⋆ The World turns - Capitulo 16 / 2ª Temporada

"Realidade"
Tumblr_mg4ewa1rbp1r04xt8o1_r1_500_large

P.O.V's SeuNome

         Depois de sair do banho, eu coloquei um pijama e sequei meu cabelo com o secador, eu estava morrendo de fome, puxei a escrivaninha e sai do meu quarto, com as pontas dos dedos do pé, desci as escadas correndo e fui até a cozinha, abri a geladeira e tinha uma caixa de pizza, abri e tinha uma pizza completamente inteira, peguei a caixa e uma caixa de suco, tirei um pedaço da pizza e coloquei no micro-ondas, enquanto girava lá, eu coloquei o suco no copo, logo o micro-ondas apitou e eu me sentei na mesa e comecei a comer, eu estava com fome, com tudo que estava acontecendo tão rápido eu não tinha caído na real do que estava acontecendo e estava ficando cada vez mais confusa. Após comer eu fiquei sentada na mesa até que vi alguém descendo as escadas, eu corri para debaixo do armário da cozinha e fiquei escondida lá, logo notei que era a Selena e o Austin e eles se sentaram na mesa e começaram a conversar.

Austin: Você sabe aonde o Daniel está?
Selena: Não mas a Lua acha que ele descobriu tudo e foi se juntar com o Zayn, o Liam o Louis e os outros meninos.
Austin: Sel, eu não aguento mais ficar do lado da Lua, ela não deixa eu contar pra SeuNome o que eu sou dela, minha mãe se juntou com a mãe daquela menina lá e agora nem olha mais na minha cara, ela disse que estamos sendo infantil tentando ajudar a Lua.
Selena: Mas isso vai acabar.
Austin: Acabar quando? Ela quer matar a Sarah, você sabe o que é matar? A mesma coisa que ela fez com o pai dela ela quer fazer com a Sarah, porque? Porque ela tem o desejo imortal de namorar aquele Liam, pouco me fode aquele menino, eu queria contar pra SeuNome o que eu sou e contar para a Milenna o quanto eu a amo. -coloquei a mão na minha boca, e uma lagrima pingou no chão-
Selena: Austin você acha que é fácil deixar a Disney para ficar com o Zayn Malik? Eu nem gosto dele, por mim!
Austin: Selena? Que tal a gente contar para a SeuNome e quem sabe ela ajudar nós a fugir, eu não aguento mais.
Selena: Mas e a mãe dela, a Lua está desnorteada ela vai querer matar todos nós!
Austin: A Lua quer matar a Milenna também. -arregalei os olhos- e até hoje não encontrou ela, você acha que se nós se juntarmos com elas você acha que ela vai nos encontrar?
Selena: Mas Austin somos famosos, eu só queria minha vida de volta, eu não sei porque fui aceitar isso, por causa de 100 milhões de reais! Sou muito trouxa.
Austin: Vamos fugir? A SeuNome está no quarto dela, ela nos ajudará.
Selena: Vamos fazer isso amanhã pela tarde quando a Lua for pagar aquele Michael no aeroporto, só ficarmos aqui e resolver com a SeuNome e com a mãe dela.
Austin: Ok! Tomare que dê certo.

         Então é a Lua a louca?! E todo o tempo eu achei que era o Austin e a Selena, e o que o Austin quer tanto me contar? A Lua foi capaz de matar o meu pai? E quem sabe não foi ela que sumiu com o Daniel, isso tá cada vez mais repugnante.
         Me ajeitei pra sair e falar com o Austin e a Selena mas a Lua chegou bem na hora, me assustei e tampei a boca segurando a respiração.

Lua: O que estão fazendo aqui?
Selena: Estávamos conversando.
Lua: Me deixaram dormindo.
Austin: Não queríamos acordar você.
Lua: Vocês não estavam falando nada inconveniente né? Porque a Blaquinho tá andando pela casa, o quarto dela tá vazio.
Austin: Ah, não! -olhou pra Selena-
Selena: Estávamos conversando sobre o natal.
Lua: Ok, subam estou pagando vocês para ficar me protegendo, você sabe Daniel sabe a verdade e pode acabar enlouquecendo e fazendo algo comigo.

