Irish Angel - Capítulo vinte e nove.

Então não esquente a cabeça, As pessoas jogam pedras em coisas que brilham, e a vida faz o amor parecer difícil. Os riscos são grandes, As águas agitadas,Mas esse
amor é nosso./ Ours - Taylor Swift

Meu primeiro dia na escola...

SeuNome P.O.V's

        Não acredito que ele ia mesmo, Liam tinha até comentando comigo que o Zayn ia mas eu não estava 100% acreditando que ele ia mesmo. Sorri e o Zayn se sentou ao meu lado, Jasmine ainda nos olhava curiosa e talvez se perguntava porque ele estava ali, eu sabia a resposta e estava muito feliz com isso, pelo menos ele me passava confiança, não era o Niall mas, o Zayn, aquele que não teve vergonha de falar que era meu amigo pra ninguém, e que fez a Megan morrer de raiva.
        Bom, a Megan, eu não me despedi dela porque ela já me fez muita confusão, não quero me aproximar dela, assim como não me aproximei mais da Rachel e do Carter, eu preciso de distância deles, as pessoas que só querem me ver pra baixo, são essas pessoas que eu preciso manter distância.

Jasmine: O que você tá fazendo aqui?
Zayn: Ué, vou viajar para o Brasil.
Jasmine: O quê? Como assim?
Zayn: Vou viajar para o Brasil, vou fazer segundo colegial lá.
Jasmine: Você não sabe português.
Zayn: Eu sou lindo, as meninas me ensinaram rápido.
Eu: Convencido.
Zayn: Se eu não for, ninguém vai ser por mim. -ergui a sobrancelha concordando.-
Eu: Sim, você tem razão.
Zayn: Então, como vamos fazer? Vamos ir dormindo, conversando, bagunçando, brincando, e ai?
Jasmine: Quero ir dormindo.
Zayn: Tem alguém te impedindo?
Eu: Calma Zayn.
Zayn: Não fui ignorante, foi uma pergunta.
Jasmine: Com licença. -ela fechou a cortina da janela e virou pro lado se cobrindo com uma blusa, eu olhei pro Zayn que sorriu encostando a sua testa na minha, eu apoiei minha cabeça no ombro do Zayn e ele riu, e então começou a falar de umas coisas que ele fez com a Nina coisas românticas e eu apenas ouvindo e rindo junto-

[…]
Doze horas depois.

        Zayn me balançava enquanto falava alguma coisa no meu ouvido, reclamei e virei pro lado, mas ouvi a voz irritante da Jasmine falando alguma coisa que me chamou a atenção, eu não entendi direito mas o que eu ouvi meio embaçado foi suficiente para eu abrir os olhos e notar que ainda estava no avião, encarei o Zayn e ele sorriu e estendeu a mão para mim, a peguei e então descemos do avião, não eramos os últimos tinha muita gente lá ainda. Fomos até aonde ficava a bagagem, passamos naquele negocio que detecta metais e pegamos nossas malas e o Zayn fez questão de arrastar a minha, ele só tinha uma mala e então resolveu ir arrastando a minha, eu não neguei.

Jasmine: Aquela é a nossa tia? Que vergonha ela tá com o cabelo azul.
Eu: Jasmine, vergonha é sair pelada na rua que nem essas adolescentes fazem.
Zayn: Aqui tem muitas meninas assim né? -assenti olhando pra ele- Ai Deus, sei que vou me divertir.
Eu: Quê? Idiota. -chegamos perto da minha tia e ela sorriu e puxou a mim e a Jasmine nos abraçando.-Nossa hein, recepção em família é ótima.
Marcela: Sim SeuNome, não reclame. -ela me soltou- E quem é o menino bonito?
Eu: Vai fazer intercâmbio, vai estudar na mesma escola que nós. -minha tia suspirou-
Marcela: Vamos pra casa então. Você vai ficar aonde querido?
Eu: Ele não fala português tia. -eu falei antes dela começar a conversar com ele- E ele vai ficar em um hotel.
Marcela: Ele pode ficar na casa de vocês, afinal vai ficar as duas sozinhas.
Eu: Seria uma boa, ele é legal. -eu sorri. E saímos do aeroporto.-

[…]

