Five Letters - Second Letter


>>> Dias Atuais 
            Second Letter 
         Diario De Niall Horan 
10 de  Abril // 17:40
"[....]... Eu queria poder expressar todas as minhas emoções nessa simples carta, queria poder mostrar o quanto eu a amo nesse simples pedaço de papel. As horas passam, os minutos correm, os dias voas, á quanto tempo eu estou aqui ? Sinceramente não sei. Minha cabeça esta neblinada e o que eu lembro é apenas de você, você e você, isso me faz uma pessoa tão egoísta e amarga, mas uma vez na minha vida tenho que me colocar em primeiro lugar, não é ? 
 Eu vi a chuva, a neve, o ganizo, os raios de sol, tudo. Mas parece tudo a mesma coisa, um mundo frio e sem graça, onde nada faz sentido. Como eu me apeguei a você tao rápido ? o que você tinha que era tão apaixonante ? A maneira com mexia nos cabelos, e sorria para baixo ? O modo com suas bochechas ficavam vermelhas quando estava constrangida ? sua risada exagerada e suas caretas? aquele sorriso que poderia iluminar uma cidade inteiro ?A curvatura de seus lábios rosados e cheios, seu perfume, a forma como sua mão se encaixava perfeitamente na minha, como você era louca e sensata,tudo ao mesmo tempo, o dom que você tinha de me ouvir quando ninguém mais queria, a maneira como você ria das minhas piadas mesmo que fossem se graça e idiotas, a forma como nossos corpos se encaixavam, como seus lábios se encaixavam nos meus como as peças de um quebra cabeça perdido, a cor de seus olhos avelã apaixonante, que sempre que esta irritados mudavam para castalhos, o toque suave da sua pele, e os sussurros que trocávamos a noite, o modo como você me atendia de madrugada quando eu estava em turner ,passávamos horas conversando, e você fingia nem se importava. A forma como sua voz era suave e doce quando lia para mim, seus beijos doces e apaixonantes. Todas essas coisas pertencem a você, todas elas são perfeitas de uma forma tão loucamente imperfeita, elas completam você, lhe davam vida, tão lindas, você era tão linda e nem sabia disso. 
 Me desculpe se fiquei muito tempo sem escrever, a 3 dias eu não tive forças para me levantar da cama, me desculpe se minha letra esta borada, a caneta agora treme em minhas mãos, como eu sou inútil, não consigo segurar nem mesmo uma caneta. Ah, sabe o que aconteceu ontem ? Eu sai de casa,pois é, Liam me obrigou, o transito estava como sempre, paramos em uma cafeteria e ele comprou cafés para mim, mas não foi isso que marcou o meu dia.
