Our Destiny - Capítulo três. / 3ª Temporada.

Capítulo três – Mais um dia.
Acredite no que é certo, Malik! 
SeuNome P.O.V’s 

  Cheguei no hospital e a Samantha não estava na recepção, não vi a Rachel em nenhum lugar, só as mesmas enfermeiras de sempre, não fiz questão de cumprimentá-las e nem tinha porque, não queria amizade aqui, caminhei em direção ao elevador e pra minha alegria ele estava vazio. Cerca de dois minutos depois eu já estava de frente pra sala de Harry, respirei fundo e olhei em volta as mulheres olhavam pra mim, eu queria muito saber o porquê disso, o porque desses olhares, Harry nem era tudo isso. Avistei Rebecca no fundo do corredor, conversando com uma paciente e antes que ela se virasse e pudesse me ver abri a porta e entrei no consultório de Harry, ele estava no meu campo de visão, olhando pro chão e com a mão na cintura, assim que o mesmo me viu entrar fez um sinal para que eu me aproximasse, deixei minha bolsa em cima de uma das mesas e me aproximei de Harry, notando todas as suas coisas espalhadas no chão, tudo que tinha em cima e dentro da sua mesa estava jogado no chão, espalhados e espatifados. Encarei Harry e tremi quando recebi um olhar nervoso.

Harry: Você levou todas as minhas recordações, não sobrou nada. – apontou pro chão. Fiquei em silêncio – Olha isso, não tem nada que me faz lembrar dos meus amigos.
Eu: Você tem que esquecer o passado.
image
Harry: Você esqueceu?
Eu: Sim. – dei ombros e caminhei até as coisas me abaixando e separando as coisas que não estavam quebradas, logo senti Harry se aproximar.
Harry: Encontrei o Zayn, ontem. – permaneci em silêncio – Ele está diferente, acredita que tentou agarrar a Rebecca?
Eu: Não!
Harry: O quê?
Eu: Não acredito, o Zayn não faria isso, ela não faz o tipo dele, e nem é gostosa o suficiente.
Harry: E o que é gostosa o suficiente pra você?
Eu: Pra mim? – o olhei – Se eu fosse lésbica a última pessoa que eu ficaria seria a Rebecca. Mas pro Zayn ser gostosa é ter um pouco de bunda e peitos médios, a Rebecca não tem, só a barriga lisinha, toda mulher consegue ver o bojo que ela está usando.
Harry: Não quero conversar sobre isso.
Eu: Então não converse. – ignorei e peguei suas coisas colocando em cima da mesa aos poucos.
Harry: Não precisa ficar pegando isso.
Eu: Ah vai se foder, Styles. Você está me irritando sabia? Vai atrás da sua namorada, ou fazer alguma coisa que preste só pare de encher o meu saco.
Harry: Escuta. – ele se aproximou numa velocidade que eu me surpreendi, me levantou me prendendo contra a parede, gemi de dor pelo impacto e o vi respirar ofegante. – Eu quero ficar com você, eu estou com a Rebecca porque não conseguiria emprego aqui e em lugar nenhum com a reputação que tenho, eu fui preso por agressão quem vai querer trabalhar comigo? A Rebecca é filha do dono do hospital.
Eu: E você a seduziu para conseguir esse emprego.
Harry: Olha, eu posso estar com ela mas é você que eu quero, eu quero você pro resto da minha vida, eu não imaginei que você apareceria na minha vida, mas agora que está eu quero te pedir uma chance.
Eu: Você quer que eu seja a outra?
image
Harry: Você nunca vai ser a outra, você sempre será a primeira e única, a menina que bateu a minha porta, envergonhada e curiosa. Eu sempre gostei de você, e não quero que você seja a outra-
Eu: Mas quer que nós fiquemos escondidos.
Harry: Presta atenção, eu só quero que a gente viva isso por um tempo sem que ninguém saiba. Até eu conseguir um emprego em outro lugar e eu terminar com essa menina.
Eu: Harry, e por enquanto eu fico vendo ela beijar e agarrar você aqui?
Harry: Por favor, será só por um tempo, eu já estou para fazer uma prova em um hospital próximo daqui, enquanto isso nós podemos nos juntar, você pode ir morar na minha casa, eu vou dormir todas as noites ao seu lado.
Eu: Me solta. – pedi e ele me soltou – Se eu aceitar, você vai ter que parar de transar com ela. – falei ríspida e passei por Harry.
Harry: Mas e se ela desconfiar?
Eu: Isso é um não? – ele ficou quieto e não respondeu. – Certo, eu vou ver se tem alguns pacientes pra você hoje, se não tiver vou pra minha casa, você não se importa não é?
image
Harry: SeuNome eu-
Eu: Não é? – ele me olhou assustado.
Harry: Tudo bem. – respirou fundo e abaixou a cabeça – Sabia que você era fraca.

