Dangerous - Capítulo dez.


[...]
Sentimentos.
SeuNome P.O.V's

          O último sinal bateu e eu peguei minha mochila já saindo da sala, não aguentava mais as provocações da Brenda e das meninas pra cima de mim, aquilo era agonizante e me deixava cada vez irritada, prometi a mim mesmo que no dia seguinte não ia mais pra escola, e talvez fosse pra uma biblioteca, uma praça mas não queria conviver no mesmo lugar que essas meninas. Senti alguém segurar no meu braço até achei que era Zayn, mas quando me viraram contra o armário me fazendo bater as costas com força e me machucar olhei confusa e vi que Brad tinha feito isso, o empurrei com força e minha mochila caiu no chão e Brad se afastou nervoso, já tinha um grupinho em nossa volta, me abaixei pra pegar a mochila mas não levantei por livre espontânea vontade, Brad me puxou pelo braço ele cheirava mal, eu conhecia esse cheiro, afinal como pra todo mundo eu já tive a minha primeira vez, aquilo era maconha.

Eu: Brad sai daqui.
Brad: O QUE TÁ ACONTECENDO COM VOCÊ? O QUE FOI QUE EU FIZ PRA VOCÊ? DO NADA VOCÊ COMEÇA A ME TRATAR COMO UM INÚTIL, UMA PESSOA QUE GEMEU MEU NOME POR SEMANAS E AGORA FICA FAZENDO CU DOCE? SEUNOME? CADÊ A SEUNOME QUE ME AMAVA. -ele me balançava freneticamente enquanto gritava comigo, não me assustava mas estava me irritando.-
Eu: Aqui não é lugar pra isso. -fechei meu armário com urgência e me virei o oposto de Brad pra ir embora mas ele me segurou mais uma vez e me pressionou contra seu corpo.-
Brad: Eu não quero saber aonde é lugar pra isso, eu quero saber aonde está a pessoa que me amava, a menina que sempre estava do meu lado. A METIDA DESSA ESCOLA. -ele gritou contra o meu rosto.-
Eu: Eu nunca fui metida Brad, as pessoas vêm, somente o que elas querer ver. Eu não estou com paciência pra isso, agora só me solta. -sussurrei perto de seu rosto.-
Brad: Hoje a noite você vai ser minha, ou caso contrário... a gente conversa sobre sua família depois. -ele me empurrou e eu cambaleei pra trás quase caindo, suspirei irritada e encarei Brad enquanto ele me olhava com seus olhos dominados pelo vermelho e cerrados. Passei as mãos pelo cabelo e caminhei agora pra saída.-

          Algumas meninas vieram falar comigo, mas eu apenas assentia e falava que estava tudo bem, o que na verdade não estava. Depois da chegada de Zayn, Brad se sentiu ameaçado, e agora está mostrando quem ele realmente é e tá correndo contra o tempo pra conseguir colocar seu plano em prática que é roubar todo o dinheiro do meu pai, eu nunca soube realmente se Brad gostava de mim ou da conta bancária mas agora estava realmente pensando sobre isso.
          Eu dirigia desesperadamente, não sabia se as lágrimas que escorria do meu rosto era de medo, ou de desespero, estava tudo tão confuso, parei o carro em frente o portão e esperei que alguém abrisse, Zayn deveria fazer isso, mas ninguém abriu, ativei o alarme do carro e os faróis acendendo abriram o portão, parei o carro na frente do portão da garagem não estava com vontade de abrir, deixei minha mochila lá dentro mesmo e tirei meus sapatos lá fora, coloquei em cima do muro e entrei em casa que estava um silêncio e tanto, normalmente dava pra escutar as conversas vindo da cozinha mas George não estava em casa. Suspirei e me sentei no sofá juntando as minhas pernas contra o meu corpo e deixei as lágrimas derramarem ali, escutei uns passos descalços vindo do meu lado. E imaginei ser Bryan, ele tinha sensor pra saber quando eu estava em casa, encostei minha cabeça no joelho chorando ainda mais. Por que eu estava chorando? Eram tantas coisas, que eu achava melhor não pensar em qual problema era desse choro e sim descarregar todos de uma vez nele. Senti um braço me envolver e um peso sobre mim. Levantei minha cabeça e me deparei com um Zayn sério e me encarando com seus olhos castanhos claros, ele me olhava preocupado e fez um gesto com os olhos foi que eu me apoiei em seu peito enquanto ele deslizava as mãos em meus braços e me abraçava.