   Eu estava andando ao lado de Liam enquanto ele tagarelava sem parar, eu usava uma capa de capuz preta, toca, óculos e tudo que era necessário para cobri meu rosto, não sei como ela me reconheceu.         Quando Liam se distraiu, eu fui ate a barraca de jornais, e la estava eu no noticiário, bem, eu e você. Minha vontade foi de queimar aqueles jornais e correr para casa, onde ninguém pudesse me ver, onde eu pudesse ficar sozinho, onde eu pudesse soluçar e agir "dramaticamente " como todos estão dizendo. Eu disparei em direção a casa e no meio do caminho esbarrei em alguém, a pessoa olhou uma fração de segundos para o meu rosto e depois me abraçou, com a matéria ainda rondando a minha cabeça e cada palavra idiota escrita ali, eu me vi chorando no ombro desse desconhecido, ele me abraçou fortemente e sussurrou : " Eu amo você, e também amava ela, desde de a primeira vez que a vi com você, ela lhe fazia sorri como ninguém, sinto muito do fundo do meu coração, eu não tive culpa, se eu pudesse concertar o erro dos outros eu faria isso, juro para você. E eu apoio todas as suas decisões, você precisa de um tempo para você, mas não se esqueça, ela ainda esta com você, ela não foi embora de verdade, você só tem que aprender a reconhece-la " então ela sumiu, não sumiu propriamente dito, mas colocou o capuz de volta a cabeça e entrou em um beco.
 Eu nao sei quem ela era, pensei na opção de ter sido você, mas isso é impossível, ou então apenas uma miragem minha, mas não, não era. E as palavras dela por um momento me deram esperança de voltar para casa e encontrar você ali, jogada no sofá jogando no tablet ou passando entediadamente os canais da TV. Mas você nao estava, e então o mundo voltou a ser frio e idiota para mim.
   De todas as dores que eu já senti na minha vida, a de perder alguém é uma das piores, se eu predesse mais alguém eu acho que não suportaria, sera que Liam vai me abandonar também ? e Zayn ? e minha mãe ? eu não tenho sido a melhor pessoa do mundo, seu nome, eu sei disso, e eu sinto muito, mas.... eu simplesmente não consigo, tenho vontade de rasgar meu peito e libertar essa sensação horrível, essa dor enlouquecedora, eu não sei o que aconteceu comigo, mas e se Liam não acreditar mais em mim ? se ele desistir de mim para sempre ? eu não sei o que aconteceria comigo, eu não quero ele perto, por que quero ficar sozinho, mas e se ele cansar, o que eu faço ? Você acabou com a minha vida de uma forma tão dramática e perfeita.
 Quando eu fechou meus olhos, posso sentir a sua respiração calma e ouvir sua voz, acho que e por isso que fiquei mais inconsciente do que consciente nos últimos dias, lembrança da minha vida voltam a tona, e eu lembro que tem pessoas la fora esperando por mim e que eu não posso decepciona-las mas... elas me decepcionaram primeiro, elas me rasgaram e me queimaram sem pensar duas vezes, apenas com palavras, malditas palavras. Eu não salvei você meu amor, eu causei sua morte. 
 E sabe o quanto eu me odeio por isso, tento vomitar o que não tem no meu estomago, suando frio logo depois de um pesadelo. Eu só quero você aqui, de novo,e eu só quero realizar todos os sonhos que planejamos, eu só preciso disso, de você, da nossa vida de volta.
                    Eu amo tanto você que doe no fundo da minha alma a sua ausência"

