Dangerous - Capítulo dois.


[...]
Eu sei rezar.
SeuNome P.O.V's

          Depois de ver Zayn passando por mim rumo a biblioteca, sabia que agora Louise falaria com ele, e talvez nós poderíamos ficar. Droga eu era uma menina de 17 anos pensando nessas idiotices de garotas de 14 anos. Respirei fundo e concordei com o que o professor dizia que nem era importante mais pra mim, sentei no banco e cruzei as pernas, vi a próxima professora, a de química chegar e nada do Zayn ou da Louise voltar, não tinha passado tanto tempo assim, talvez estavam falando de mim, ou sei lá do que poderiam conversar, mas me deixava cada vez ansiosa pra saber o que eles estiveram conversando. A professora me mandou entrar e eu disse que já ia, só estava esperando Chris uma amiga minha voltar do banheiro, mas eu sabia que Chris não tinha ido pra escola hoje, mas era uma boa desculpa e tanto. Depois de tanto esperar resolvi ir atrás deles, levantei do banco e gritei o Brad na porta da sala e pedi pra ele pegar minha bolsa e foi o que ele fez, levantou na velocidade da luz e pegou a minha bolsa, eu disse que estava naqueles dias e que precisava ir no banheiro, ele acreditou, lhe dei um selinho e o corredor já estava vazio as portas fechadas e os alunos dentro das salas, sorri e caminhei em direção a biblioteca, assim que parei, notei que a porta estava destrancada, tentei olhar através do vidro e não via nada, suspirei irritada já na possibilidade deles nem estarem mais ali, empurrei a porta e caminhei em direção ao corredor central, e vi uma cena que me enfureceu digo assim. Parei ali, no inicio das prateleiras, Zayn estava parado em frente a Louise com a garota que tinha as mãos dentro de sua calça, meus olhos arderam, não entendia porque meu corpo estava reagindo assim.

Eu: Droga Louise. -falei me encostando na prateleira-
Louise: SeuNome eu...
Eu: CALA A BOCA, VOCÊ CALA A BOCA. -peguei meu celular e antes que ela pudesse falar alguma coisa, tirei uma foto dos dois- Será ótimo ver a Brenda quebrar as suas pernas por isso.
Louise: MAS ERA VOCÊ QUE QUERIA FICAR COM O ZAYN? -ela gritou chorando e eu sorri-
Eu: Que bom que eu não fiquei, porque ele é um estúpido. -ele me encarava- Eu tenho meu namorado que é a melhor coisa que já ganhei. Boa sorte com as suas pernas.

          Virei de costas e sai da biblioteca, correndo eu passei pelo corredor de uma forma que quem olhasse acharia que eu tinha uns 12 anos de idade, nem eu mesmo achava que ainda tinha essa disposição pra correr, entrei na sala e todos me olharam a professora ia começar a brigar comigo, mas eu joguei o celular na mão de Brenda que antes que eu alguém falasse alguma coisa levantou xingando todo mundo.

Professora: Brenda senta agora!
Brenda: Senta agora? Essa é a última coisa que você vai querer falar com o meu nome... SeuNome aonde tá essa vadia?
Eu: Biblioteca.

          Ela me empurrou e eu nem pude fazer nada, apenas corri atrás. Brad veio atrás e umas meninas também, a professora gritava alguma coisa mas ninguém mais se importava, sorri e parei quando vi a Louise no corredor, Zayn não estava com ela, empurraram a Brenda e ela começou a gritar com a Louise que tremia, vi Zayn no outro corredor saindo pra quadra, tinha um tumulto e tanto enquanto Brenda gritava com a garota, me afastei de quem eu estava por perto e comecei a andar em direção ao corredor vazio, caminhava cada vez mais rápido, olhei algumas vezes pra trás pra ver se alguém me notava ou algo do tipo, em fim cheguei na porta e a empurrei, olhei em volta e nenhum segurança ou professor, desci as escadas devagar e caminhei até a quadra, parei no topo das escadas e olhei todo o lugar, de longe eu vi Zayn, sentado com a mão na cabeça e encarando o chão, parecia preocupado com alguma coisa, desci as escadas, ele ergueu a cabeça e me olhou e revirou os olhos, sentei ao seu lado. Eu nunca fazia isso, mas eu estava pronta o suficiente pra perguntar porque era tão covarde.