        Estava deitada na minha cama, exausta, estava muito cansada e sentia dor por todo o meu corpo, já tinha guardado minhas roupas no guarda-roupa e estava agora matando a saudade da minha cama e da vista que eu tinha da rua quando deitada nela. Mas a minha felicidade acabou mais cedo naquele dia, vi a minha tia entrando no meu quarto e em suas mãos estava uns cadernos e uns livros, no topo tinha uma mochila e ela carregava uma bolsa, fiz um careta e me sentei na cama olhando pra ela que mexeu na bolsa e tirou de lá duas camisetas brancas e colocou tudo em cima da mesa vazia que tinha ali.

Eu: Pra quê isso?
Marcela: Você está matriculada na escola, assim como a sua irmã, as duas começam amanhã.
Eu: O quê? -perguntei indignada.- Você está brincando comigo né? Fala pelo amor de Deus que isso é mentira.
Marcela: Não é mentira não, enquanto você arrumava suas coisas, eu a Jasmine e o amigo de vocês gato foram comigo na escola aqui da esquina matricular vocês.
Eu: Eu não vou amanhã, estou muito cansada pra isso. -me joguei na cama-
Marcela: Tudo bem, se quiser que eu ligue pro seu pai...
Eu: O quê? Não... sabe deu uma vontade de ir pra escola. Assim do nada, olha que incrível. -ela me olhou e fez uma careta rindo e saiu do meu quarto.-

        Tudo que eu menos queria agora era ir pra escola, e era a mesma que eu estudava antes, odiava aquele lugar por tantos motivos, um deles era que eu não conseguiria conviver com aquelas pessoas novamente, eu não tinha se quer uma amiga naquela escola, todo mundo me rejeitava como se fosse invisível, até mesmo os professores, isso era ridículo demais pra mim. Teve vezes que eu matava aula pra fugir um pouco dessa humilhação e ir para a Inglaterra foi a melhor coisa que eu já tinha feito, lá eu conseguia fugir de todos esses meus problemas e encontrei pessoas que não me rejeitaram, que me trataram bem melhor do que eu imaginava, e por um bom tempo fui feliz.

[…]