Ele largou a caneta em cima do papel, se hesitar se levantou do sofá e pegou o casaco, as chaves e a carteira. Abriu a porta de sua casa pela segunda vez naquele mês, cruzou o jardim as pressas e entrou em seu carro, sua cabeça latejava e as pernas tremiam, mas ele não ligou, se concentrou no caminho e deletou todo o resto de sua mente.
[....]
- Você acha que ele vai esta melhor hoje ? - Harry pergunta torcendo a barra da sua camiseta -
- Eu não sei - Liam deu os ombros - Talvez, ele fique feliz em ver você !
-E tão deprimente vê-lo assim, Liam. Sinto tanta falta do velho Niall. - resmungou Harry baixinho.
- Eu sei, Harry - Liam suspira cansado - Todos nos sentimos.
  Ele rodou a chave na fechadura, e abriu a porta. A casa estava pálida e estranhamente silenciosa, parecia uma velha casa abandonada. Tudo esta empoeirado mas no lugar, liam via o mesmo cenário todos os dias, a casa sempre estava do mesmo jeito. Colocou as chaves em um pote, e caminhou ate a cozinha. Harry examinava tudo com os olhos. Olhou as escadas, a TV desligada, o sofá ate que seus olhos caíram em cima do diário de Niall.
- O que é isso ?
- São as cartas ! - Liam respondeu o olhando por cima do ombro.
- Cartas - ele se sentou no sofá e tomou o diário em suas mãos.
- Não, Harry - Liam puxou o diário de suas mãos - E pessoal, não devemos ficar lendo as coisas dele.
  Harry suspira.                          
- Onde ele esta ? - sussurrou Harry.
- No quarto, eu acho ! 
- Eu vou la falar com ele.
   Liam assentiu. Harry devagar subiu as escadas, estava com o coração pesado a cada batida. Suspirava enquanto subia os degraus, estava tudo tão quieto que lhe causava calafrios, a casa havia perdido a simpatia, a felicidade a luminosidade. Enquanto andava pelos corredores lembranças lhe invadiam a mente, todas as vezes que correu nesses corredores, riu, andou para dar alguma noticia aos meninos, essa casa era cheia de lembranças sufocantes, Harry se sentia tão mal que não acreditava que Niall ainda estivesse vivendo ali. Abriu a porta do quarto, nada. Abriu a porta do banheiro, nada. Abriu a outra porta, e outra, e outra. Niall não estava em lugar nenhum.
- Liam - Harry grito, Liam soltou a faca que estava segurando e correu já pensando no pior.
- O que foi ? - ele disse quando encontrou Harry no meio do corredor escuro.
- Ele não estava aqui - disse Harry, os olhos esverdeados aflitos - Niall sumiu ! 
[....]
3 dias depois ...
O lugar era apertado, cheirava a bebida alcoólica, fumaça de cigarro, e xixi de cachorro. Homens gordos e tatuados jogavam sinuca em um canto, outros tentava cantar as garçonetes feiosas, Liam e Louis entraram no local sem serem ao mesmo notados, cruzaram o caminho por homens suados e fedorentos, um homem careca vomitava no chão, Louis teve que desviar de presa para não pegar em seus sapatos.
- Ele não esta aqui, Liam - disse Louis, tentado tapar o nariz para não sentir aquele cheiro insuportável - Vamos embora.
  Liam varrei o bar com os olhos castanhos, estava enjoado por conta aquele cheiro de vomito, bebidas e cigarros o que mais queria era dar o fora dali, mas seus olhos pousaram em uma cabeleira loira la longe, sentado sozinho, rodando um copinho de vidro com uma das  mãos e bebendo de uma garrafa com a outra. Liam cutuco Louis, ele seguiu seu olhar, eles se entreolharam e caminharam ate la.
- Niall ? - Louis tocou o seu ombro. O menino virou depressa com um sorriso no rosto.
- Oi amigos - ele riu - Juntem-se a mim !
- Não, Niall. Vamos ! - Liam respondeu serio, a preocupação agora se transformando em raiva.
- Ai Liam - resmungou - Por que tanta tensão ? a vida não é linda ?!
- Niall ou você se levanta dai ou eu quebro a sua cara - Louis disse entre dentes - Eu não sou paciente com Liam, não sou sua mãe e muito menos sua baba, então vamos agora antes que eu mate você aqui mesmo.
- Louis...
- O que foi, liam ? Você esta com raiva, eu estou com raiva, todos nos estamos, eu também estou triste, também estou derrotado emocionalmente mas isso é demais, você quer que eu fique com você ? como você consegue ? olha para ele, olhe para ele e me diga o que você sente, eu não suporto isso, não suporto isso.
