Irish Angel - Capítulo treze

É tão louco, você faz meu coração pular quando você põe seus lábios nos meus e, querido, não é um problema, não é nenhum problema porque, garoto, sei bem do que você gosta... / The Way - Ariana Grande Feat Mac Miller
"Você poderia ser minha"
Você P.O.V's 

         Senti sendo balançada por alguém resmunguei antes que me acordasse por inteiro, me virei na cama e notei que não estava na minha cama, ah qual é faz mais de dois anos que não durmo na minha cama, abri os olhos enxergando todo o lugar e encontrei com dois olhos azuis em um rosto perfeito seus cabelos loiros jogados em seu rosto, a perfeição estava na minha frente, sorri lembrando do nosso beijo ontem, me sentei na cama com dificuldade e ainda puxando o edredom pra cima de mim estava muito frio. Niall sentou na minha frente e depositou um longo beijo nos meus lábios e pegou na minha mão me encarando.

Niall: Bom dia. -sorri respondendo- Você é linda quando acorda.
Eu: Você está puxando meu saco né?
Niall: Não, porquê eu puxaria seu saco? Eu não sou assim, tô sendo sincero. -ele selou nossos lábios- Mas agora a moça linda precisa levantar ir tomar um banho, vestir aquela roupa que eu fiz o trabalho de ir na sua casa buscar e ir pra escola.
Eu: Ir pra escola? -fiz um biquinho-
Niall: Sim, você precisa ir pra escola. Quer que eu te dê banho? -ele perguntou e eu levantei correndo rindo- Isso foi um sim?

         Niall veio atrás de mim e eu entrei no banheiro fechando a porta e empurrando com força mas ele era mais forte que eu e empurrou a porta do banheiro vindo na minha direção e me abraçando pela cintura, e dessa vez o beijo foi intenso ele me prendia pela cintura enquanto sua língua entrava em sintonia com a minha.

Niall: Hum. -ele grunhiu separando o beijo- Não vou te levar na escola porque vou levar minha mãe no médico mas eu vou te buscar tá? -ele disse partindo o beijo e me olhando nos olhos, seus olhos hipnotizantes-
Eu: Não precisa ir me buscar Niall, ninguém foi até hoje.
Niall: Eu quero ter segurança de nada vai acontecer com você, que você vai ficar bem. Sabe depois de ontem toda a segurança é bem-vinda.
Eu: Você tá parecendo meu pai. -ele riu-
Niall: Só que mais gostoso, mais lindo e que pode te beijar toda hora. -ele disse selando nossos lábios- Interessante sinto como se já ficássemos há muito tempo. Isso é um pouco estranho.
Eu: Também acho. Agora sai, vou tomar banho. -empurrei ele e saiu do banheiro forçado-

