Our Destiny - Capítulo cinco. / 3ª Temporada.

Capítulo cinco – Veja o que eu vejo...
Há mais perigo em teus olhos do que em vinte espadas!
Zayn Malik P.O.V’s 

  Saltei da cama procurando pelo ar que me faltava, arregalei os olhos e abri a boca em busca de ar e o meu peito de encheu rapidamente, meus olhos umedeceram molhando o meu rosto ardido, meus olhos ficaram embaçados por um longo tempo até se acostumarem com o local, olhei em volta e estava sozinho em um quarto branco, meu braço esquerdo doeu quando tentei apoiá-lo na cama, olhei rapidamente pro mesmo e notei que ele estava quebrado, eu ainda não sabia o que estava acontecendo mas, pelo menos, eu tinha uma ideia, o meu último pensamento vinha de mim e de SeuNome indo ao Nandos para almoçarmos, mas não concluímos nossa meta. Lembro de ouvir ela gritar meu nome em seguida eu só pude olhar rapidamente pra minha esquerda, não conseguiria desviar o carro então me joguei sobre SeuNome abraçando com força, um de nós sobreviveria e com certeza, eu queria que fosse ela.
  Tentei descer da cama e então um apito começou a soar no meu quarto e rapidamente a porta foi aberta e uma mulher se aproximou pedindo que eu deitasse de novo e eu neguei, senti a minha língua dar falha no momento que eu tentei falar, arregalei meus olhos e tentei falar de novo, dessa vez a minha voz saiu com força e eu quase gritei um “Não” para a mulher que deduzi ser uma enfermeira após ela dizer que eu estava em um hospital e precisava de repouso, segundos depois o Liam e o Niall entraram na sala escorregando os dois pelo tapete me fazendo rir pelo nariz, Niall se segurou em Liam que segurou na porta e ambos escorregaram bem, quase caindo de joelhos no chão, logo se colocaram em pé, olharam uns pros outros e Niall puxou a risada de nós três. Sempre idiotas, como sempre. O Irlandês se aproximou rapidamente e deu um tapinha na minha testa, a enfermeira o olhou reprendedora e Niall sussurrou um desculpe fazendo a mulher revirar os olhos.

Liam: Como se sente? – perguntou sério e eu estranhei.
Eu: Me sinto razoavelmente bem, minhas pernas doem, assim como minha cabeça, meu braço, meu nariz, minhas costas, mas tirando isso eu estou bem, eu quero saber duas coisas.... cadê meu filho e a SeuNome?
Niall: Seu filho está com a Bruna e uma tia da escola.
 
Eu: Tia da escola?
Niall: Quando você não foi buscar ele naquele dia essa tia que levou ele em casa, pelo menos foi o que a Bruna disse.
Eu: O dia que eu não fui buscar? Escuta, quantos dias eu estou aqui?
Niall: Quatro dias dormindo.
Eu: Por isso estou morrendo de fome. – franzi o cenho e Niall riu pelo nariz, senti uma pontada na cabeça – Mas enfim… – dispersei os pensamentos e encarei Liam – Aonde está a SeuNome? Ela está bem?
Niall: Você disse que está com fome né? Eu posso trazer alguma coisa pra matar sua fome?
Eu: Eu quero saber o que aconteceu com a SeuNome, não enrola Niall?! – falei sério, uma tontura tomou conta do meu corpo mas passou em instantes me fazendo voltar ao normal.
Liam: Ah Zayn! – falou um pouco baixo e soou decepcionado – Infelizmente ela está em coma, bateu a cabeça com muita força contra o banco do seu carro e desmaiou, eu não-
Eu: Culpa minha. – abaixei a minha cabeça nervoso. – Merda, tudo isso é culpa minha, a Camila, a SeuNome, tudo culpa minha.
Niall: Escuta aqui, nada é culpa sua, para de falar dessa forma que você me deixa irritado Zayn, as coisas acontecem e nós não podemos fazer nada, para de se culpar, se você se culpar de novo eu vou abrir aquela janela e te jogar dela, contando que estamos no quinto andar e não vou falar de novo. – Falou nervoso tinha os braços cruzados e as bochechas estavam bastante avermelhadas, seus olhos me fuzilavam, era a primeira vez que escutava Niall falar tão sério, por mais que eu tive vontade de rir eu permaneci sério olhando em sua direção, ele tinha razão, não era culpa minha, talvez um pouco era, mas não 100%.
Eu: Eu posso ir ver a SeuNome?! Eu estou bem o suficiente para andar até lá. – Liam entreolhou para Niall que continuou com a posição de durão, a enfermeira que mexia em meu travesseiro tentando falhadamente me deixar confortável se retesou e me olhou curiosa após um breve silêncio ela entendeu que foi com ela que eu havia falado.
Enfermeira: Anh… Vou chamar o médico pra você. – assenti e ela saiu, Niall pulou na cama e me abraçou pela cintura tomando cuidado pra não me machucar, mas já machucava.