- Ah, que isso, Louis ? Para que tanto estresse, vem beber um pouquinho comigo.
- Vai se fuder, Niall - Ele deu as costas, e saiu em passos apresados e firmes.
- Vamos, Niall - ele puxou o braço do menino loiro e o arrastou para fora do bar. Louis estava no carro, de braços cruzados e com a testa franzida de raiva, Liam não disse nada, sabia que qualquer coisa que dissesse faria Louis explodir como uma bomba atômica. Jogou Niall no banco traseiro do carro que ria, apontado para pontinhos de luz que só ele via. Liam ligou o carro, Niall fedia e não parava de rir e cantar musicas estranhas. Louis apertava as mãos ate os nos dos dedos ficarem brancos, só reachava quando Niall calava a boca por um, dois minutos e então voltava a rir e cantar, e Louis voltava a apertar as mãos. 
  Niall estava em um bar do outro lado da cidade, do outro lado da sua casa, foram dias para acha-lo, a policia e os meninos estavam fazendo de tudo para encontra-lo, não é atoa que Louis esteja tão irritado. 
   Quando Liam estava chegando em casa, os risos de Niall se transformaram em soluços e ele começou a chorar, chorar alto como uma criança, soluçando. É efeito da bebida, é efeito da bebida. Liam repetia para si mesmo.
   Louis saltou do carro e foi para sua casa sem disser mais nada. Liam puxou Niall para dentro de casa. Ele parou de chorar quando chegaram a seu quarto, também não estava mais rindo. Estava novamente silencioso e deprimente. Liam o jogou no chuveiro, depois o levou para cama, quando estava pondo sua calças, Niall riu melancolicamente e disse :
- Como eu sou patético. Olha só para mim, sou um homem adulto que precisa de alguém para por as próprias calças. Eu sou um lixo.
- Niall...
- O ser humano é um ser tão burro. Acho que ate uma anta pensa mais do a gente, como somos patéticos. Nos apegamos a pessoas, ficamos dependente delas, como isso é patético. Como eu sou uma grande piada.
- Niall...
- Não, Liam. Eu sou um idiota. Olhe só para mim, estou derrotado, destruído ,por causa de uma garota ? minha vida acabou por causa de um amor ? isso não é a coisa mais estupida que você já ouviu ? Ela me deixou, se foi e nem se importou se eu ia ou não ficar bem, e eu idiota simplesmente me apeguei a ela ao ponto de não poder mais ter uma vida, como eu sou patético.
- Niall, ela não deixou você, a culpa não foi dela.
- Você tem razão ! a culpa foram das pessoas, que alem de patéticas, são burras e incheridas, acham a sua felicidade e  simplesmente a destroem, elas pisam em você, e assim que somos ! Não nos importamos com os outros, fingimos ser bons, fingimos ser felizes, fingimos sorrisos e elogios, sou tão estúpidos, falsos e mediques ! Ninguém e feliz de verdade, você diz que é, mas não! sempre, sempre vai ter alguém que vai pisar na sua felicidade. Sociedade, seus pai, ou um inimigo qualquer e sempre assim. Esse é o verdadeiro inferno.
- Niall, você esta bêbado, okay ? pare com isso ! 
- .... E você, Liam ? Por que ainda não me abandonou ? eu sou uma vergonha ! as pessoas riem de mim. Por que você ainda não foi embora ? Eu não o culparia se você fosse, eu sou tão patético, eu sou um idiota, olhe só para mim, que desgraça eu sou, sou uma fralde, a primeira coisinha já me derruba e sabe o que é mais idiota ? eu vou ficar assim para sempre, sempre me lamentado e me perguntando " por que ? " " por que " Vou ser sempre esse idiota sentimental, que amou uma pessoa com toda a sua vida, que foi feliz por um segundo e então " bunf " tudo se foi, tudo desapareceu. Então vai Liam,você não precisa cuidar de mim, você não é minha mãe e muito menos minha baba, você tem uma vida, desista de mim. Louis e os outros já desistiram, eu não ligo. Sou mais um ser humano patético que não consegue superar uma perda. Vai. Vai embora ! você merece um amigo melhor, uma vida melhor. Vai embora com os outros foram.
 Liam se levantou da cama e caminhou ate a porta. Por um momento tudo indicava que ele iria sair e nunca mais voltar, mas ele se virou com a mão no interruptor e disse :
- Não, Niall. Eu não vou ! Sabe por que ? Por que amigos não abandonam outros amigos. Boa noite ! 
                                                    Ele apagou as luzes e fechou a porta. 