  Qual é, eu não sou um animal de estimação pra ficar brincando com esses adultos idiotas e fingir que tudo está bem, ir ao seu encontro quando me chamar, e ir embora quando me dispensar, eu poderia amar Harry de todas as formas possíveis por mais que eu tenha tentado esquecê-lo, quando se ama pela primeira vez é impossível esquecê-lo, a menos que eu me afastasse para o mais longe possível, mas isso não aconteceria, e eu não deixaria que Harry me fizesse sofrer com seus joguinhos infantis, ele a beijaria na minha frente, mas eu sou capaz de provocá-lo de todas as formas possíveis, porque eu sou a sombra mais escura de uma pessoa má, e percebi isso quando estava com Benjamim, pronta para ficar no seu time, percebi isso quando papai me deu uma bolsa cheia de dinheiro e mandou eu escondê-la, percebi isso quando entrei no avião e não senti saudades dos meus pais, percebi que eu sou mais do mal do que o bem em meu corpo, sou aquilo que você não quer ver, e aquilo que o Harry não vai querer desafiar, ele entrou no meu caminho e ninguém que entra no meu caminho me chama de fraca e sai como vencedor, eu sou a pedra no sapato que Harry não vai querer ter e se ele quer jogar, nós vamos jogar, me desafie, que eu desafio você Harry Styles.

  Saí da sala de Harry e não consultei se haveria outra paciente, eu não me importava, Harry não me demitiria nem se quisesse, ele é fraco e humilde demais para fazer isso, do jeito que o conheço era bem capaz de me encobrir se alguém perguntasse sobre mim, além de que Rebecca adoraria saber que a sala do seu namorado está vazio.
  Cerca de vinte e cinco minutos depois entrei aonde sempre vinha, as vezes passava mais do que imaginava sentada apenas olhando em volta e falando sozinha, gostava de onde ficava, era o meu porto seguro, era aonde eu poderia alcançar respostas que ninguém me diria, eu precisava realmente estar ali sempre, visitar a pessoa que esteve do meu lado por um período curto mas tornou tudo bem simples para todos em seu caminho, a pessoa que eu sentia tanta falta, eu precisava vê-la, conversar com ela e ter algum tipo resposta.
  Quando virei um caminho de pedra, o mesmo de sempre, ergui a cabeça e olhei a procura do que me fazia descansar e me surpreendi quando vi que tinha mais uma pessoa ali, uma pessoa conhecida, cabelos escuros e compridos quase no ombro como de Styles, continuava magro e agora parecia estar um pouco mais, usava uma calça apertada preta e uma bota da mesma cor, a blusa vinho que eu o vi deixar com ela por muito tempo enquanto estudávamos, os braços cruzados e os olhos fixos na lápide, me aproximei bem devagar, os meus tênis não faziam tanto barulho, mas, mesmo assim, ele me ouviu quando me aproximei, sorri bem fracamente e ajeitei a bolsa na minha cintura, olhei em volta, ainda estava cedo, não era nem mesmo meio dia, sabia que Zayn vinha aqui todos os dias desde os quatro anos visitar ela, onze horas da manhã, o coveiro uma vez havia me dito que além de mim um garoto moreno a vinha visitar todos os dias, e que um garoto de cabelos compridos e levemente cacheados fez o mesmo a um tempo atrás, além de que uma vez ele chegou a dizer que uma menina de cabelos vermelhos a veio visitar também, porém somente uma vez, já o rapaz moreno vinha todos os dias, ficava cerca de três horas parado apenas pensando e observando o lugar, trazia lhe flores e as vezes um livro, sentava de frente pra lápide e lia alguns poemas. Nenhuma das minhas conversas com o coveiro incluía um garotinho na história, o que significava que Zayn nunca quis trazer seu filho para visitá-la, mas talvez tinha suas razões, eu não faria também, mas aposto que Harry faria e contaria histórias sobre a mãe do garotinho e o faria rir com as melhores coisas que ela já tivera feito.