         Eles saíram e eu fiz um barulho com o pé, a Selena olhou pra trás mas não me viu, eu acho! Eles subiram e eu sai do meu lugar ficando de pé e olhando para a porta da cozinha e tentando entender tudo que acabou de acontecer aqui! Era uma confusão na certa na minha cabeça agora.

XXX: Você ouviu isso!
Eu: AAAAAI -me virei era a Lúcia, empregada do meu pai- PUTS LÚCIA VOCÊ ME ASSUTOU MULHER.
Lúcia: -rindo- Me desculpa patroa... -interrompi ela-
Eu: Não, sem patroa tá?
Lúcia: Tá senhora Blanco.
Eu: Não Lúcia -resmunguei- SeuNome ou SeuApelido.
Lúcia: -riu- Ok SeuNome.
Eu: Ah agora sim... bom vou pro meu quarto e você vai ficar quieta com o que ouviu entendeu?
Lúcia: Pode deixar Senh... SeuNome! -sorriu- Minha boca é tumulo.
Eu: Por isso fede. -ela me deu um tapa e me empurrou pra fora da cozinha-

         Eu sai rindo e subi as escadas correndo, quando estava quase na porta do meu quarto eu ouvi a porta de entrada fechando eu corri até a ponta da escada olhei lá pra baixo e a minha mãe e o Logan estavam se beijando... eca.
         Eu disfarcei ao ver eles se beijando dando passos de leves para atrás e corri pro meu quarto, empurrei e escrivaninha e sorri contra a parede e me joguei na cama de bruços e fiquei olhando pra rua que estava escura e só estava iluminada por alguns postes de luz e a lua. Fui pegando no sono aos poucos.

Dia seguinte/ de manhã.

         Acordei me espreguiçando, é super bom dormir e acordar por vontade própria, olhei no relógio de parede do meu quarto e era 14:33, levantei da minha cama arrumando meu cabelo bagunçando, nem fui no banheiro, puxei a escrivaninha e abri a porta, olhei lá pra fora, não tinha ninguém no corredor, desci as escadas correndo. E encontrei com o Logan com a maior cara de cansado sentado na mesa, eu não era experiente nessas coisas mas sabia o que os dois tinha feito ontem a noite, ou melhor hoje na madrugada.

Eu: Bom dia.
Logan: Boa tarde né?!
Eu: A é! -sorri e sentei-
Mãe: Filha come e vai se trocar, eu e o Logan vamos dar uma volta no shopping, queria que você fosse junto. -colocou um prato de bolo na mesa-
Eu: Ok! -peguei o bolo-
Mãe: E tu vai voltar pra escola tá mocinha.
Eu: O ano tá acabando.
Mãe: Sem problemas ano que vem você faz o primeiro colegial de novo, aqui no Brasil.
Eu: Ok! -me levantei carregando o bolo-
Logan: Vai se arrumar? -balancei a cabeça e ele sorriu-

         Subi as escadas novamente devagar e entrei no meu quarto, fui no banheiro, fiz minhas higienes, lavei o rosto seguido de escovar os dentes, fui até o meu guarda-roupa e peguei uma roupa e vesti ela, fui até a frente do espelho, penteei o cabelo e estava PRONTA, para onde eu e a minha mãe com o Logan íamos. Sai do meu quarto e me deparei com o Austin na minha frente, encarei ele de cima abaixo e ele fez o mesmo comigo, ele sussurrou um boa tarde, mas eu não respondi e sai andando em direção a escada.