Dia seguinte. -seis horas da manhã-

XXX: SeuNome... acorda. -ouvi a voz da irritante da minha irmã.- Acho que vou ficar menstruada, você precisa comprar absorvente. -comecei a rir descontroladamente enquanto colocava o travesseiro em meu rosto para tampar a luz que invadia meu quarto.-
Eu: Grávidas não ficam menstruada. -tirei o travesseiro do meu rosto, checando se não tinha mais ninguém no quarto.-
Jasmine: Achei que usavam. Eu senti um escorrimento...
Eu: Não quero saber. -a interrompi e me sentei na cama.- Que horas são?
Jasmine: Seis e dois. -ela olhou em seu celular.- Hora de irmos pra escola. -ela disse animada-
Eu: Eu não ouvi animação na sua voz, ouvi? Eu acho que não né! -levantei e a olhei- Não né?!
Jasmine: Não estou animada SeuNome, vão me perguntar o que eu fiz... -me sentei perto da Jasmine-
Eu: E você vai contar a elas, que fez coisas que elas nem sabe o que é? Vai contar pra elas quem é o pai do seu filho? Se for contar, me conta também... eu quero saber.
Jasmine: Eu não vou te contar... não agora, me deixa.
Eu: Não agora? Então vai me contar? Tem hora certa pra isso?
Jasmine: Não sei, ainda não sei. -levantei balançando a cabeça.-
Eu: Eu não te odeio por ter ficado com um cara e ter engravidado dele, eu te odeio porque achava que você confiava em mim. -sai do quarto e fui em direção ao banheiro que ficava no final do corredor.-
[…]
XXX: VAMOS SEUNOME. -Jasmine gritou pela décima vez, e eu parecia que tinha grudado os pés no chão, estava tão desanimada para sair de casa, ainda me perguntava se Zayn ia para a escola, já que até agora eu não tinha visto ele, e nem tinha dado sinal de vida. Respirei bem fundo e levantei pegando a minha mochila, e arrumei meu cabelo pela última vez, desci as escadas e encontrei com a Jasmine, mas parecia uma mini de SeuNome, do que com ela mesmo, seus cabelos estava presos como o meu, e ela usava um vans preto como eu estava usando, e uma calça jeans clara, eu usava uma calça jeans escura, ela usava um moletom branco e eu um cinza, balancei a cabeça e a olhei de cima a baixo, revirei os olhos e sai de casa sendo seguida por ela, fomos andando devagar até eu avistar a escola, senti meu coração parar por alguns segundos, minhas pernas tremeram e a vontade de dar meia volta e ir pra casa era tão grande que parecia ser 100% da minha vontade. Jasmine segurou em meu braço e atravessamos a rua e assim que pisei na calçada da escola quase todas as pessoas me olharam, abaixei a cabeça sentindo minhas bochechas ficarem vermelhas, continuei andando e tentava me sentir confiante, andei por toda aquela gente, com a impressão de todos ainda estarem me olhando. Parei do lado de uma coluna e finalmente olhei para a frente e ainda tinha gente me olhando, tentava não olhar pros lados mas a curiosidade de saber quem estava ali era maior.
Tiraram a atenção de mim quando um carro do ano parou no estacionamento da escola que ficava do outro lado da rua, a pessoa que dirigia ele não sabia muito bem manobrar o carro porque virou com tanta velocidade que achei que ia chamar um cavalinho de pau. Olhei para a Jasmine voltei atenção ao carro, assim como todas as pessoas que tinha ali. Abri minha boca devagar assim que vi quem tinha decido, poderia negar até a morte que o conhecia, Jasmine me olhava enquanto eu olhava com indignação para aquele moleque que vinha andando até nós com seu topete preto alto, um Nike de cano alto no pé, uma calça apertada, uma camiseta com uns rabiscos e uma varsity vermelha e óculos escuros, sim. Estávamos no Brasil, seis e cinquenta da manhã, já estava sol. E ai me batia saudade de Londres. Zayn parou na minha frente e me abraçou sorrindo. Revirei os olhos, olhei em volta e todo mundo me olhava. Sorri ao ver que pelo menos agora eles me notavam.

Eu: Achei que você não vinha. -dei um tapa em seu peito e ele riu-
Zayn: Eu queria ter essa chegada triunfal. -gargalhei-
Eu: E o carro, roubou de quem?
Zayn: Roubou? Tenho cara de ladrão linda? -ri- Bom, ontem eu troquei meus dólares e descobri que aqui eles valem ouro. -gargalhei- Então comprei um carrinho e outras coisinhas pra mim. RODEI essa cidade toda atrás de lojas e de atendentes que entendesse minha língua, não é fácil ser eu.
Eu: Só rodou essa cidade toda, porque quis. -sorri- Porque hoje em dia existe internet, pra quem não sabe. -ele riu-
Zayn: Eu não consigo mexer no computador brasileiro. É tudo em português. Mas problema resolvido, comprei um Apple pra mim ontem.
Eu: Riquinho. -falei me virando e subindo as escadas e entrando na escola.
Zayn: E lindo... Ué, cadê os armários?
Eu: -gargalhei- Vai ficar na expectativa, aqui não tem.
Zayn: Sua escola é louca, tipo muito louca.
Eu: Todas as escolas do Brasil então são muito loucas.
Zayn: Nenhuma com armário?
Eu: Nenhuma.
Zayn: Ah, deixa eu falar. -Jasmine saiu andando em direção as amigas delas que pularam na mesma rindo e se abraçando- Tô no primeiro C.
Eu: -parei no meio da escada que ia para as salas e encarei o Zayn.- Porquê vai fazer primeiro?
Zayn: Porque eu quis, falei que não tinha nenhum estudo depois do fundamental e eles acreditaram.
Eu: E você tá no primeiro C?
Zayn: Sim, o mesmo que o seu, não é legal? -abri um enorme sorriso e abracei o Zayn de novo, e ele correspondeu rindo e me colocou um degrau acima dele.- Se alguém te perguntar, eu sou seu namorado lindo, gostoso, e britânico. Ok?
Eu: Quanta mentira em apenas uma frase. -falei perto de seu rosto e ele revirou os olhos, o empurrei que quase caiu da escada e subi a mesma correndo e indo em direção a minha sala enquanto Zayn me seguia. Seria mais um dia nesse inferno, mas seria diferente dos outros que tive, com o Zayn, seria bem diferente.

