: Que isso Zayn, respeita que aqui não é você não. -ele deu dois tapas no peito- Eu sou um cavalheiro. -eu lhe dei um selinho-
Zayn: Cavalheiro do sexo, eu entendo. Eu sou um príncipe do sexo.
Justin: Sunshine do sexo.
Zayn: Falou o negão do sexo. -todo mundo riu- SeuNome é o ursinho do sexo, quem vai fazer sexo com ela? Quem vai ter coragem de ver a cara de sofrida dela? QUEM? QUEM? Deve ser tão fofa. -Niall me soltou e foi andando do lado do Zayn sentando ao seu lado e colocando o braço em volta do Zayn-
Niall: Acho melhor você calar a boca. -ele disse perto do rosto do Zayn- Ouviu?
Zayn: Ok cavalheiro do sexo. -eu gargalhei e o Niall deu um pulo vindo até a mim e me abraçando forte- Jasmine é a ligeirinha do sexo, antes de eu perder minha virgindade ela já tava na quinta vez. -Justin gargalhou- E o Jai é o mudo do sexo, não geme, não grita, não comanda, não faz nada. Só mete. -gargalhei assim como todo mundo-
XXX: Bonito né, vocês vem pra cá, pra ficar conversando sobre isso. -o médico entrou- Eu sou brasileiro mas fiz muitos cursos de inglês, meus amigos. -ele riu enquanto andava até o Justin- E então qual vai ser o nome do bebê. -todos olharam para o Niall-
Niall: Benjamim Bieber. Zeus Bieber, Téo Bieber.
Médico: Só pode um nome amigo. -ele disse em inglês-
Niall: Christopher Bieber. -ele sorriu-
Eu: Chris Bieber é legal.
Jasmine: Eu gostei.
Justin: Meu sobrinho se chamará Christopher Bieber. -todos rimos- Grande Chris Bieber.
Niall: Bom, enquanto vocês ficam com o novo talento da família, eu vou sair com a minha princesa. -ele foi andando para atrás até bater as costas na parede e fazer todo mundo rir- Isso não é justo. -ele disse entra gemidos- Vamos SeuNome? -ele sorriu-
Eu: Eu vou com ele, mais tarde eu venho.
Médico: Não precisa, ela tomará alta agora. Mais tarde você já pode ir direto pra sua casa. -sorri e assenti-
Eu: Ok. Gostei muito da ideia. Então mais tarde vejo vocês em casa. Jai vai pra minha casa ok?
Jai: Sempre princesa. -Niall pigarreou com o “princesa” do Jai, fiz um estralo de indignação e sai do quarto sendo seguida pelo Niall que logo pegou na minha mão entrelaçando os nossos dedos-
Niall: Qual é desse Jai?
Eu: Sei lá, acho que ele gay. -disse rindo-
Niall: Deus te ouça. Você não ficou de roupas intimas na frente dele né?
Eu: Ai Niall. -fiz expressão de susto- Fiquei até nua, porquê? Não era pra ficar?
Niall: Tá me zoando né SeuNome? Tá me zoando. Diz que tá? -ele disse me parando na porta do hospital.
Eu: Claro que eu tô, não fiquei nem de short na frente dele. -Niall suspirou aliviado-
Niall: Que susto. -ele colocou a mão no peito- Não faça isso comigo de novo mocinha. -disse enquanto descíamos os degraus que tinha na frente do hospital e então um flash veio no meu rosto-
Eu: Oh Niall o que é isso? Tem três caras tirando foto da gente?
Niall: É porque assim, eu sou o amigo do Justin e o Justin digamos que tá famoso já, e eles querem foco de nós... entende?
Eu: Não, não entendo. -continuei andando-
Niall: É que assim, eu tô cantando, Justin tá cantando... e meio que estamos na mídia, então eles nos perseguem.
Eu: Puta que pariu, e agora que você me conta isso? -coloquei a mão no rosto quando os flash começaram a me incomodar-
XXX: Ela é sua namorada Niall Horan? -um homem perguntou-
Niall: Sim, ela é sim. -ele respondeu rápido-
Eu: Aonde tá seu carro?
Niall: Olha, você vai ter que dirigir porque eu não conheço esse lugar.
Eu: Tenho 16 anos não posso dirigir! -parei olhando pra ele-
Niall: Vamos de táxi baby. -bufei irritada-
Eu: Já sei, tem uma festa de uma menina amiga do Zayn, vamos?
Niall: É aqui?
Eu: No hospital? Não. -ri-
Niall: Desculpa foi uma pergunta besta.
XXX: Niall, vocês são namorados a quanto tempo.
Niall: Muito. -ele riu-
Eu: Vamos pra minha casa então, e depois vamos nessa festa. Pode ser?
Niall: Sempre pode. -ele disse rindo, idiota. Peguei na mão dele e fomos andando até o outro lado da rua enquanto os três caras ainda tiravam foto do Niall, encontramos um táxi parado um pouco longe dali, tinha mais dois carros, entramos em um e eu pedi que levássemos para a minha casa-