Zayn Malik P.O.V's

Horas antes.

          Michell colocou a mão em meu rosto com agressividade e me puxou mais para perto dela, senti o cheiro de seu perfume, algo doce e enjoativo, lembrei rapidamente de SeuNome e como ela tinha um perfume amargo e que tinha ficado na maioria das minhas roupas, e como eu estava acostumado com aquilo. Suspirei fundo e lembrei que nem todas as meninas que eu ficar serão igual a SeuNome. Prendi meus dedos no cabelo de Michell e então colei nossos lábios, ela queria tudo muito rápido e logo meus lábios estavam encharcados de saliva, virei a Michell no cômodo e enquanto eu mal mexia meus lábios ela forçava aquilo a ser um beijo. Mas só ela estava me beijando, ou me encharcando de saliva. A empurrei devagar e passei minhas mãos em meus lábios, neguei com a cabeça e ela me olhou confusa.

Eu: Não dá. -falei fazendo expressão de nojo.-

          Eu virei viado?
          Eu sou gay por acaso? O que estava acontecendo comigo? Acabei de recusar uma garota que com certeza já está molhadinha por mim. E não era por causa do seu beijo, porque já beijei piores, o meu foco nunca foi no beijo em que uma garota me dava e sim como ela era na cama, e agora eu nem parecia o mesmo cara, estava recusando uma garota que talvez eu nunca mais tenha nas minhas mãos. Era como se eu estivesse recusando dinheiro, era como se algo em mim não aceitasse aquilo. Faltava algo nessa garota que eu não conseguia explicar o que era. Eu sentia que estava faltando algo pra eu conseguir continuar. Droga Malik, você virou uma bicha.

Michell: Jawaad? O que aconteceu?
Eu: Eu... estou... sem... camisinha... -inventei uma desculpa.-
Michell: Eu tenho. -ela falou rouca e se aproximou de mim e eu desviei.-
Eu: É que as minhas são especiais. Sabe né, o cara aqui é bem-dotado. -falei perto do seu rosto sorrindo e ela sorriu de volta e colocou as mãos no meu membro o apertando por cima da roupa.- E-eu.. eu preciso fazer meus serviços. -ela sorriu maliciosamente.-
Michell: A noite eu te espero então. Gatinho. -ela aproximou o rosto do meu e me deu um selinho, toda a minha ereção foi embora, desapareceu, EU NUNCA BROXEI ANTES.-

          Respirei fundo e sorri amarelo pra Michell que tirou a blusa deixando seus seios a mostra, arqueei uma sobrancelha e vi a menina caminhar até um equipamento de musculação e se deitar no mesmo enquanto eu via seus dois preciosos balançarem, eu neguei a mim mesmo e sai do quarto fechando a porta, ela tinha seios, tinha vagina, era uma garota gostosa. Qual o meu problema?
          Voltei ao normal um pouco tempo depois de ficar parado no meio do corredor pensando o que estava acontecendo comigo, ouvi alguém bater na porta a minha frente, a chave estava do lado de fora, coloquei as mãos nela e abri a porta e revelei um Bryan de cueca box e os cabelos em um topete parecido com o meu? Quando ele viu quem era sorriu pra mim e correu pra dentro do quarto eu o segui e fechei a porta atrás de mim, ele pegou o pote de gel e me empurrou na cama. Qual o problema dessa família que vive me empurrando nos lugares?
          Bryan sentou na minha frente e falou algo que eu não entendi, sorri forçado e peguei o gel e levantei colocando no lugar, Bryan fez uma cara de sofrido e eu ri alto e ele me acompanhou mesmo mal sabendo o porquê de eu rir.