Eu: Oi! – aproximei-me dele e observei seu rosto, estava bem magro, mas os olhos agora tinha um brilho que anos atrás não tinha. – Que saudade, não o vejo a quatro anos. – curvei meu corpo contra o de Zayn que me abraçou fracamente. Ele suspirou forçando um sorriso.
image
Zayn: Soube que você vem visitá-la.
Eu: Sinto falta, venho conversar. – ri pelo nariz.
Zayn: Roubaram um livro e umas flores que eu deixei ontem. – ele comentou assim, deu ombros e me olhou com um sorriso divertido, franzi o cenho e Zayn deu ombros novamente. – Ladrões.
Eu: Ué, como assim, roubaram?
Zayn: Eu não sei, o coveiro disse que antes do livro sumir entraram dois garotos de quinze anos e logo depois uma menina dos cabelos negros e ela passou pela lápide mas ele deu certeza que não foi ela, já os garotos passaram pelo portão correndo e rindo.
Eu: Isso é estranho. Sabe quem são os garotos? Talvez seja Cameron e Taylor.
Zayn: Não sei quem são, não há câmeras, mas acho que entendo o porquê disse tudo. Acho que é um aviso.
Eu: Um aviso? Um  aviso pra quê?
Zayn: Para eu parar de vir, sabe? Deixar de sair da minha casa todos os dias e vir aqui, olhar a lápide, falar com o nada, ler poesias para ninguém, prometer coisas que não aconteceram. As coisas nunca dão certo, não tenho que sofrer por isso, deveria seguir a minha vida e deixar o passado pra trás, obvio que eu nunca esquecerei dela, Caleb é completamente ela em todos os sentidos, mas eu tenho que aceitar o fato de que ela não está mais aqui.
Eu: Você acha que eu deveria fazer o mesmo? Estive pensando hoje em mudar o meu comportamento, mudar algumas coisas na minha vida.
image
Zayn: Acredite, isso é bom, saia para tomar um sorvete na segunda-feira, e na terça no mesmo horário vá assistir a um filme, saía da rotina diária e em vez de tomar café, come a sua comida favorita, macarronada, burritos, faça do seu costumeiro dia, um dia diferente. Sabe o que a Camila faria se o dia dela fosse ter que vir todos os dias visitar uma lápide? Ela faria uma fogueira hoje, e amanhã ela montaria uma rede nas árvores e leria Harry Potter para ninguém ouvir, e depois de amanhã ela traria um som e dançaria para ninguém ver, cada dia ela faria diferente, porque o comum é chato e cansativo. Uma coisa que eu aprendi é que você pode passar anos sendo chato e carrancudo, sério e comum e morrer sem nenhuma história pra lembrar no seu último momento, ou você pode se divertir, tornar o seu dia o favorito naquele momento, explorar suas melhores fantasias e no último minuto da sua vida se recordar de que tudo valeu a pena e que foi divertido e rebelde, quebre as regras e mostre ao mundo que você não se importa com nada. – Zayn sorria animado, fechou os olhos por longos minutos e curvou o pescoço pra cima eu estava extasiada e não me movi até Zayn me olhar novamente longos segundos depois. – Não é um adeus a quem você era, é somente um recomeço. Seja quem você quer ser.
Eu: Estou orgulhosa. – sorri e abracei Zayn pela cintura apoiando minha cabeça em seu peito.
Zayn: Eu sempre tive vontade de falar isso de alguma maneira mas nunca tive as palavras certas, estou realmente bem agora.
Eu: Isso é ótimo, porque você me inspirou bastante.
Zayn: Ela deve estar feliz agora.
Eu: Se pudesse dizer algo, diria que nós demoramos muito tempo para fazer isso. – Zayn gargalhou, seu coração começou a bater bem devagar o olhei sem deixar de abraçá-lo.
Zayn: Nunca vou esquecê-la, mesmo que encontre outro alguém.
Eu: Eu nunca esquecerei o Harry, mesmo que encontre outro alguém, mas sabe, estou prestes a mudar todos os meus sentimentos.
Zayn: E o que quer fazer?
Eu: Quero começar com tendo você e seu filho perto de mim, eu me afastei por três anos, parece uma década, eu mal sei aonde estão os outros, acabou as aulas e eu fui embora.
Zayn: Eu fugi também, soube que Liam está aqui em Londres, Niall está na França, Cameron e Taylor em shopping ou coisa do tipo, que Louis e Ally vão se casar semana que vem e que Harry é o seu patrão. – ele riu pelo nariz e eu me afastei o olhando. – Eu sei de tudo, não precisa perguntar, ele mesmo me contou, enfim, podemos ir comer alguma coisa e você poderia me contar mais sobre o que aconteceu durante esse tempo.
Eu: Seria ótimo. – Zayn sorriu e colocou o braço em volta do meu pescoço – Faz um bom tempo que não me alimento bem. – Zayn deu um beijo estalado na minha testa e virou para a lápide.
Zayn: Vamos comer dois hambúrgueres por você, Cams. Não fique com inveja. – riu pelo nariz – Eu te amo.
Eu: Nós te amamos. – corrigi Zayn que me olhou assustado. Continuamos andando em direção a saída do cemitério, silenciosos e pensativos.