Niall Horan P.O.V's 

         Estava submisso a ela, sabia que qualquer coisa que ela pedisse para mim eu faria que nem um cachorro, seu toque fez com que eu definitivamente sentisse o que meu coração me dizia faz tempo, suas mãos sobre a minha, seus lábios quentes e molhados nos meus só me fez perceber agora o quanto SeuNome pode ser completa pra mim, eu mau a conheço isso é certo mas isso não vem ao caso, minha mãe mau me conhecia quando eu nasci e mesmo assim ela me amou pela primeira vez que me viu, talvez com o amor seja assim, a gente não precisa ver a gente sente e quando finalmente a gente se encontra a gente se apaixona.
         Minhas pernas batiam uma contra a outra enquanto escutava o barulho do chuveiro e de leve a voz da SeuNome sendo ecoada pelo som musical que saia de sua boca espalhando-se por todo o quarto, meus pensamentos eram únicos “Será que eu posso me apaixonar por alguém assim?” “O que sinto por ela?” “Por quê parecer ser tão complexo?” Havia muitas duvidas na minha cabeça mas não tirava o sorriso do meu rosto o quanto é bom sentir que você tem alguém pra abraçar quando acorda, alguém pra beijar, para elogiar ao tempo todo, alguém para você se sentir bem, isso era incrível.
         O barulho do chuveiro parou ela se calou, e as minhas pernas pararam de bater, eu continuei sentado na ponta da cama com as minhas mãos apoiadas na mesma, a porta do banheiro abriu e ela saiu de lá de sutiã e calcinha, suas bochechas ficaram vermelhas como tomate e as minhas começaram a queimar, ela veio andando devagar e eu desviei meu olhar ao seu corpo e levantei pegando as roupas que separei e entreguei na sua mão enquanto o silêncio dominava o lugar e minhas bochechas vermelhas já estava como um lápis de cor da Faber Castell.
         Ela sorriu pra mim e virou de costas não pude não olhar, isso é coisa de homem e homem fazem essas coisas, são fofos mas olhar para o traseiro de uma mulher já vem incluso no pacote não faço minhas escolhas sobre isso.
[…]
         SeuNome já havia se trocado, estava pronta com suas botas na mão e com a minha camiseta social que eu ultimamente usava pra festas de família, com uma calça Jeans que eu fui em sua casa buscar assim como seu material e a sua bota e outras coisas em incomum.

Você: Então, que horas são? -ela disse saindo do banheiro não estava mais com suas bochechas vermelhas-
Eu: Oito e meia.
Você: Então dá tempo.
Eu: Você quer que não dê né? -perguntei rindo-
Você: Lógico, quem gosta de ir pra escola?
Eu: Eu gostava. -ela revirou os olhos-
Você: Você é um nerd. -ela gargalhou-
Eu: Idai, adorava ser nerd, tem algum problema com isso?
Você: Não. NADA! -ela gritou pegando sua bolsa- Tá, agora tenho que ir.

         Ela veio andando na minha direção e me deu um beijo um selinho, mas era pouco eu não queria só um selinho, eu ficaria 5 horas sem ver ela e ela me daria só um selinho pra suportar 5 horas? Assim que ela virou as costas eu puxei sua mão e ela veio com um impulso pra cima de mim caindo por cima do meu corpo na cama e nossos lábios se encontrando mais uma vez, era uma sensação maravilhosa e pela primeira vez eu me sentia gay por ter pensamentos apaixonados pra cima de uma garota dois anos mais nova que eu.
         Ficamos ali por mais ou menos 5 ou 6 minutos, ela era tranquila, calma e bem na dela, tinha cheirinho de morango, sua pele era macia e ela era bem leve sobre mim, seu sorriso não era o mais certo, mas era o mais perfeito pra mim, seus olhos não eram azuis, verdes, ou castanhos claros mas aonde isso importa? Se a beleza que eu vejo nela não se compara a olhos claros, cabelos claros ou dentes perfeitos. Ela me fazia bem, e nada mais importava.

Você: Niall... eu... mais precisamente, preciso ir. -ela disse me dando selinhos-
Eu: Vai então minha pequena... espera vou te levar até a porta. -levantei e peguei na mão dela e descemos as escadas.- Não esquece que eu vou te buscar tá minha pequena. -ela sorriu se virando pra mim e parando em frente a porta, vários adolescentes passavam por ali, a escola dela era tão perto.
Você: Tá Niall, eu não vou esquecer, meu grandão.

Eu queria saber se ela estava como eu estava, com borboletas no estômago.
Vontade de ficar com ele todos os minutos do dia.
Se sentindo idiota, mas, ao mesmo tempo, amado.