Eu: Vai lavar esse cabelo e tira esse gel, eu vou te ensinar a fazer o meu topete.
Bryan: Zayn... você, é muito legal. -eu não conseguia notar tal problema nesse garoto, ele só era uma criança que cresceu demais e tinha a língua presa tirando isso era uma pessoa normal e feliz.-
Eu: Okay, vai logo menino. -ele foi correndo pro banheiro e eu comecei a mexer nas coisas da SeuNome procurando laquê. Abri inúmeras gavetas, porque esse quarto era enorme, encontrei na última gaveta o que eu queria, me sentei na cama dela e Bryan saiu do quarto e se sentou na minha frente, peguei uma toalha e comecei a secar seu cabelo.- Sabe aqueles quadros lá fora? -falei mais lento possível e Bryan assentiu- Porque você e SeuNome não estão nele? -Bryan ficou pensativo.-
Bryan: Pra estar no quadro precisar orgulhar o papai.
Eu: Mas a SeuNome faz o que ele quer, namora com Brad não?
Bryan: Não assim Zayn. -ele disse rindo.- Ela precisa fazer papai ganhar alguma ação.
Eu: Ação?
Bryan: Eu não... Zayn você vai me deixar bonito que nem você? -eu sorri-
Eu: Eu não sou bonito Bryan.
Bryan: SeuNome me contou que você é o menino mais bonito que ela já viu.
Eu: Eu sou?
Bryan: Ela gosta de você. -sorri involuntariamente e só notei depois de um tempo, fiquei sério novamente e fiquei imaginando como seria pra SeuNome ganhar uma ação.-
Eu: Bryan... Como a SeuNome ganharia uma ação pro seu pai?
Bryan: Ela diz que tem que fazer aquilo que ela não pode dizer.
Eu: Sexo? -ele assentiu e começou a rir como se fosse algo engraçado, eu o encarei confuso até ele parar de rir- E com quem ela tem que fazer sexo?
Bryan: Como um cara rico. 
Eu: O QUÊ? -gritei confuso.- Porquê?
Bryan: Zayn faz logo eu ser bonito que nem você. -ele mudou de assunto e eu preferi não o forçar. Então pra ser um “orgulho” dessa família, tem que transar com alguém rico e assim ele dará ações pro pai da SeuNome e assim ele será mais rico. Bela forma de criar uma família.-

[…]

          Já tinha se passado cinco ou seis horas da minha conversa com Bryan mas o assunto não saía da minha cabeça, eu me encontrava agora, sem camisa e limpando a piscina, eu nunca fui fã de piscina e limpá-la era uma coisa que eu com certeza listária como uma coisa que eu odiasse. Mas pelo menos tiraria um pouco da minha mente tudo que Bryan disse. Por um tempo achei que poderia ser mentira, mas porquê ele mentiria? Ele é o mais inocente da casa e gosta de mim, nunca mentiria pra mim.
          Escutei a porta bater e olhei através da porta de vidro e vi SeuNome entrando, ela estava diferente não dava pra ver o que ela tinha, deixei tudo que estava fazendo e entrei na casa, eu estava descalço, não que eu estivesse me sentindo a vontade, por estar sem camisa e descalço, mas porque o meu “trabalho” requer que eu fique confortável e esse era o meu modo confortável. Assim que entrei no cômodo a escutei soluçar e deduzi que estava chorando, suspirei e passei a mão no meu cabelo que já estava bagunçado. Caminhei devagar e me sentei ao seu lado, ela parecia tão triste, nunca a vi assim antes, nem se quer olhou pra mim e começou a chorar mais forte, eu mal sabia o que ela tinha mas me preocupava. PORQUE ME PREOCUPAVA? Balancei a cabeça eu pensei em o que eu ia fazer, só me restou fazer o que eu fazia com as minhas irmãs. Coloquei o cabelo de SeuNome pro lado e a abracei, coloquei meu corpo rente o dela, até que ela me olhou e sua expressão de espanto fez com que eu me arrependesse disso. Mas eu já tinha feito, e agora ia até o final, fiz um sinal com os olhos e ela se deitou em meu peito e eu a abracei mais forte dessa vez, lhe passando segurança, ela precisava disso. Por mais que eu não sabia por quê.