Eu: E então? Vai deixar a menina que você ia transar, apanhar?
Zayn: Eu não me importo com ela.
Eu: Ah não? Então você faz isso? Fica com as pessoas, faz amor com elas e não se importa?
Zayn: Eu não ia transar com ela. Ela é uma criança. Eu tenho 20 anos. -arregalei meus olhos-
Eu: Que merda você faz no colegial?
Zayn: Não te interessa.
Eu: UAU! Que agressivo.
Zayn: Não só nisso.
Eu: Hum... eu entendo bem. Bom, eu preciso ir. Nem ao menos sei o que vim fazer aqui.
Zayn: Você está chateada? Com o que aconteceu lá dentro?
Eu: Chateada? Bom, eu estou feliz em saber que aquela garota está levando uma surra, era disso que ela precisava.
Zayn: -riu- Você é um pouco vingativa. Se queria ficar comigo por que não falou?
Eu: Eu não quero ficar com você Zayn, foi um equívoco mal-intencionado okay? Fique na sua que eu fico na minha. Estamos entendidos? -ele assentiu-
Zayn: Hey, e eu não sou um estúpido, eu sou legal. Acredite em mim. -dei ombros e levantei do meu lugar e sai andando. Era esse o motivo de eu não querer conversar com ele, as pessoas se fazem de coitadas para termos dó delas e isso me irrita. Me irrita muito!-

Dia Seguinte.

          Cheguei na escola e olhei em volta tudo estava normal, só Louise que não estava no seu lugar de antes, também pudera. Quando voltei pro corredor tive que separar Brenda de cima da garota estava gritando e puxando sua perna como se quisesse quebrá-la.
          Olhei em volta e todos conversavam como sempre, como se nada tivesse acontecido no dia seguinte, olhei em direção ao Brad e Zayn estava do lado dele, hoje estava com uma jaqueta jeans uma camiseta com desenhos em quadrinhos e uma calça jeans clara totalmente manchada e bem apertada ao seu corpo, calçava um tênis de cano alto com uns detalhes interessantes, e mais uma vez eu me peguei parada perto das minhas amigas encarando aquele garoto que me chamava a atenção. Mudei minha atenção quando ouvi o nome dele sair da boca de uma das meninas, encarei seu rosto e sairia da boca de Barbara, tentei então entrar no assunto delas.

Brenda: Não sei, ele parece ter uns 18 anos.
Barbara: É, pra estar no primeiro colegial, acho que é essa idade mesmo.
Eu: Hum... eu acho que ele tem 20 anos.

          Falei e elas me encararam, olharam umas pras outras e depois começaram uma crise de risos como se eu tivesse falado alguma merda, revirei os olhos e arrumei a minha mochila nas costas, suspirei fundo e me ajeitei pra andar até Brad. Hoje eu usava uma calça mais apertada que a de ontem, uma camiseta tomara que caia que deixava quase toda as minhas costas a vista e delineava o meu corpo, prendi meu cabelo em um rabo de cavalo alto que deixasse as minhas costas pra todos verem, calçava um all star, e deixava a minha mochila em uma alça só.
          Cheguei em Brad e parei ao seu lado, ele envolveu o seu braço na minha cintura e me apertou contra o seu corpo em uma pegada e me deu um selinho demorado, sorri e ele retribuiu, continuou me abraçando enquanto conversava algo idiota com os amigos dele, me virei de lado e reparei os olhares de Zayn a mim, revirei os olhos e depositei um beijo na bochecha de Brad e sai dali indo em direção a escola, sabia que não tinha batido o sinal ainda mas eu não me importava de entrar antes, parecia que eu queria ficar sozinha e que o resto das pessoas estavam todas chatas.
          Entrei no corredor da escola, o corredor dos armários dos alunos da oitava série, eu procurava o Rick por ali, ele me devia dezessete dólares e era a hora certa pra cobrar esse dinheiro. Parei no meio do corredor quando eu o encontrei vazio, comecei a reformular a ideia do porque o Rick não estar aqui, ele sempre estava batendo card ou conversando sobre videogame com seus amigos, fiquei um pouco ali e minha atenção se redirecionou ao final do corredor aonde eu vi a silhueta de uma pessoa maior que eu, vi Zayn vir andando até a mim de uma forma agressiva. Sorri espontaneamente e olhei pra atrás de mim, tinha a porta que ia para o armário de vassouras e milhares de armários enferrujados.