Eu: Eu tô pronta.
Austin: Vai aonde?
Eu: No shopping? -respondi lembrando de ontem a noite-
Austin: Que horas vocês voltam? Eu meio que queria conversar com você e a sua mãe.
Eu: Não se preocupa, nós não vamos demorar.
Austin: Ok, eu agradeço.
Eu: Tá -sorri-

         Desci as escadas pensando nas milhares coisas que o Austin poderia falar, acho que no começo eu não poderia acreditar no que ele gostaria de falar mas quem sabe ele me convencesse com a capacidade dele de omitir as coisas.

Logan: WOW, ela se arrumou rápido.
Mãe: Essa dai quando questão é sair, ela vai rapidinho... -sorri pro Logan- Hei filha vai pedir pro Rodney tirar o carro.
Eu: Tá.

         Abri e a porta de casa e sai andando até o Rodney que estava conversando com o Marco o segurança, andei até o portão abri o mesmo e fiquei olhando a rua e depois me virei para o Rodney que me encarava.

Eu: Minha mãe mandou você tirar o carro.

         Ele nem respondeu entrou pelo portão e foi para a garagem tirar o carro. Eu continuei ali parada olhando a rua, aquelas arvores verdes que se encontravam na frente da minha casa, tão diferente de Londres, passei mais de três meses lá e nem parece parece que eu passei apenas dias, pra mim isso é irônico.
         Vi o portão maior abrindo e o carro saindo, olhei para o carro e a minha mãe e o Logan já estavam lá dentro, eu corri até eles, abri a porta e entrei no carro, me sentei ao lado do Logan, na janela abaixei o vidro e fiquei tomando um ar no rosto até chegar no shopping.

[…]

         Eu estou a exatamente andando por 30 minutos por esse shopping e não achei nada de interessante, só o Logan e minha mãe que estão se divertindo com tudo isso aqui, a minha mãe ainda está um pouco abalada por causa do Daniel mas ela parece melhor, ela disse que bota na mão de Deus, é eu também acho isso.
         Minha mãe estava babando em uma vitrine quando o Logan chegou perto de mim e disse:

-Hei tá vendo a loja de café ali?
Eu: Aham!
Logan: Compra um café pra mim?
Eu: Mas você tomou café em casa!
Logan: Só que tô afim de tomar de novo. -me fitou-
Eu: Vai lá!

         Bufei, e fui andando até a cafeteria, peguei a maior fila e consegui comprar o café, quando me virei Logan ainda estava lá, olhei pro lado e achei estranho tinha um menino de óculos camiseta listrada e uma calça jeans bem colada a suas coxas, e uma touca que cobria todo seu cabelo ele me encarava e eu confesso que fiquei com medo, continuei andando até que escutei um certo barulho, e escutei um “PSIU” olhei pro lado e esse mesmo menino mexeu os dedos me chamando, olhei para o Logan e ele estava distraído, fui andando até esse menino, me aproximei mais e eu conhecia aquela boca de algum lugar. Quando cheguei mais perto e ergui a cabeça ele tirou o óculos.

Eu: LOUIS? -abracei ele-
Louis: Shh, pequena! -sorri-
Eu: O que faz aqui?
Louis: Bom, eu praticamente te segui. -comecei a rir, é claro que é coincidência-
Eu: E cadê aquele menino daquele dia?
Louis: Ele foi no aeroporto fazer umas coisas porque?
Eu: Por nada... o que faz aqui?
Louis: Bom eu vim te falar uma coisa.
Eu: Ué, pode falar -sorri-
Louis: Não sai de casa nem hoje e nem amanhã, praticamente você terá uma surpresa, então é melhor que você esteja em casa.
Eu: Que surpresa?
Louis: Se fosse pra contar não seria surpresa não acha?
Eu: É -pausei- Tem mais alguma coisa? -disse olhando pro Logan-
Louis: Não tem nada não... pode ir!
Eu: Ah tá, desculpa... mas é que eu tô com a minha mãe.
Louis: Não tudo bem, sem problemas tô indo embora! -sorriu-
Eu: Tchau. -dei um beijo na bochecha dele- Até mais!
Louis: Até querida.