[…]

          Depois de uns minutos ela acalmou e começou a suspirar pesadamente e secou as lágrimas, levantou sem falar nada e caminhou até a escada, Maura falou com ela e perguntou se ela queria algo e a menina só a ignorou e subiu as escadas sem nem olhar pra trás, fiquei somente parado no meu lugar olhando pra frente. Levantei uns minutos depois e dei ombros pra Maura que me olhava curiosa, caminhei pra fora de novo e voltei a “tentar” limpar a piscina. E depois me perguntam porque eu nunca ajudo ninguém. E se ela me perguntar porque eu a ajudei, falo que foi uma retribuição por ela ter me ajudado mas que também só por aquilo e não ajudo mais.

XXX: Zayn. -me virei assustado, também eu estava travando uma batalha pra limpar aquela piscina- Eu vou sair rapidinho, pra ir no mercado comprar umas coisas pro jantar, você pode ficar atento com a campainha? -Maura a mãe de Niall perguntou e eu assenti-
Eu: Claro, eu atendo.
Maura: Só coloque uma camiseta e calce um sapato antes de atender a porta. -eu sorri-
Eu: Okay, eu coloco. -ela riu e saiu-

[…]

          A campainha tocou e eu escutei Niall gritar meu nome, revirei os olhos e levantei correndo procurando por uma camisa social, a coloquei e coloquei meu sapatos sem a meia mesmo e corri até a porta, abri e me deparei com Brad, o que o filho da puta fazia aqui? Ele me olhou com espanto e eu prendi o resto dos botões da minha camisa e Brad me olhou desconfiado enquanto eu forcei um sorriso sacana no rosto.

Brad: O que você tá fazendo aqui?


CONTINUA... 
Capítulo Anterior                                                                                               Próximo capítulo
17

17 comentários:

  1. OMG ! Zayn ta xonado da Seunome !! own que meigo cara ....
    Continua Camila !
    Xoxo

    ResponderExcluir
  2. Aff vei agr se ele ficar comigo a michell vai ficar de marcação ..aff

    ResponderExcluir
  3. Mds, você precisa continuar. :') xx Bu

    ResponderExcluir
  4. ahh continua!! Ta muito perfeito!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Mari Tunisse27/01/2014 23:22

    OMG
    Que PERFEITO CARACA :o :o

    Continuaaaa <3

    ResponderExcluir
  6. Continua se ñ eu vou morrer :)))

    ResponderExcluir
  7. HEUHEUEHEUE' prevejo treta....
    Bom nao vou dizer só um "continua pq deve ser chato ler comentarios todos iguais...vou fazer um "continua " diferente , pq eu sou diferente u.u
    Será que a senhorita poderia fazer o favor de continuar essa fic que eu amo , Obg Dnd
    P.S: Liam evangelizou esse comentário...

    ResponderExcluir
  8. Que fofo!! O Zayn ta me amando! Aff e oq essa bosta (Brad) foi fazer lá?! Continua xx Ka

    ResponderExcluir
  9. Continuaa to ansiosa aqui :)

    ResponderExcluir
  10. Leitora nova, hahaha :3 Estou amando a fic, continua por favor esta perfeita, você poderiam divulgar meu blog?

    ResponderExcluir
  11. Own Zayn...
    Ah cara porq o Brad ta ai -_-
    Ah continua logo 8)

    ResponderExcluir
  12. Exatamente porisso eu,não paro de ler , continua logo , .
    Beijão :)

    ResponderExcluir
  13. Continuaa o mais rapido possivell por favoor ❤️

    ResponderExcluir
  14. Continuaaaaaaa por favor!!! Eu preciso de mais capítulos!!!
    #viciadanafic

    ResponderExcluir
  15. continuaaa por favor se não eu morro cara

    ResponderExcluir
  16. Meu fala qual e sua meta de comentarios q eu vou ppstar um moonte aqii serio meu por gentileza voce poderia continuar?sabe eq eu to desesperada ..

    ResponderExcluir