[…]

-Esse é o aluno novo, seu nome é Zayn Malik, diferente não? Pois bem, Zayn veio da Inglaterra e não sabe nada sobre o português, e vamos ajudá-lo, certo? -A professora mais velha da sala comentou na frente da sala, 30 minutos depois de Zayn já ter arrumado lugar, sentado e agora me ajudando com a matéria de matemática-
XXX: Oh, claro que vamos. -então veio uma risada- Pode ir na minha casa Zayn, eu te ajudarei em tudo.
Zayn: O que ela tá falando?
Eu: Merdas. -Zayn riu e apoiou o rosto em meu pescoço e me deu um beijo.- Porra Zayn, eu tenho namorado.
Zayn: Não tenho ciúmes. -empurrei a cabeça dele e mexi em seus cabelos.-
Eu: Mas ele tem. -Zayn fez um biquinho e eu ri baixo.-
Professora: Você e o Zayn são? -ela me perguntou em inglês e o Zayn intrometido falou:
Zayn: Namorados. -abaixei a cabeça-
Professora: Mal se conhecem e já são namorados?
XXX: Me expliquem o que eles estão conversando? -ela falou alto- 
Mariana: Se eles são namorados. -a Mariana sempre soube inglês melhor que ninguém- 
XXX: Rapidinha essa SeuNome hein. -ignorei esse comentário ridículo- 
Eu: Não é bem assim professora. Somos amigos, é que o Zayn é meio apressado.
Professora: Tem certeza? -ela me olhava desconfiada.-
Eu: Cem por cento de certeza, Zayn é apenas um amigo meu... -Mariana traduzia para a idiota do fundo da sala que se entrometia na nossa conversa-
XXX: Então eu posso tentar ficar com ele?
Zayn: O quê? -ele perguntou olhando pra ela e eu fiz silêncio.-
XXX: Oi! -fechei meus olhos e abaixei minha cabeça, Zayn não respondeu e me abraçou por cima e mordendo minha orelha.-
Eu: Isso é inapropriado na escola.
Zayn: Eu não me importo o que essa escola fornece de regras, se as meninas podem entrar de blusas com decotes eu posso morder sua orelha.-
Eu: Você é um idiota, eu vou contar pro Niall o que você está fazendo. -ele rapidamente se afastou e eu ri-
Zayn: Prometo não fazer mais isso. -Gargalhei e a professora sorriu pra nós e foi até a sua mesa se sentando.- Não esquece de ligar pro Mauricinho quando chegarmos em casa. Aliás, vou dormir na sua casa hoje, estou muito solitário lá naquele apartamento, ninguém me entende, é duro ser britânico no Brasil.
Eu: Pensa pelo lado positivo, pelo menos as meninas já querem ficar com você. -ele levantou e foi jogar um papel no lixo-
Zayn: Eu não quero vadias. Eu tenho a Nina, e estou bem com ela, além de não ser vadia que nem essas meninas, ela me faz bem.
XXX: Com licença, mais alguém vai se inscrever no concurso de música? -Uma mulher entrou na sala nos assustando, me assustando-
Zayn: Pode dizer em inglês? -abaixei a minha cabeça rindo-
Eu: Ela quer saber se mais alguém quer participar do concurso de música. -ele me encarou-
Zayn: Eu quero.
Eu: Fala seu nome oras.
Zayn: Mas tenho vergonha, vamos eu e você.
Eu: Não.
Zayn: Por favor.
Eu: Não.
Zayn: Por favorzinho.
Eu: Não Zayn.
Zayn: Vai.
Eu: Zayn Malik. -levantei falando pra ela que anotou o nome dele-
XXX: Tem certeza que ele quer?
Eu: Toda a certeza do mundo. -olhei pro Zayn e ele fazia uma expressão de sofrido, sorri e sentei de volta no meu lugar.- Pronto, agora está inscrito. Doeu?
Zayn: Você sabe que vou te odiar pro resto da vida, sabe né?
Eu: Você queria participar, agora vai. Não me odeie por isso.
XXX: Oh do topetinho, abaixa a cabeça. -um dos meninos gritou e o Zayn o olhou e virou o rosto- Abaixa a cabeça cara. Manda-o abaixar a cabeça ai SeuNome. -ele nunca tinha falado comigo se não fosse pra me xingar.-
Eu: Manda você.
XXX: O problema é que eu não sei inglês.
Eu: Foda-se, eu estou copiando o texto de boa, ele não está me atrapalhando, não vou falar, fala você.
Professora: SeuNome!
XXX: Ah então só porque foi pra uma merda de país e trouxe um playboy com você, tá se sentindo. -ele continuou argumentando-
Eu: Não é por isso, é porque eu simplesmente não virei sua escrava.
XXX: Magrela idiota!
Eu: Melhor do que ser essas gordas que você pega.
XXX: Pelo menos elas são mais gostosas que você, não usam o mesmo penteado por anos e são lindas. -abaixei a cabeça-
Eu: Foda-se eu não preciso parecer com elas pra ser melhor que cada uma. -ele riu-
XXX: Se garante com a merda que é.
Eu: Merda é você, que é um sem sucedido, não sabe se comunicar com estrangeiros, mal-educado e sem moral nenhuma para se sentir melhor que alguém aqui.
XXX: Não ache que por causa desse moleque ai eu não tenha coragem para lhe dar uns tapas, mal-amada. -suspirei-
Eu: Não tenho medo de você.
Professora: PAREM OS DOIS. -Zayn notou que tinha algo acontecendo-
XXX: Não tem medo de mim? É melhor começar a ter se não....
Eu: SE NÃO O QUÊ? -levantei já com as lágrimas nos olhos e o Zayn me olhava.- VAI ME BATER?
XXX: E SE FOR? VOCÊ SABE QUE NÃO VAI SER A PRIMEIRA VEZ, ABAIXA A BOLA SEUNOME VOCÊ NÃO É MULHER SUFICIENTE NEM PARA SEGURAR SUAS RESPONSABILIDADES. INÚTIL. -Zayn levantou e olhou pra ele- O QUE VOCÊ IDIOTA VAI FAZER, NEM A MINHA LÍNGUA VOCÊ ENTENDE, VIADO.