        […] Apôs pagar o taxista e descer do carro, a rua estava tranquila, mas na frente da minha casa tinha uma viatura, não comentei nada com o Niall. Começamos a andar mais rápido e confesso que demorei um minuto para conseguir abrir o portão, Niall me perguntava o que tava acontecendo e eu não sabia responder, entrei dentro de casa rapidamente a minha tia estava sentada ao lado de um policial conversando, parei no meio da sala e os dois me olharam, fiz um gesto com a cabeça pra começarem a falar algo, mas simplesmente me encaravam sem falar nada.

Eu: O que aconteceu?
Marcela: Parece que encontraram a câmera de quem tava tirando as fotos.
Eu: E de quem é a câmera?
Marcela: Vão descobrir amanhã.
Eu: SÓ AMANHÃ? -gritei e os dois tomaram um susto-
Policial: Não é tão fácil.
Eu: Encontram aonde, a câmera?
Policial: Bom...
Eu: Bom? -forcei para ele continuar-
Marcela: Na casa do Jai.  

Continua

<<< Capítulo Anterior                                                     Próximo Capítulo >>>

Wopier.
Como prometido, ai está mais um capítulo eu vou postar mais rápido do que eu ia postar, para começar oqttl no dia do meu aniversário, nada muito especial, mas eu quero lembrar que eu comecei a segunda parte dele no meu aniversário. Bom, hoje não tenho muito o que escrever aqui, então vai ser pequeno.
Eu espero que gostem desse capítulo. O Jai se fodeu. Bom, então é só isso mesmo. Até mais ;)x
14

14 comentários:

  1. Continuaaa Cams, que perfeito serio!!
    xX: Duda Druzian

    ResponderExcluir
  2. Poderia divulgar meu blg? Ele é novo http://emblem3-meu-tudo.blogspot.com/ obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Manoooooo q perfeita cotinua logo to murridinha
    so apxzassa pela tua fic
    bjaaaaao <3
    Garota do Dobby hahaha

    ResponderExcluir
  4. Bem feito pro Jai, ahhh ficou muito perfeito!!!!!

    ResponderExcluir
  5. HA! Eu ja estava suspeitando q é ele quem esta tirando as fotos, mas ainda nao temos certeza né
    Esta PER-FECT ;)

    ResponderExcluir
  6. PER-FE-CT continua cams .Desconfiava do Jai desde quando ele apareceu .

    ResponderExcluir
  7. apenas esperando a cena do louis. bai

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  8. Omggg!!! Ta muiiito perfeiitooo continuaaaa

    Leticia Souza hehe nova leitora

    ResponderExcluir
  9. surpresa e curiosa continuaaaaaaaaa pelo amor de deus to curiosissima >.< meu deus continua pq eu to mto curiosa e ansiosa pelo restoooo ..
    Ps:Lenah

    ResponderExcluir
  10. Não é o Jai e armação pro coitado
    Continuaaaaa

    ResponderExcluir
  11. cams já postou algum capitulo de OTTL2 ?

    ResponderExcluir
  12. Camiulaa la la sua gata. Posta o proximo capitulo plis): Tô morrendo de curiosidade, beijos liamda.

    ResponderExcluir
  13. Cams posta logo pf já tem 5 diasssss

    ResponderExcluir