[…]

  Quinze minutos depois o médico apareceu e liberou a minha ida no quarto da SeuNome mas claro os meninos teriam que estar ao meu lado sempre, caso eu desmaiasse, tivesse qualquer recaída se quer, mas o quarto dela não era longe dali, ela estava no quarto ao lado, mais precisadamente no mesmo corredor mas ao lado esquerdo já que o meu quarto era ao lado direito. Empurrei a porta bem devagar e encarei o quarto, só havia uma cama, aonde estava a SeuNome ligada pelos aparelhos, e em uma poltrona ao lado estava Harry, ele estava sentado de uma forma engraçada, com o corpo jogado em cima dos braços do sofá, ele lia um livro sobre “Comas”, assim que arrastei a porta ele olhou bem diretamente pra mim e se ajeitou na poltrona levantando e vindo na minha direção me abraçar, eu não estava louco, ele havia brigado comigo a alguns dias, não tinha? Mas de qualquer jeito, eu o abracei de volta, senti o meu corpo dar uma leve cambaleada pro lado e eu quase cai em cima de Harry afinal eu ainda estava fraco, mas porque sou teimoso resolvi me esforçar para vir aqui.

Harry: Que bom que você está melhor. – tentei de alguma forma ser gentil, mas era difícil me vinha toda aquela desconfiança na minha cabeça.
Eu: O que você faz aqui? – perguntei sem tentar me importar com ele tentando ser gentil comigo – Vocês não havia brigado?
Harry: Eu me importo com ela, eu ainda a amo.
Eu: Se amasse realmente não havia a trocado por outra pessoa e sim corrido atrás do que você tem e que está vivo. – falei dramaticamente colocando o meu problema na conversa, eu sofria ainda e estava jogando todo o meu sofrimento pra cima de outras pessoas mas eu não me importava mais, cansei de me importar. Caminhei até a SeuNome que dormia na cama, seu peito subia e descia em um ritmo bem calmo, na máquina ao lado tinha os batimentos cardíacos dela. Passei minhas mãos por pequenas máquinas presas em seu dedo e a olhei de mais perto, parecia dormir como anjo, mas a diferença é que não seria fácil acordá-la.
Niall: Harry você já beijou ela? – olhei rapidamente pro Niall que estava encostado na porta, mexia a mão direita em uma pulseira de metal e olhava atento pra Harry, tinha olheiras pesadas e manchas do sol no rosto, qual é eu não sou tão inteligente assim mas sei que na França não tem sol.
Harry: O que você disse? Não entendi nada.
Niall: Lembra da história da bela adormecida? O príncipe deu um beijo e ela acordou, lembra da Branca de Neve? Dê um beijo que ela acorde, você já deu o seu?
Liam: Você está de brincadeira né?
Niall: Só queria descontrair, isso está horrível. – rapidamente o telefone do Niall tocou e ele atendeu no primeiro toque. – Não dá pra ser agora, agora não, já mandei esperar. – e então desligou, virei-me curioso e Liam e Harry foram conversar na janela sobre o que Harry pretendia fazer dali pra frente, afinal ele não poderia ficar traçado em duas garotas.
Eu: Você não estava na França?
Niall: Você reparou como mostra um pouco de eletro atividade enquanto a SeuNome está em coma? Isso significa que ela está viva, tem consciência do que está acontecendo mas não pode acordar.
Eu: Porque você não responde a minha pergunta e conversamos sobre ciência depois, porque ela pode não acordar mas eu estou bem acordado e preciso de respostas de todos vocês.