        Foi suficiente para o Zayn acertar um soco na cara dele, Zayn não sabia o que ele tinha dito, mas pelo jeito tinha deduzido, Luiz, Leonardo, Leandro, seja lá qual for o seu nome, foi ao chão com a mão na rosto e o Zayn continuou em pé, eu não ia segurar Zayn, ia deixar ele fazer o que tinha que ser feito, o mesmo foi na direção do garoto e deu um chute em sua barriga e então os outros meninos empurraram Zayn que ainda acertou um soco na cabeça do garoto fazendo ele bater o rosto no chão os meninos seguraram o Zayn e o moleque levantou cambaleando e tentando ir pra perto de Zayn, mas ele estava grogue, o vi revirar os olhos e então cair no chão desmaiando.

Zayn: Eu não fiz nada, ele que é um molenga. Olha lá, tá mijando nas calças. -olhei para a calça dele e era verdade, tinha uma região já molhada-
Eu: Zayn, você é louco.
XXX: OS DOIS PARA A DIRETORIA. ZAYN E SEUNOME. -a professora gritou-
Zayn: Ela tá me dando os parabéns? -eu ri negando-
Eu: Tá mandando a gente ir para a diretora.
Zayn: Weeee meu primeiro dia de aula e já vou pra diretoria. Sou muito foda. -eu ri e o empurrei pra porta.-
XXX: Não sei do que essa idiota tá rindo. -a menina que estava dando em cima do Zayn falou-
Eu: Cala a boca ridícula. -ela me olhou de cima abaixo-
XXX: Quem você pensa que é?
Eu: Vai me fazer te dar uns tapas?
XXX: Igualzinha a Camila, que nojo.
Eu: Nojo mesmo é ser você, imagina só se olhar no espelho todos os dias e ver VOCÊ no espelho, que nojo. -ela abriu a boca pra falar alguma coisa- Ridícula. -gargalhei e empurrei o Zayn, assim que sai da sala senti alguém puxar meu cabelo e eu me abaixar, foi suficiente para eu ver o rosto da vadia da Joana e então arranhei seu rosto, ela soltou meu cabelo colocando as mãos no rosto e vindo pra cima de mim, a empurrei contra a parede e dei um tapa na sua cara fazendo meus cinco dedos ficarem marcados em seu rosto, puxei seu cabelo batendo sua cabeça contra a parede e logo senti a mão do Zayn me puxar pela cintura.-
Zayn: Calma SeuNome. -arrumei meu cabelo e olhei pro Zayn- Niall não vai gostar disso.
Eu: Cala a boca.
Professora: Meu Deus, desçam todos pra diretoria, Leandro, Joana, SeuNome e Zayn. -dei ombros e peguei na mão do Zayn e descemos as escadas indo em direção a diretoria-