Zayn: Você não pode simplesmente me deixar falando sozinho em um dia, e no outro me provocar com essas suas roupas apertadas.
Eu: O que tem de mal nisso? Você é o único que se sente mal com isso. -falei me encostando no último armário da fileira.-
Zayn: Porque eu tenho a leve sensação de que você quer me provocar?
Eu: Porque talvez seja um pouco verdade. -molhei os lábios e ele sorriu com o ato-
Zayn: Um pouco? Você não deveria fazer isso SeuNome... Você não sabe do que eu sou capaz.
Eu: Hum... bom, então... -passei a mão na gola da sua camisa e o puxei um pouco pra cima de mim- estamos quites... porque você não sabe do que eu sou capaz. -Mordi o lábio e Zayn me empurrou contra a parede e eu sorri sapeca- Só isso que você sabe fazer?
Zayn: Você deveria parar com isso.
Eu: Eu deveria parar com isso? Mas bem que você está gostando. -coloquei minhas duas mãos em seu peito e desci devagar enquanto olhava nos seus olhos sem brilho, apenas em uma cor sólida de castanho escuro, parei meus dedos na sua calça e desci mais um pouco até onde ficava seu membro e dei uma pequena apertada ele arfou e sorriu mordendo os seus lábios- Você pega mesmo todas as garotas?
Zayn: Não, eu quero uma garota. Uma simples garota, e talvez eu a tenha agora. Mas se eu não tiver, eu acho que vou surtar. -me afastei um pouco de Zayn e o encarei-
Eu: Não vem com esse papo garoto, você pegou a Louise e anda de olho em outras garotas.
Zayn: É o que você acha? Então é o que eu quero.
Eu: Você é um idiota.
Zayn: Um estúpido. -me corrigiu aproximando o rosto do meu-

          Ficamos em silêncio em alguns segundos enquanto apenas nos olhávamos, Zayn fechou os olhos quando comecei a passar minhas unhas pela sua nuca como se ele estivesse amando aquilo, um prazer sem explicação com certeza passava por Zayn, ele prendeu suas mãos na minha cintura e me abraçou como se fosse íntimos. Continuei arranhando sua nuca enquanto ele encostava seus lábios em meu pescoço me fazendo ficar com os olhos fechados também. Ele apertou seu corpo contra o meu e ficamos bem juntos, suas dedos deslizaram em minhas costas me fazendo arfar por conta do seu toque gelado, ele me empurrou com força contra o armário fazendo um barulho alto, minha mochila caiu no chão e paramos de fazer o que estávamos fazendo só pra ouvir se vinha alguém. Não apareceu ninguém, então Zayn se virou pra mim e me encarou com um sorriso maroto no rosto, colocou as mãos na minha nuca e então puxou meu rosto para perto do dele, meus olhos estavam cerrados e minha boca entre aberta esperando pelo seu movimento, ele me olhava nos olhos e era como se eu estivesse submissa a ele. E então ele colou nossos lábios, seus lábios se movimentava bem lentamente ao meu, me fazendo ficar com um grande desejo de lhe sentir cada vez mais, suas mãos passava por todo o meu corpo dando leves apertos me fazendo umedecer, meu sexo já estava ali dando sinal do que necessitava, com um simples beijo. Aquela linha de choque de eletricidade que tinha quando via Zayn agora estava em nossas bocas fazendo aquilo ser lento e prazeroso, passei minhas mãos dentro da camiseta de Zayn e arranhei se abdômen, e ele riu. Coloquei minhas mãos ao longo de sua cintura e puxei seu corpo mais pra mim e Zayn o esfregou em mim me fazendo gemer baixinho.