Niall: Eu estava na França, mas voltei cerca de uma semana.
Eu: Voltou sozinho?
Niall: Sidney esteve comigo.
Eu: E quem era no telefone?
Niall: Ela, ela quer vir aqui, ver a SeuNome.
Eu: Uma coisa, ela está com AVC, o que Sidney quer com a SeuNome, por favor menos proximidade, é melhor. Não quero essas meninas novamente na vida dela, só trouxeram problemas pra ela.
Niall: Sidney não estava lá quando Você bateu o carro. Não foram as únicas que trouxeram problemas pra ela. – apontou pra SeuNome e eu senti um arrepio na nuca e uma vontade de bater no Niall.
Eu: Eu não bati o carro, bateram em nós. A culpa não foi minha, você mesmo disse. – Niall suspirou e descansou os ombros.
Niall: Você tem razão, desculpa.
Eu: Tudo bem, hei, o Liam estava com você? – Niall não respondeu novamente estava preso no celular e nas mensagens que havia chegado. Queria saber o que tanto ele conversava ali mas algo me chamou a atenção, girei a minha cabeça pro lado quando um som se fez presente na sala, não era de celular nenhum, e Harry gritou um “Ai Meu Deus” a máquina ao meu lado começou a apitar e sabe aquelas linhas da máquina que antes tinha ondas que se movimentavam bem devagar agora tinha se tornado apenas uma linha reta, olhei assustado pra SeuNome, o barulho irritado do “pi” ecoou por todo o lugar, Harry passou por mim esbarrando no meu braço e quase derrubando-me no chão.
Harry: POR FAVOR ALGUÉM AQUI PELO AMOR DE DEUS, POR FAVOR!

  Tentei me mover mas meu corpo não reagiu muito bem, olhei pra SeuNome e ela não se moveu, continuava do mesmo modo que estava quando cheguei, eu não sabia o que fazer, escutei Niall começar a chorar desesperado e eu não tive nenhuma reação a não ser ir pra cima dela e pedir que ela ficasse, gritei e gritei muito, estiquei minha mão e toquei a de SeuNome com força e então senti a minha mão ser esmagada, arregalei mais os olhos e os apitos cessaram aos poucos assim como o aperto dela na minha mão foram se soltando bem devagar e ninguém havia notado, um médico chegou no exato momento e me empurrou pra longe quase me fazendo cair, permaneci com os meus olhos arregalados e assustados com o que presenciei em poucos segundos, pensei na possibilidade dela estar acordada desesperada com o que talvez estivesse acontecendo em sua mente, uma bagunça, um mistério, e quando tocou minha mão normalizou seu desespero, isso era realmente engraçado … e estranho.
  Me empurraram para fora da sala, vi Harry reagir e pedir que soltassem ele, e que ele queria ficar com ela, Liam arrastou o garoto pra fora do quarto e ficamos no corredor, logo um médico apareceu e disse que era pra eu voltar pro quarto que ele faria uns exames para saber como eu estava, e eu respondi que estava ficando louco, o médico riu e disse que todos somos um pouco e que isso é normal, questionei sobre SeuNome e se ela voltaria e ele disse que isso não dependia dele e sim da mesma, se ela fosse forte o suficiente ela voltaria por mais que a medicina e a ciência não aceitem essa forma de pensar, ele era católico e acreditava que as pessoas podem mover o mundo com a fé que tem dentro de si, e eu concordei com ele porque se nós tivermos fé nada é impossível, eu posso tornar o que quiser meu, eu posso rodar o mundo e fazer transformações somente com a minha fé.