[…]

        Estava sentada no banco da escola com o Zayn do meu lado e a Joana e o Leandro estavam no banco a nossa frente, Leandro já havia acordado e ele evitava manter contato com o Zayn, que de vez em quando ria, e eu não o entendia.

Zayn: Será que vou ser deportado?
Eu: Acho que não.
Zayn: Se eu for, você vai na mala.
Eu: Ah e a Jasmine vai na onde? No meu bolso?
Zayn: Não vai que ela começa a ter o filho dentro do seu bolso, suja tudo e fica... ECA. -gargalhei-
Eu: Você é tão idiota.
Zayn: A boca desse idiota que você já beijou.
Eu: Zayn? -ele me olhou- Continua sendo idiota. -ele riu-
Diretora: Do que estão rindo.
Eu: Conta você Zayn. -eu segurei a risada, a diretora não sabia falar muito bem o inglês, então isso era engraçado-
Zayn: Sabe o que o pintinho disse pra galinha? -ela ficou olhando pra ele- Olá mamãe. -nós dois começamos a rir, por mais que a piada era idiota tinha graça, eu não tinha entendido, mas continuamos a rir.- Espera tenho outra. -parei de rir- Tinha um pintinho que respirava pelo cu, ai um dia ele sentou e morreu. -começamos a rir de novo e ninguém entendia, apenas ficavam nos olhando-
Eu: Ai, muito boa... conta outra. -disse rindo-
Zayn: Essa é boa. Tinha uma menina que era tão magra, mas tão magra, que ao invés dela usar absorvente, ela usava um band-aid. -começamos a rir de novo e eu me joguei no chão rindo, essa tinha sido a melhor, Zayn ria descontroladamente me fazendo rir mais ainda.- Ah Ah. -ele falou respirando ofegante- Sou muito bom.
Eu: Sim! -continuamos rir e então notei que todos olhavam pra nós sérios, me levantei sentando no banco mas ria ainda um pouco e então vi a diretora ir até o portão e então dois policiais entraram, Zayn me olhou e eu parei de rir e o Zayn arregalou os olhos, vi minha tia entrar logo depois, abaixei minha cabeça-
Diretora: Policial checa se eles estão bêbados. -ah, então era por isso que eles estavam aqui, o policial chegou com um cano perto de mim e mandou eu assoprar, eu assoprei primeiro e deu 0,0% o Zayn fez e foi a mesma coisa, eles mostraram para a diretora e ela apenas olhou pra nós desconfiada- Sua sobrinha e o amigo dela, agrediram dois adolescentes na sala de aula hoje, como pode notar, nenhum dos dois há ferimentos, mas já as vítimas sim.
Eu: Em minha defesa, ela me provocou, puxou meu cabelo e eu apenas me defendi, tá achando que eu sou aquelas idiotas que apanha e não faz nada, tenho certeza -olhei pro policial- Se um cara da sua idade vem na sua direção e te agride, o que você faz? Vai deixar ele te agredir lá ou vai se defender? -o policial não me respondeu apenas ficou me olhando-
Joana: Eu não puxei seu cabelo.
Eu: Ah não né, sua mão parou sozinha no meu cabelo, que coincidência minha mão aberta parou sozinha no seu rosto, caso encerrado posso ir pra casa? -levantei e a diretora me empurrou mandando eu sentar.-
Diretora: Então a Joana puxou seu cabelo e você se defendeu. -assenti- Joana?
Joana: Mas só porque ela me chamou de ridícula. -revirei os olhos-
Diretora: Joana sobe pra sala. -a Joana olhou pra diretora e arregalou os olhos- VAMOS. -ela então começou a andar e eu sorri de lado- Agora o Zayn, ele agrediu o Leandro, o que realmente aconteceu?
Professora: Leandro e a SeuNome...
Policial: Ela tá envolvida nisso também? Menina, você quer arrumar confusão?
Eu: Não, quero voltar pra Londres, você vai me levar? -ele não me respondeu-
Professora: Então, Leandro agrediu a SeuNome verbalmente, com palavras ofensivas, e a SeuNome respondeu em um alto nível, mas então o tom de voz de ambos começaram a aumentar...
Eu: E então o Leandro chamou o Zayn de viado, e não lembro mais o quê, e para me defender o Zayn deu um soco, um chute e um soco no Leandro, ele desmaiou. -o policial riu- e depois mijou. -o policial gargalhou- Do que tá rindo?
Policial: Cala a boca, ninguém tá rindo aqui. -ele parou de sorrir-
Eu: Nossa que engraçado você, quer meu batom e um nariz de palhaço?
Policial: Nossa que inconveniente você, quer passar uma noite em uma cela?
Eu: Opa, eu sou menor de idade, não sou presa ainda. E eu não fiz nada.
Policial: Desacatou um policial.
Eu: -gargalhei- E você riu da desgraça alheia, quem tá mais fodido na história? -ele ficou quieto- Tá pensando que eu não conheço das leis de vocês? Podres.
Diretora: Vamos fazer assim, eu vou dar uma suspensão de três dias para os três...
Eu: E a vadia... ops digo, e a Joana?
Diretora: Convocarei os pais dela. -revirei os olhos- E então tudo certo?
Marcela: Espero que esses três dias fazem a SeuNome pensar.
Eu: Ai que porra todo mundo quer que eu pense, sabia que quando as pessoas pensam demais entram em depressão mais rápido?
Policial: Do jeito que você é, não entra em depressão nem se ficar com depressão.
Eu: -forcei um riso- Nossa cara. Parabéns, só que não colou. -puxei o Zayn e fomos saindo-
Policial: Menina abusada. Se estivesse na rua, já tinha apanhado. -estava na calçada, fui até a rua-
Eu: ESTOU NA RUA, NÃO ME FIZERAM NADA. -gritei para ele e o outro policial riu, ri também e o Zayn apenas nos olhava-
Zayn: Preciso aprender o português.
Eu: Tá enquanto isso conta mais piada, vem. -peguei na mão dele e entrei no carro da minha tia.-