         SeuNome me deu um selinho e me abraçou apertado, eu estava muito sentimental, ela desceu os degraus da escadinha e foi andando devagar, tão lindo, tão meiga, tão minha. Ela me olhou novamente e sorriu que nem criança e voltou a olhar pra baixo enquanto andava, fiquei a olhando até ela virar a rua e todas as pessoas que passavam ali ficavam me olhando.
Ah qual é eu já tenho dona gatinhas. -pensei

[…]

Eu: Não pedi ela em namoro mãe. -respondi entrando em casa depois de voltar do médico com ela-
Mãe: Vocês dormiram na mesma cama, você abraçou ela, você a chamou de sua, a beijou, a levou até a porta, deu um selinho nela na frente de várias pessoas, sem se importar e ela não é sua namorada? Em que mundo vocês jovens estão vivendo?
Eu: Mãe não é mais assim, a gente conhece a pessoa não conhece ela e já vai pedindo pra namorar, primeiro a gente fica, vê se rola clica se rolar clica, química, amor, a gente pede em namoro se não rolar, Tchau a gente se vê qualquer dia.
Mãe: Vocês adolescentes são tão idiotas, que as vezes me dá nojo.
Eu: Ai que mãe linda que eu tenho. -disse fazendo uma careta enquanto pegava alguma coisa pra comer- Parece que as coisas mudaram né?
Mãe: Você precisa pedir essa menina em namoro.
Eu: Eu vou pedir mãe, só tem que ter o momento certo, e a senhora nem me deu o dinheiro pra comprar a aliança.
Mãe: Se for pra pedir essa menina que você se diz apaixonado eu dou o dinheiro, porque tá mais do que na hora de você ficar com alguém que gosta de você como você goste da pessoa e parece que com essa SeuNome as coisas acontecem assim, então eu dou o dinheiro, mas se for pra comprar aliança pra ela.
Eu: Claro que vai ser pra ela, é a única que eu gosto, pra quem mais seria?
Mãe: Não sei você é tão indeciso.
Eu: Mãe? Não começa. Eu quero só a SeuNome, tipo eu mal a conheço mas já sei que quero namorar ela, que quero transformar ela em uma mulher, uma mulher pra mim.
Mãe: Você é como seu pai, não tem medo de demonstrar o que sente.
Eu: Isso as vezes me prejudica muito.
Mãe: Mas essa será a última vez... certo? -concordei com a cabeça- Duas horas Niall, vai buscar a menina.
Eu: Vou de Ranger Rover, ficar aqui, vou trazer ela pra te conhecer.
Mãe: Não sairei daqui, estou ansiosa pra ver a fofa de cabelos encaracolados com o enorme sorriso no rosto e as bochechas rosadas, com a pele suave de uma menina de conto de fadas. -ela disse tudo que eu havia dito sobre a SeuNome com água na boca-
Eu: Tô indo.

         Puxei as chaves de cima da mesa e sorri pra minha mãe, abri a porta de casa e fui na direção da Range Rover acho que já estava atrasado, me joguei no banco e sai dali cantando pneu em alguns poucos minutos eu estava na frente da escola, desci do carro e me encostei do outro lado que dava visão ao portão do colégio, tinha algumas meninas ali do lado de fora mas elas eram do nono ano, ou oitavo ano elas não se importaram muito, olhei no relógio e já eram duas e cinco. Vi o portão sendo aberto e uns meninos saindo parecendo manada, lembrava o tempo de escola que eu passava correndo por todas as meninas gritando que nem um gay só pra fazer bagunça. Várias meninas bonitas saíram elas pararam em frente alguns carros que tinham ali, tinha outras que me olhavam tentador e vi Megan no meio delas com outras meninas que eu rotularia como “as vadias do colégio” SeuNome passou pela porta com a cabeça baixa e os cabelos soltos, atravessei a rua e fui na sua direção e assim que eu parei em sua frente ela ergueu a cabeça fazendo seus cabelos se movimentarem tão sexy sorri e ela retribuiu, com uma certa rapidez eu fiz nossos corpos se chocarem e ela me encarou séria sem tirar a concentração de seus olhos dos meus, enquanto uma de minhas mãos segura firme a sua cintura com delicadeza eu toquei seu rosto para que todos naquela escola visse o tipo de pessoa que a SeuNome e era e como ela deveria ser tratada não apenas por mim e sim por qualquer outro garoto. As mãos de SeuNome estava na minha cintura segurando de leve, e novamente naquele dia eu a beijei, suavemente, devagar, calmo e com muita segurança e talvez muito amor... Ela prendeu suas mãos na minha cintura enquanto minha língua preenchia sua boca, ela suavemente tocava meus lábios como porcelana, sentia cada traço de seus lábios, era viciante, era doce, simples... por falta de ar nós nos separamos e eu ainda brinquei depositando vários selinhos em seu rosto fazendo ela gargalhar.