[…]
Dois dias depois. 

  Estava de noite, e eu ainda estava nesse hospital, precisava de longos procedimentos por conta do impacto e as minhas lesões precisava ser estudada. Nesse exato momento eu me encontrava acordado, não conseguia dormir, mesmo que fechasse os olhos e ficasse quieto eu não conseguia de fato dormir, no dia seguinte eu tomaria alta por ter tido uma recuperação imediata, os médicos falaram que é como se eu tivesse acordado de uma bela noite de sono e eu achava isso muito bom, poderia ver Caleb cujo eu estou com tamanha saudades e Bruna, ver se ela está bem.
  Escutei um barulho no corredor, estiquei o meu corpo e inclinei pra frente tentando ver alguma coisa através da janela de vidro, meu coração acelerou quando percebi que a luz do quarto de SeuNome estava acessa, eu vi a hora que Harry tinha ido embora com Niall e Liam, então não tinha ninguém no quarto dela, e porque a luz estava acessa se ela estava em coma? Espera, ela pode ter acordado já que o médico disse que ela não tem risco de falecer já que seu corpo está com uma grande porcentagem de que ela acorde a qualquer momento, ele disse que não entende muito bem do assunto porque nunca pegou um caso desses mas disse que era mais provável ela acordar do que falecer o que nos fez ficar melhor, já Harry ainda estava chateado com tudo isso e negava ter que deixá-la sozinha, negou ter que ir dormir fora do hospital, negou tudo, queria somente ficar com lado dele, porque no fundo, no fundo ele pode arrumar milhares de mulheres mas seu coração sempre terá uma dona.
  Com um pouco de dificuldade tirei a agulha que estava na minha veia e desci da minha cama, deixei o livro que lia em cima da mesa ao lado de um copo de água vazio, procurei por meus chinelos e a única coisa que achei foi pantufas de panda branca provavelmente do Niall, eu não usaria aquilo, por Deus já bastava essa roupa estranha e larga de hospital, a menos estava de cueca e a cueca era minha. Caminhei em direção a porta e prendi a minha mão na maçaneta e girando com força e puxando a porta pra trás, e quando isso aconteceu alguém passou rapidamente por mim, alguém que aparentemente havia acabado de sair do quarto de SeuNome pela minha pouca e boa visão. Tirei meu corpo pra fora do quarto e encarei o corredor alguém com uma roupa escura havia acabado de abrir e se enfiar no meio da porta sumindo da minha vista, fiquei olhando por longos segundos e pensei na possibilidade daquela pessoa ser o Harry e visitar a SeuNome escondido durante a noite, isso não me surpreenderia se fosse mesmo. Só não entendi porque saiu com tanta pressa, eu posso estar brigado com ele mas ainda é meu amigo e além disso eu não teria problema em ter alguém pra conversar durante essa noite de tédio.
  Olhei em direção ao quarto da SeuNome desfazendo meus pensamentos de Harry ter corrido que nem uma garotinha quando viu que alguém além dele também estava acordado, fechei a porta atrás de mim e andei no corredor sem fazer barulho, a porta do quarto de SeuNome estava aberta, entrei sem pedir licença até porque ninguém ouviria, apaguei a luz que cegava meus olhos, vi a SeuNome dormindo como a bela adormecida ou a Branca de Neve como Niall havia falado antes, caminhei até a poltrona branca que tinha ali após fechar a porta com cuidado, me sentei na mesma e fiquei encostado nela por um longo tempo observando ela dormir.
  Não sei porque não fui bombardeado por milhares de sentimentos, porque não chorei quando me contaram que ela ficou em coma e porque reagi diferente dos outros meninos, todos ficaram assustados e Harry parece estar realmente preocupado, mas eu, eu sou o verdadeiro culpado disso tudo e não tive nenhuma reação que me fizesse sentir culpado ou errado de algo, eu sentia que ela poderia sofrer mas usei todos os meus sentimentos de dores para sofrer quando a Camila faleceu e faço isso por quatro anos seguidos não sei se há mais algum tipo de sentimento que posso demonstrar pra outras pessoas, não sei se há mais alguma coisa aqui dentro de mim, talvez essa seja a resposta para tudo que vem acontecendo, a minha falta de expressão, minha reação de quem não se importa, porque a única coisa que quero é pensar que tudo vai dar certo e tenho quase certeza disso, não vou sofrer a menos que algo grave aconteça.