Continua

<<< Capítulo Anterior                                                     Próximo Capítulo >>>


OUSADOS, SeuNome e Zayn são ousados. Bom, esse foi só mais um capítulo para passar o tempo, já que a historia de verdade começa no 31 que é quando passa alguns meses e o Liam Payno ousado, vai buscar ela e o Zayn no Brasil :) SeuNome batendo na Joana, uhul. BEM FEITO! mereceu! Bom, vocês viram que eu mudei o blog né, agora tem página de imagines divulgados, tem a página de fanfics da semana, tem a página que fala sobre mim, o meu blog de tutoriais, o meu blog de materias que inclusive eu postarei capas de Fanfics. Tipos daquelas que eu sei fazer que tem gente que faz muito melhor vulgo Larissa Aragão, cof cof. Enfim, sou aprendiz gente, tenho desconto. Bom, espero que tenham gostado do capítulo e eu estou fazendo um imagine interativo de uma musica AMAZAYN ai, em breve eu posto ela, ela tá pronta eu só preciso Scriptar, não é assim que fala? Sei lá gente. É isso, beijooooooooos :) Fiquem com Deus Liamdas. 
23

23 comentários:

  1. Mds velho q perfeita to apx,amo sua fic
    bjaaao
    garota do dobby

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, poxa Obrigada :)
      Garota do dobby kkkkkkkkkkkk eu morro com isso. <33

      Excluir
  2. Continua Cams, pelo amor de Deus' esta perfeito *u*
    xx: Duda Druzian

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou continuar :)
      Obrigada por ler Duda <33

      Excluir
  3. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK EU RI, CALMA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, Leonardo já bateu na SeuNome? Uou, enfim continua, tá perfeito, adorei

    ResponderExcluir
  4. Adorei continua tá perfect zayn agressivo e abusado nunca imaginei mas tá perfect

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkk' Esse capitulo ficou mto Boom... Ri demais :'D
    Continuuua Liamda.