Eu: Para de fazer isso! -ele riu e então eu o abracei e ele retribuiu um pouco surpreso. Mordi sua orelha e ele sussurrou um palavrão. Zayn foi obrigado a se abaixar ao meu tamanho pra eu o abraçar direito, eu nunca imaginaria o abraçando dessa forma.-
Zayn: Eu tenho 19 anos. Sou muçulmano e morava na Inglaterra e minha irmã mais velha de 20 anos se mudou pro Estados Unidos pra fazer aula de dança e eu vim junto.
Eu: Mentiroso. -falei em questão a idade- Eu tenho 17 anos. Eu morava no Brasil e me mudei pra cá há um tempo, toda a minha família mora aqui menos a minha avô que faleceu quando eu tinha 10 anos.
Zayn: Sinto muito. -ele disse baixo-
Eu: Tudo bem.
Zayn: E você é de que religião?
Eu: Eu sou católica.
Zayn: Hum... então você gosta de ajoelhar pra rezar, nós fazemos isso ajoelhado e inclinado pra frente.
Eu: Eu já vi em uma séria na televisão. Uma de muçulmanos.
Zayn: Qualquer dia eu vou na igreja católica com você, tudo bem? -eu sorri-
Eu: Sem problema algum, eu adoraria.
Zayn: Aham!
Eu: Zayn? -eu o chamei-
Zayn: Hum? -eu o soltei do abraço e peguei minha mochila no chão-
Eu: Rezar não é a única coisa que eu sei fazer ajoelhada.


CONTINUA... 
Capítulo Anterior                                                                                               Próximo capítulo
18

18 comentários:

  1. Continua, pô, perfeito!!'

    -Duda Druzian

    ResponderExcluir
  2. Ameiiii kkkkkkkk.
    Continua.
    bjus, garota do Tommo | Ari

    ResponderExcluir
  3. Continuaaaa!!!!

    ResponderExcluir
  4. Uiiii q finall hein kkk
    nossa nem parece que so li 2 capitulos, pq ja estou tao envolvida com a fic que parece que ja faz tempo que leio ela kkkkkk
    Adoreii , continuaaa

    ResponderExcluir
  5. Continua pelo amr de deus! Mas ñ demora igual demorou a postar esse pf! Pq ai eu vou viajar e ñ vou ver tudo!xx Ka

    ResponderExcluir
  6. Continua Camila, tá demais !!!! Super ansiosa pelo próximo não demora muito pra postar não por favor!!! Isso me mata de curiosidade, não seja malvada com a gente por favor :)))
    Bjosss,
    Sarah xx

    ResponderExcluir
  7. Tá super divo, agora Dangerous tá na minha lista de melhores fics! Por favor continuaaaaaa! *---*
    Beijos, Fá

    ResponderExcluir
  8. Camila, quando a fic acabar, tem como vc postar todos os capítulos? Pq eu vou viajar e vou perder! Ai quando eu voltar e leio! POR FAVOR!!? xx Ka dnv kkk'

    ResponderExcluir
  9. CONTINUAAAAAA!!!!!
    ass:Thalita

    ResponderExcluir
  10. "Rezar nao é a unica coisa que eu sei fazer ajoelhada" Amei kkkkkk May

    ResponderExcluir
  11. hmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm giiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiirl continua né? por favor vai. :)

    ResponderExcluir
  12. Scrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr , mdss , continuaaaa !!!

    ResponderExcluir
  13. Continuaaa por favor *.................*

    ResponderExcluir
  14. CARALHOOÓOO Assim vai me enlouquecer . tô amando continua aew pô !
    Camila ~.~

    ResponderExcluir
  15. Olha esse povo intende, e por favor posta outro ta muito divo!!

    ResponderExcluir
  16. Ain que perfect!

    ResponderExcluir
  17. Hmmm seunome safada :P perfect

    ResponderExcluir