P.O.V's Liam Payne

         Descemos o elevador, e os dois “amigos” da Sarah não estavam a minha vista, saímos do Hall e o Zayn olhou em volta, chamou um táxi e entrou, eu entrei junto. Eu pensei que o Zayn estava com o carro dele!

Zayn: Para o aeroporto por favor.
Eu: Que? Porque vamos pro aeroporto? O Simon vai estar lá?
Zayn: Não Liam, eu … -interrompi ele-
Eu: Vamos pegar um avião e fazer a reunião em voo?
Zayn: Não Liam, nós vamos pro Brasil! -encarei ele-
Eu: O Simon tá no Brasil?
Zayn: NÃO LIAM -gritou- O Simon não quer fazer reunião, estamos de férias até o ano novo esqueceu?
Eu: Você mentiu pra mim?
Zayn: Foi preciso.

         Eu fiquei em silêncio olhando pra rua, enquanto o Zayn mandava mensagem pra alguém! Paramos em frente o aeroporto e o Zayn me puxou pra descer, meio a força, tinha algumas fãs na porta do aeroporto, e paramos para tirar foto e dar autógrafos coisas de 5 minutos.

Eu: Esse negocio de viajar o mundo inteiro está me cansando!
Zayn: É, não quanto a mim.

         Encarei ele e ele sorriu para algumas fãs que gritava seu nome, ele me puxou para um outro lado e fomos andando devagar... mais ou menos 15 minutos depois eu estava do lado de fora do Jatinho do Harry e estava olhando pro Daniel, e além de tudo eu estava me recusando ir, minha mãe, só pensava na minha mãe.

Daniel: Entra Liam!
Eu: Não a minha mãe está nas mãos do Austin, não posso largar ela, não sei o que pode acontecer.
Daniel: Não se preocupe a Milenna está levando sua mãe para o Brasil.
Eu: A Milenna? -arregalei os olhos- Ela não tinha cansado disso tudo?
Zayn: A Milenna tem o coração bom, tá sempre tentando ajudar.
Eu: Sério isso? E se você estiverem mentindo.
Daniel: Quer ligar pra ela?
Eu: Acho melhor não.
Zayn: Então entra.
Eu: Dá pra botar na cabeça de vocês que eu não quero voltar com a SeuNome, nós nem tivemos nada sério.
Daniel: -segurou na minha camiseta- Não é pra você namorar ou ficar com ela, é pra você me ajudar, minha mãe não quer contar a verdade para aquela menina e a Lua tá fazendo a cabeça de todo mundo, então se liga eu quero que você sobe nesse jato, e vá até o Brasil e vai contar pra SeuNome tudo o que está nessa carta. -apontou pro Zayn- Nisso eu quero que você faça o máximo para a SeuNome se lembrar de tudo, entendeu?
Eu: S-sim! -gaguejei-

         Ele me soltou e eu subi o jatinho, olhei para todo mundo, ali estavam presente, Niall Horan, Josh Devine, Amy Green amiga do Niall, o Daniel o Zayn, a Susan, a Sofia e a Lilih... fui rapidamente pra perto dela e lhe dei um abraço, um abraço forte, senti as lágrimas escorrer pelo meu rosto, sentei ao lado dela e ela sorriu e eu abracei ela, o Daniel me encarou fundo nos olhos.

Daniel: Só quero terminar o que o meu pai começou -eu sorri falso-

         Eu não o respondi, apenas abaixei a cabeça e fiquei imaginando várias coisas, o bom dessas coisas era que a minha mãe estava bem com a Milenna, mesmo a Milenna tendo 17 anos, acho que ela tem responsabilidade de sobra pra cuidar da minha mãe. E eu estava disposto a ajudar a SeuNome mesmo ter sido ignorante com ela, eu sei que quero ajudar e sei que ela precisa de ajuda, só não quero mais problemas pro meu lado e tô afim que tudo isso acabe logo porque não tá fácil.