[…]

  Me mexi e acordei assustado quando caí no chão, olhei em volta e percebi que dormi na poltrona do quarto de SeuNome, senti o meu braço doer com a queda e gemi de dor no chão, pensei que ia começar a chorar mas comecei a rir, sim, comecei a gargalhar que nem a gazela do Niall, comecei a rir sem motivo, eu não sabia porque ria mas me deu uma enorme vontade de rir, recebi o sol no meu rosto e percebi que já havia amanhecido o relógio na parede marcava dez horas, ainda no chão virei a minha cabeça sobre o ombro amenizando minha risada e vi que a porta estava aberta alguém esteve aqui, sabe porquê? Porque eu estava com uma blusa de frio, – contado que durante a noite eu estava com roupa de calor – um suéter azul-escuro com uns desenhos estranhos, uma meia branca e também uma touca, a calça de moletom, estranhei estar vestido daquela forma porque me fez lembrar da Camila, ela adorava essas blusas que eu chamava ser natalina e ela sempre me agasalhava com medo de ficar resfriado e até as meias invertidas estavam iguais, Jesus, parei de rir no mesmo momento e bati de leve a cabeça no chão, eu estava ficando maluco, Liam também tinha o costume de colocar as meias invertidas, a paranoia estava tomando conta de mim.
  Certo, ficou mais estranho ainda quando o meu braço latejou e eu ergui a cabeça olhando o teto e nessa deslizada com os olhos até o teto, percebi que havia dois enormes olhos me encarando, voltei meu olhar rapidamente pra cama e os encarei, meu coração pareceu parar por alguns segundos, me imobilizei e pareci estar totalmente, petrificado, céus, o que foi isso, o que era isso, levantei a mão livre e cocei os olhos, não estava sonhado e nem ficando louco, estava realmente acontecendo, estava acordado e enxergando muito bem, mas ainda inacreditável e assustado.
,
Continua.... 
<< Capítulo Anterior                                                                Próximo Capítulo >>


----------------------------------------------
EI COISINHA, VÁ DEVAGAR, VIU?
Gente, só eu to achando o Zayn meio chato meio legal? Ele não se decide se vai ser um dramático sofredor, emo depressivo das trevas, ou se vai ser o estiloso garoto, misterioso e que cuida da vida de todo mundo porque pra ver uma luz acessa em um quarto do outro lado do corredor e ir lá pra ver o que ta acontecendo, tem que ser muito zé povinho mesmo. 
Okay parei com o julgamento porque eu tenho dó dele, se perdeu na vida o Niall ainda fica tirando uma com a cara do coitado, não rola. 
Bom, tirando isso DE QUEM SÃO OS OLHOS MISTERIOSOS QUE OLHAVA O ZAYN DURANTE O SEU ATAQUE AGUDO DE HORA DA RISADA HORAN? -q?
Enfimmm, espero que gostem, desculpa por ter uma parte BEEEEM GRANDE ai, é porque eu queria detalhar o melhor possível. 
Bom, quero avisar a vocês que vou colocar uma moderadora no blog que vai postar fanfic do Liam e eu vou começar a postar uma do Louis, então natal recheado de Lilo pra nós. 
KJHSAKHSA enfim, espero mesmo que gostem, e até mais ver. beijoos no core de vocês. 
16

16 comentários:

  1. Ai my eggs k Continua Mariah

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que é a Camila que esteve o tempo todo ai, aquela pessoa que ele vii saindo de pressa no.corredor deve ter cido ela ... os olhos era a Camila kkk ... Continua xoxo Isabel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou com uma impressão parecida, pois algo me diz que a tia da escola de Caleb é a Camila....