Eu: Eu disse que viria te buscar... eu estava com saudades. -ela riu-
Você: Nos vimos cedo hoje, lembra?
Eu: Como posso esquecer?
Você: Espera... você existe? -ela disse tocando o meu rosto e eu gargalhei alto, chamando a atenção de todos que já estavam nos olhando-
Eu: Você é irresistível. -ela riu-
Você: Acho que tá todo mundo olhando pra nós.
Eu: Eu tenho certeza.
Você: Então me tira daqui.
Eu: Antes... um beijo. -colei nossos lábios novamente-
Você: Vamos?

         Assenti e entrelacei nossos dedos, ela sorriu e encarou o chão enquanto andávamos até o carro, abri a porta pra ela e ela agradeceu sorrindo envergonhada, dei a volta no carro e olhei pros adolescentes eles todos olhavam, algumas garotas olhavam perplexas, e a minha vontade era de puxar a SeuNome e continuar beijando ela na frente de todo mundo, mas pra quê isso? Preciso de tempos a sós com ela. Entrei no carro e fomos pra minha casa enquanto ia, avisei para a SeuNome que a minha mãe queria conhecer ela, e ela super entendeu rindo e disse que ficaria com vergonha e gaguejaria.

[…]

Eu: Mãe... Chegamos. -gritei entrando com a SeuNome enquanto fazia cosquinhas nela-
Você: Para Niall, para. -disse rindo e minha mãe apareceu na cozinha ela estava séria mas logo sorriu, eu soltei a SeuNome que começou a ficar vermelha e parecia comportada na frente dela- Oi senhora Horan. -ela sorriu e esticou a mão pra minha mãe-
Mãe: Oi pequena, como vai?
Você: Bem, muito bem e você? -minha mãe sorriu-
Mãe: Muito bem também... vocês estão com fome?
Eu: Sim, estou morto de fome. -Minha mãe revirou os olhos-
Mãe: E quando você não tá? -ela conseguiu arrancar uma gostosa gargalhada da SeuNome, com isso a agarrei pela cintura dando beijos estralados em sua bochecha enquanto ela puxava minha camiseta-
Eu: Linda. -sussurrei pra ele e ela me olhou e deu um beijo no meu nariz-
Você: Lindo. -sorri para ele gentilmente e encarei minha mãe que sorria aprovando a situação-
Eu: Tô com fome mãe.
Mãe: Antes preciso cortar o clima de vocês e conversar com você rapidinho Nialler. -ela disse subindo as escadas-
Eu: Espera aqui tá SeuApelido, fica a vontade. -subi atrás da minha mãe.-

         Encontrei com ela no corredor e ela estava parada, parecia aflita e se eu não conhecesse minha mãe suficiente tinha alguma coisa ocupando sua cabeça a deixando impaciente e preocupada, parei em sua frente e ela me encarou forçando um sorriso.

Eu: Mãe se for pra falar do namoro eu vou pedir a SeuNome em namoro hoje.
Mãe: Não é sobre isso, é uma notícia que você não vai gostar.
Eu: Como assim mãe? Não tô gostando disso, conta direito essa história.
Mãe: Antes que você chegasse eu estava no telefone falando com... -ela foi interrompida por um grito que veio de lá de baixo-
XXX: Quem é você? -arregalei meus olhos reconhecendo aquela voz, olhei para a minha mãe e ela me olhou espantada e ao mesmo tempo nervosa-
Eu: Mãe... o que ela...
Mãe: Nialler eu tentei te falar, mas... é tarde demais.