P.O.V's Milenna

         Deixar meu pai em Londres sozinho não é fácil desde quando Jared faleceu eu não fui ver ele, e nem falar com ele, eu sou a única família dele e ele é a minha única família, ultimamente com essa ideia de ajudar o Daniel e a SeuNome tá acabando com os meus pensamentos, tô ficando distante das coisas que eu fazia diariamente e em apenas um ano as coisas estão se complicando cada vez mais, queria apenas que tudo voltasse ao normal que as coisas se acertassem.

Karen: Hei Milenna, aquela tal de Lua precisa de uma internação... ela é louca.

         Estava de carro levando a mãe do Liam pro Brasil, nós íamos de barco afinal o Austin pode colocar a todo momento alguém que possa me perseguir e tentar pegar a Karen de volta, afinal tirar ela daquele buraco não foi fácil.

Flashback On.

         Estava sozinha era de madrugada, eu tinha acabado de brigar com o Niall no meio da rua e ele meio que me deixou sozinha virando as costas pra mim e nem olhando pra trás, mas eu errei, fui ignorante com todo mundo, eu mereço isso.
         Ainda se via a lua, mas de um lado do céu já estava ficando laranja para clarear o mesmo, estava andando devagar com as mãos no bolso e cantando Summer Love baixinho, afinal eu amava essa musica. Continuei andando e vi que estava na rua mais vazia de Los Angeles, tinha alguns matos compridos de um lado e algumas casas, raras casas... passei ao lado de um galpão, aqueles galpões antigos aonde as pessoas prendiam as outras pra fazer sacrifício, porem eu sou muito curiosa e fui olhar o galpão, estava escuro então não tinha ninguém lá, foi o que eu pensei de fato tinha um cara do outro lado, aonde ficava a porta, ele estava encostado sentado em uma cadeira mexendo em seu celular, eu tirei meu sapato, e fui andando devagar pela grama e fui até a janela que estava coberta por madeiras, liguei a lanterna do meu celular e mirei lá dentro do galpão, escutei um choro e alguém rezando, mirei aonde vinha o choro e era a mãe do Liam.

Eu: Ai meu Deus, você é tão bom, que colocou a mulher no meu caminho. -disse em voz baixa- Como pode eu encontrar essa mulher? Justo agora que estou desistindo de tudo? Você é tão bom! -sussurrei-

         Claro que a Karen viu a luzinha e se espantou correu para um canto do galpão que eu não podia a ver, já estava mais claro, em torno de 6:00 da manhã, eu me abaixei e fui até o lado aonde o homem estava com seu celular. Imaginei fazer que nem aqueles filmes, quem sabe se eu tacasse uma pedra no mato lá do outro lado ele fosse procurar e daria tempo para eu abrir o galpão, foi o que eu fiz, peguei uma pedra e acertei longe, perto de uma macieira, ele olhou e rapidamente levantou, enquanto ele ia pra lá, eu fui até a porta e abri a porta devagar, e chamei a Karen ela logo me reconheceu e veio na minha direção, quando eu olhei pro homem ele estava com a pedra na mão.

Karen: Obrigada filha, Deus te colocou no me...
Eu: Depois, vem... temos que correr.

         Ela saiu e eu bati a porta sem querer fazendo com que o homem me visse e viesse correndo atrás de nós, eu puxei a Karen com uma mão e ela segurava um terço com a outra, comecei a correr mais rápido, e o homem veio atrás, eu estava cansada e ele gritava por nós, chegamos até a estrada e como eu disse antes essa rua é vazia, não tem quase nada. Segurei firme na mão da Karen, ela tinha pique pra correr, mas não sabia até onde. Foi o meu dia de sorte, vi um ônibus de escola passando e eu gritei o homem parou o ônibus e me encarou, olhei para atrás e não vi mais o homem.

Motorista: O que você quer?
Eu: Me dá uma carona?
Motorista: Sai pra lá, isso é um ônibus escolar.
Eu: Ah ok! Tchau. -disse olhando pra trás-

         Não vi mais o homem, puxei a Karen e ela parecia cansada, fomos andando devagar para ela tomar folego, mas eu ainda olhava para atrás, vai saber se esse cara não encontra a gente.