18

18 comentários:

  1. Mari Tunisse20/05/2014 00:11

    Dózinho do Niall :( e Liaaaam seu liamdo *-*
    ~ to amando a Fic ~
    Continua <3

    ResponderExcluir
  2. Não tô entendendo a fic. Cadê a SeuNome? Ela morreu? Ela foi embora? O que aconteceu? Tô sem entender nada. Alguém me explica por favor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só ler o Piloto. A s/n morre, a historia vivida e apresentada ali é 10 meses antes dessa tragedia acontecer. No meio da fic, a Ana coloca cartas escritas por Niall nos dias atuais para expressar os seus sentimentos de como ele esta vivendo sem ela.
      XxAna
      P.S. É triste, eu sei.

      Excluir
    2. Ai obrigada! Não tava entendendo nada.

      Excluir
  3. Chorando um rio.
    Realmente, a historia seria mais linda, amorosa, frufru e etc se ela nao tivesse morrido.
    Nao precisava matar ela, mas mesmo isso acontecendo a historia nao deixa de ser linda, amorosa e frufru (nao um frufru gay, por favor).
    É perfeita essa fic, realmente. Nos faz sonhar alto ( só sonhar. Ta dificil pra todo mundo), e lamentar pelos capitulos nao postados. Nos faz amar voce por ter criado algo tao perfeito quando ao mesmo tempo conseguimos te odiar por ter matado todo esse perfeito existente do amor entre os dois.
    Mesmo esse amor nao indo mais para frente.
    XxAna
    P. S. Continuamos te amando
    P.S.S. Melhor ainda se voce ressussitar ela.
    P.S.S.S. Fica a dica.

    ResponderExcluir
  4. Aiaia ta perfeito :'(
    voce me fez chorar, como uma fic pode ser tao perfeita ?
    Continua logo, e rapido, por que nao aguento mais espera :(
    Ta perfeito <3 coitadinho do Nini
    Continia viu :*
    XxBruna

    ResponderExcluir
  5. Ahh ta perfeito !! continua pf!!

    ResponderExcluir
  6. Tá Perfeitaaaa! Poxxxa não precisava matar a s/n a coitada podia viver :'( A fic não tem mais o que melhorar ela atingiu um nível máximo de perfeição. Mas acho que ela não devia ter morrido, o Niall não podia sofrer tanto assim, a fic podi ser feliz :) não triste :'( acaba a graça da fic.
    P.S: Vai ficar muito extranho se ela reviver. Bjoks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. P.S.S. Estranho vai ser a marca roxa do meu soco no rosto dela se ela nao reviver a s/n
      Brincks, te amo
      XxAna

      Excluir
  7. LINDAMENTE PERFEITO!

    ResponderExcluir
  8. Continua!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. A quanto tempo eu ñ choro por causa de uma fanfic? Muito tempo! e simplesmente vc chega e me faz chorar com esse cap perfeito!!!! Liam é mt divo!! Quando ele falou a última frase eu chorei !!!! ta divo por favor continue logo.. Bjinhos <3

    ResponderExcluir
  10. Aaaaaaaaaaaah continuaaaa por favor <3 ta perfeito :3

    ResponderExcluir
  11. Olha me fazer chorar com essa perfeição é muito pra mim!

    ResponderExcluir
  12. definitivamente me fe chorar e se vc conseguiu isso vc é foda ...parabéns a fic ta maravilhosa continua rapido pq eu n curto esperar >.< ta mto perfeito por favor se puder continuar eu agradeço pq eu amoo essa fic >.<
    ~Lenah

    ResponderExcluir
  13. Aaaah continua please *-*
    Ta muito perfeito <3
    Voce escreve muito bem, vou surtar se voce nao continuar logo <333
    XxLia

    ResponderExcluir
  14. Cara quase chorei com a carta que o Nini escreveu, tadinho, e o Liam é um fofo né, sempre ajudando, continua, quero chorar kk

    xoxo Duda

    ResponderExcluir
  15. Caraio, caraio, e caraio .. Tem como essa fanfic ficar mais tudo? Serio esse capitulo foi arrasador, to morta ft. Enterrada, fiquei bolada por eu ter morrido rzrz mais faz parte ne? Meu nini .. Coitado tão triste .. Mais uma coisa .. Eu queria saber como vc me matou .. To bugada .. Kk ta tudo liamdo parfect .. É tão difícil achar uma fanfic boa no nini, e olha so achei uma lacradora hehehe .. N sou mt de comentar mais to acompanhando sua fic e todas as outras do blog e ate agora a sua foi a mais td então continue assim. Alguém já te disse q vc poderia escrever um livro? Kk falei de mais to indo xau bjs .. Thays xx

    ResponderExcluir