         Meu corpo gelou por completo, justo agora que eu me sentia bem com a SeuNome. Essa garota não pode fazer isso comigo, chegar assim do nada, na minha casa, na minha vida. Não posso mais cair em suas tentações...  

<<< Capítulo Anterior                                                     Próximo Capítulo >>>

... 
Vocês já sabem quem é essa mina né? 
Nem preciso dizer. 
Podem xingar ela, eu deixo. ela ainda vai foder com muito coisa. 
E o Niall todo meigo com as alianças, em buscar ela na escola, e essas coisas, tipo tão fofo ^^ 
Espero que tenham gostado. 
Deem ideia para eu colocar na fic, prometo colocar todas as ideias. 
E sobre a moderadora vou ler amanhã os formulários que foram enviados. 
Até mais, beijoooooooooooooooooos no coração de vocês. 
Seguem o FC que fizeram pra mim? É esse aqui @CamsDiwaHoms
Awwwwn eu não sei como agradecer pelo carinho de vocês. 
Muito obrigado mesmo <333 poderiam ser minhas vizinhas para nós nos vermos todos os dias, se abraçarmos todos os dias e eu ir roubar comida na casa de vocês. Enfim, até maisão. Beijos :)) Fiquem com Deus.
21

21 comentários:

  1. Aww Continua!
    Essa fresca tinha que aparecer logo agora num momento lindo.
    Tá perfeita sua Fic!
    Diva!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ashley, a "irmã" do Harry.

      Excluir
  2. Neseccito dessa fic kra ! Bem amei demais , tenho uma sugestão mais nao presisa usar blz ?! Entao quando o nini tiver pedindo a seunome em namoro a aquela vaca estraga tudo tipo ela meio que aperece do nada e fala sim no lugar da seu nome ... bjss

    ResponderExcluir
  3. Cooontinua tá muuito pefeito!!
    Kissus

    ResponderExcluir
  4. OMJ Ta mto mto mto Perfeito Continuuuuuua *-*

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Omg......eu to amando mesmooo...preciso que continua bem o importantee...Continuaaaa
    Ps:Lena

    ResponderExcluir
  7. Alguem pode me dizer quem é ela??please
    continuaa to amandoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a ashley a nova "irmã" do harry

      Excluir
  8. Euu não sei quem é mdds '-'

    ResponderExcluir
  9. Omj continua logo. Que vadia essa nojenta! Agr fudeu a porra toda

    ResponderExcluir
  10. onwt o Nialler é muuuuuuuito fofo gnt, eu não sei quem é essa vadia q quer roubar o "meu" Niall mais jah to odiando ela malikisses
    by:Duda

    ResponderExcluir
  11. Awwwwwwn cara como você é fofa *---* Te adoro sua diva , linda , perfeita , maravilhosa , continue assim você é muito talentosa .

    ResponderExcluir
  12. MEU DEUS CAMILA HOMS QUE PERFEITO E QUENHE A PUTA QUE VAI ATRAPALHA ESSA HESTORI MAIS PERFEITA DO MUNDO ???

    xxIsa Devine

    ResponderExcluir
  13. caaara tah otimooo msm !!! continuaa

    ResponderExcluir
  14. meu G-zuis continuaaaa...morrendo de curiosidade aqui! Quem será que ganhou pra ser moderadora,to ansiosa pra saber! :D

    ResponderExcluir
  15. Agora eu to morrendo de curiosidade! Continuaaa

    ResponderExcluir
  16. Eu nunca me senti tão próxima de uma fanfic como eu me sinto lendo essa man, é a coisa mais perfeita da face da terra *o*

    ResponderExcluir
  17. Aquela bruxela não vai pegar meu amor e falo meu sem aspas por que ele é meu,mais de ninguém,sorry meninas

    ResponderExcluir