Karen: Você tem dinheiro?
Eu: Sim!
Karen: Quanto?
Eu: Cinco mil dólares porque?
Karen: Vi um carro enquanto eles me traziam o carro custava três mil dólares, que tal você comprar?
Eu: Aonde vende ele?
Karen: Ali! -apontou em uma mecânica e fomos lá andando devagar-

Flashback Off.

         Eu poderia estar mais preocupada, mas nesse momento a minha única intenção era levar essa mulher até o filho dela, depois se quiserem acabar comigo, o que importa? Tenho apenas 17 anos e tenho mais historia do que o meu pai para contar para os meus filhos.

Karen: Você poderia me emprestar seu celular? Preciso ligar pro Geoff e pro Liam.
Eu: Ah, ele tá ai! -apontei e voltei com a mão no volante-

[…]

         Chegamos aonde estava os navios, entramos e procurei nossas cabines, é difícil de acreditar mas faz exatamente duas horas e 40 minutos que a Karen está falando com o Liam pelo telefone. Eu estava cansada e disse pra ela que ia dormir e quando chegássemos no Brasil era pra ela me acordou e ela assentiu.

P.O.V's SeuNome

         Cheguei em casa exausta e a primeira coisa que eu fiz foi ir falar com o Austin saber o que ele queria, bati na porta do quarto aonde ele estava e a Lua abriu ela me encarou, olhei lá pra dentro e o Austin e a Selena estavam sentados na cama, a Lua me encarou quase me 'comendo' com os olhos.

Lua: O que você quer?
Eu: Falar com o Austin.
Lua: O Austin não quer falar com você!
Eu: Nossa.

         Me virei e entrei no meu quarto e bati a porta com tudo, me sentei na cama e fiquei olhando pra rua imaginando aonde o Daniel poderia estar, olhei pro lado e vi o quadro da foto do meu pai comigo, fui até a mesinha e peguei o quadro, meu pai era lindo, tinha esse sorriso encantador e era humilde como ninguém, eu adorava quando ele cantava pra mim quando pequena... Espera!

Eu: Eu me lembrei, meu pai cantava pra mim quando criança. -sorri após falar sozinha- Meu pai cantava pra mim.

         Me deitei na cama com o quadro apoiado no meu peito e sorria aleatoriamente, minhas pernas estavam bambas e o meu coração a mil, as lágrimas já escorria pelo meu rosto. Era inevitável, mas a saudade que eu sentia pelo meu pai era enorme, eu ainda não tinha caído na real de que ele estava morto.

P.O.V's Liam Payne.

         Estava lendo a carta, e aquilo era extremamente estranho, tudo aquilo... a SeuNome não passou por tudo aquilo! Era demais, era cruel, era horripilante, e é por isso que eu tô envolvido no meio, várias coisas com o meu nome, comigo. Era fora da realidade tudo isso.

Eu: Daniel? -ele me olhou- Então ela que me deu? -perguntei apontando pra carta-
Você: Sim, ela queria ajudar, ela sempre quis ajudar... ela te viu na televisão e disse pra minha mãe “Ele precisa de ajuda, vamos ajudá-lo, eu sei que posso-
Eu: Eu tinha 5 anos de idade, não sabia o que ela estava fazendo por mim, se eu soubesse acho que agradeceria muito, foi uma vida nova pra mim, ela me deu uma vida.
Daniel: Ainda é possível agradecer. -ele sorriu-

Tá, eu fiz um grandão pra quem falou que tava pequeno.
#CHUPA.
Bom, espero que gostem.
Eu não vejo a hora de finalizar essa pra postar a do Harry
Eu realmente amei escrever a fic do Harry, tá muito irada.
Sem gifs porque a minha net tá lenta então não deu pra procurar muito
Desculpa :/
Até mais :P

30

30 comentários:

  1. PERFEITOOOOOOOOOO!!!! eu não me importo se esta pequeno ou não o importante é vc posta
    By:Manu

    ResponderExcluir
  2. Ficou muito perfeito...anciosa pelo imagine do harry :)

    ResponderExcluir
  3. Está demais
    Eu estou imaginando como a Seu Nome ajudou o Liam
    Continua...Malikisses

    ResponderExcluir
  4. ahhahahahahahaha , ela doou o rim dela ?