    ResponderExcluir
  6. Melhor capítulo até agora kkkkkkkkkkkkkkkk quero mais briga camila. u-u

    ResponderExcluir
  7. Kkkkkkkkkkkk serio!! Ameii esse capitulo!! Kkkkkkkkkkkkkkk zayn e suas piadas...OMG!! Continuaa liamdaa

    ResponderExcluir
  8. OMG, QUE ISSO, CAPITULO MAIS ZOADO MAIS RIDICURLAMENTE ENGRAÇADO DA VIDA, VELHO SE É MUITO PERFEITA, CARA ME AME, SENHOR A-M-O SEUS IMAGINES, SENHOR KKKKKKK, NAO CAIO NO CHAO PQ NAO DA E ESPERO MEUS PAIS NAO TEREM OUVIDO MINHA RISADA ESCANDALOSA. ME AME ZAIN, ME AME CAMILA, ME AME IMAGINE.
    XXANA

    ResponderExcluir
  9. Briga briga briga, quando vai ter mais rolo? Posta mina, posta, de preferencia com as maos okay?

    ResponderExcluir
  10. Zain #MlqOzado kkkkkkkk Morri de rir com a piada da mina magra kkkkkkk Continua ?Rs
    Samara Frota

    ResponderExcluir
  11. Aff cara tava deitada do meu lado segurando o riso pra minha mãe não brigar kkkk omg ameei *-*

    ResponderExcluir
  12. MDS. QUE PRLERFEITO VULGO CAMILA. Bem, caraca man, odeio ter que entrar somnete pelo pc. Tu é muito perfeita srta. Vadia. Te amo. Haha. Caraca, man serio. Vmcase-se comigi na igreja no papel.... nananana diga siim pra mim yeaaah. Ta parei cm as noia. Enfim muito perfa. JOANA É NOME DE POBRE. KKKKK PAREI DNV. MERECEU ESSA SURRA VADIA SHUPA. E O IDIITA DO LEONARDO?EU HEIN. SE MIJOU. KKKKK. Na minha escola tem policiais ai eu imaginei o Daniel oq eu mais odeio lá. Foi perfeito. Ahh e ddsculpa pelo tamanho da porra desse comentario. Nem sei se ta grande ou pqno pq estou pelo cel. Enfim. CONTINUA LOGO CAMILA APARECIDA MOREIRA HOMS. HUNF. Viu como eu decorei? Haha Te amo.
    Xx Liara Jacob

    ResponderExcluir
  13. Desclpa a palavra, mais esse cap ficou MUITO, MUITO, MUITO FODA... Espero que tenha mais momentos (seu nome) e Zayn pq foi ilario, e as piadas entao... Nem falo nada!
    ta tudo perfeito to amando cada piqueno detalhe!!!
    xx Tay Manuela

    ResponderExcluir
  14. que perfeito essa fanfic. não sei porque, mas acho que o pai do filho da Jasmine é o Liam. continua logooooooooo
    kisses x

    ResponderExcluir
  15. perfeita leio ela desde o inicio, uma das melhores que já li :)

    ResponderExcluir
  16. Perfeito,continua

    ResponderExcluir
  17. só faltou o povo falar: BRIGA BRIGA BRIGA. Mas de resto tá per-fect

    ResponderExcluir
  18. Amei esse capitulo foi muito engraçado s2

    ResponderExcluir
  19. kkkkkkkkkkkkkkkkk' ri muito das piadas do Zayn kkk me matei de rir vei kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk respira kkkkkkkkkkkkkkkkkk respira kkkkkkkk o Zaza tah bem safadinho neh hehe , bem feito pra essa vadia da Joana e esse moleque abusado rum... ameeei continua please malikisses
    by:Duda

    ResponderExcluir
  20. Continua,muito bom,ri bastante

    ResponderExcluir