      Excluir
  3. OS OLHOS SAO DA CAMILA ? CAMILA TA VIVA ? 😱😱😱 AAII MEU DEUS SCRR 😍😍 CONTINUAA LOGO TIA CAMS

    ResponderExcluir
  4. Oie leitora novaaaa.
    QUE PORRA É ISSO ESSES OLHOS SÃO DA CAMILA TEM QUE SER...
    ta parei coltando a falar normal, concordo com tudo que a isabel falou ai a cima.
    AMO SUA FIC ELA É DEMAIS U.U PERFEITA.
    Continua logo pfv se ñ vc vai me deixar louca.
    Xoxo yasmin

    ResponderExcluir
  5. PQP EU JA TENTEI ESCREVER ESTA MERDA DE COMENTARIO 5 VEZES, ENT COMO NAO DEU NAS ULTIMAS CINCO VEZES, VAI SO UM CONTINUA, E TIPO, PQP QUEM O ZAYN VIIUUU?? SERA QUE FOI A CAMS OU A SEUNOME ABRIU OS OLHINHOS JKGUYDYTTYFCTYDBFJHHG E PERA, O HARRY SEPAROU DA NOJENTINHA DA REBECA???? REKHUKKEVJWGWBKJVW3BHVEJIEV NAO GOSTO DELAAA HEHE MAS CONTINUAAAA, AAAH E QUEM ESTAVA NO QUARTO DA SEUNOME A NOITE Q DESPERTOU ZAYN?? ESTOU MORTA FEAT ENTERRADA
    CONTINUAAAA RAPIDOOOO
    C-O-N-T-I-N-U-A-A-A-A-A-A-A-A-A-A-A-A
    LOVEEE U HEUHEUHEUHEUHEU

    ResponderExcluir
  6. Mari Tunisse11/12/2014 16:48

    Meeeeeeeuuuu Deus! É agora que eu vou ter um treco aquiiii!
    Caraça! É a Camilaaa, tem que ser! Putz vey!
    Continuaaaa Cams! Amo você <3

    ResponderExcluir
  7. MDS MISTERIO AI CM TE ADORO KKKKKKKKK
    MDS MDS MDS,ACHO Q MORRI E FUI PRO CEU COM ESSA PERFEIÇÃO DE CAP. KKK
    CAMS PELO AMOR DE DEUS CONTINUA LOGO,EU TO AMANDO CADA CAP DESSA FIC,E TANTO MISTERIO MDS KKK
    EU ACHO Q OS OLHOS MISTERIOSO E DA CAMILA OU DA SEUNOME KKKK EU TENHO CERTEZA Q UMA DAS DUAS KKKKK
    CONTINUA LOGO OKAY BJS

    ResponderExcluir
  8. O Zayn é um bipolar maluco kkkkkk
    Acho que é mais provável que sejam os olhos da SeuNome...
    Fics com Lilo uhuuu
    Continua logo Xx

    ResponderExcluir
  9. Genteeee só acho que é da Camila *0* Ashiley

    ResponderExcluir
  10. Eu sempre soube q a Camila voltaria ashuashuashuaashuashu tava escrito nas estrelas (viajei agora) kkkk continua logo to super anciosa pra confirmar minhas suspeitas kkkk xx thays

    ResponderExcluir
  11. Eu acho que a tia da escola é a Camila e a menina que passo correndo tbm era a Camila e quem vestiu o Zayn era a Camila e eu acho que quem ta na cama é a Seunome ela acordou do coma....Tá perfeito *-----*

    ResponderExcluir
  12. CAMILAAAA nao demora pra postar estou morrendo aki.E os grandes olhos sao da Camila taaaaaaaaaaaaaaaa
    xx:Gaby Horan

    ResponderExcluir
  13. Camssssss posta logo, eu tô morrendo de curiosidade!��

    ResponderExcluir
  14. Será que da pra você parar de cometer erros de português? Obrigada. De nada.

    ResponderExcluir