    ResponderExcluir
  5. posta logo ta.Beijos grandes,Gigi Styles.

    ResponderExcluir
  6. está PERFECT (acho que é assim que se escreve) Ansiosa para ler a do harry.bjs.

    ResponderExcluir
  7. Aaah Caah... qm falou q tava pegueno? Tipo pequeno ou não eu amo de todos os jeitos e ainda continua PERFEITO *-------*
    To louca pra ler a fic do Hazza :3 E tbm louca pra continuar a ler essa ainda mais!!
    Malikisses liamda :* <333

    ResponderExcluir
  8. Perfeeeitoiooo continuaaa

    ResponderExcluir
  9. Eu to loca pra ler a do Hazza!!!!!!!! Continua essa por favor também quero saber o que "eu" (kkkkkkk) fiz pro Liam então por favor continua e tá ótimo amor!!!!!
    Malikisses

    ResponderExcluir
  10. Crueldade oq tu ta fazend, tu ta me deixando curiosa, mega curiosa, to pirando aqii com isso..

    ResponderExcluir
  11. ah to loca pra saber a continuaçao kkkk muito bom parabens flor ...

    ResponderExcluir
  12. Ai Meu Deus, QUE PERFEIÇÃO CAMILA posta logo por favor você escreve maravilhosamente bem você é linda toda diva e eu to quase morrendo de ansiedade Meu Deus eu quero mais todas as suas fics foram perfeitas todas foram lindas e todas sempre me deixaram presas a elas mas essa fanfic é a melhor de todas! Camila você é muito diva e escreve perfeitamente bem.Já pensou em publicar um livro ? Eu compraria com toda certeza do mundo.




    bjs

    Ps: continua por favor eu não aguento de curiosidade.

    ResponderExcluir
  13. Muito boaaa serio ta super legalll continuaa!! ñ vejo hora de ler a do harry

    ResponderExcluir
  14. Oi,vc pode divulgar/ver o blog por favor? http://fics-para-directioners.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Ta tipo muito legal,oq tinha na carta hein? Kkkkkkkkkk eh serio,uma das melhores fics q eu já li

    ResponderExcluir
  16. Heeei gaya , posta mais menina .. aff'z que agonia !! Tá tudo perfeitoo *--*
    Posta o que tava escrito na carta , poorfavor loira !! '-'

    ResponderExcluir
  17. Eu amo todas as suas fics! Tô muitooo curiosa!!!! Vc escreve muito bem! Quem me dera que eu conquisse escrever tão bem quanto você! Sério, vc podia escrever um livro!

    ResponderExcluir
  18. O Austin ama a Millena ???Prfv continua logooooooo ta prft !!!

    ResponderExcluir
  19. millaa para de ser perfeita, to moooorrendo de curiosidade!!!! continuaaa logo antes que eu tenha um heart attack!!! thatty xx

    ResponderExcluir
  20. continuaaaa,perfeito demais ,to curiosa em,o Austim ama a Millena tomara q ela entenda ele,acho q ele já ta pagando pelos seus pecados,sóo quero ver eu perdoar o Liam,mais ele tem q me ajudar eu preciso lembrar do meu passado.E quando vai ter um HOT(so safadinha né)não vejo a horaa-não para não,ta muito bom.
    by:Duda

    ResponderExcluir
  21. Aaah , Termina Essa Fic Naum , Ta Massa D+

    ResponderExcluir
  22. Heei nao demora pra postar pelo amor de Deus rsrsrsrs'
    TO AMANDOOOO

    ResponderExcluir
  23. ei faz tempo qe ñ ouso fala do Harry !

    ResponderExcluir