  Entrei no carro de Zayn e o banco de trás estava uma enorme bagunça, Zayn contou que havia uma menina que limpava as vezes o carro para ele, mas ele não tinha a mínima vontade de fazer, tinha a casa inteira que ele limpava, contou que não morava mais com a sua mãe, mas ela e as suas irmãs costumavam o visitar razoavelmente e as vezes Patricia ia até a casa de Zayn sequestrar Caleb para ficarem um tempo, juntos, enquanto Zayn estava trabalhando, professor de Inglês, logo uma matéria que Zayn nunca foi bom o suficiente para isso.
  Estávamos na estrada a um bom tempo, Zayn olhava para mim as vezes e conversava animado, ele parecia feliz, comecei a observar seu carro, no painel tinha uma foto dele e da Camila e pendurado no espelho tinha uma foto dele e de Caleb, um crucifixo e um colar do baile de natal que teve na escola, eu não fui, fugi antes disso. Não imaginei que Zayn tinha ido, ele não teria par e não entendi o porque de ter ido, mas deveria ter algum motivo não iria sem um.

Zayn: Nós estamos chegando, vim com Caleb nesse lugar semana passada e ele adorou o sanduíche de atum.
Eu: Ele gosta de peixe?
Zayn: Ele ama, minha irmã o acostumou mau. – comentou e parou o carro devagar, mas não era no restaurante e sim no sinal, algumas pessoas começaram a atravessar.
Eu: Zayn? – ele me olhou – Aquela menina está olhando pra você? – a menina olhava pra Zayn enquanto atravessava, ele acenou pra ela, sacana, e a menina riu toda animadinha fazendo com que eu e Zayn rissemos também, o sinal abriu e Zayn acelerou o carro, eu o olhei rapidamente e de soslaio e me assustei quando vi que vinha um carro em sua direção. – ZAYN FREIA.

  E foi quando senti uma dor forte no peito, fechei os olhos com força e senti tudo girando, Zayn gritou pra que eu me abaixasse senti alguém me agarrar com força, o alguém era Zayn, obvio, um barulho muito forte fez a minha cabeça doer, e meu corpo chocou contra vários lugares até que senti uma dor bem forte na minha cabeça e não senti mais nada, eu estava lá mas tudo parecia ter paralisado, escutei a minha respiração por longos minutos e tentei abrir meus olhos mas eu estava presa na escuridão.

Continua.... 
<< Capítulo Anterior                                                                Próximo Capítulo >>


-----------------------------------------------------------
Oiiiiiiiiiii Genteeee, mais um capítulo e BUMMMMMMMM 
Um acidente porque pra mim ter que ter acidente. 
Mas o que será que vai acontecer agora? 
Então né sem spoilerssss >< 
Olha, ceis me desculpem pela falta de gifs, a minha internet continua uma BOSTA e ai fica complicado encontrar gifs com essa lerdeza toda, eu vou começar a preparar o capítulo quatro agora e ir procurando gifs com toda a paciencia do mundo pra tentar postar amanhã. 
Perdoem-me e odeiem a minha internet e o meu irmão por usar a internet em duzentos celulares. 
Enfiiiim, espero que gostem desse capítulo. O proximo cap em breveee 
Beijooooooooos
18

18 comentários:

  1. Omg k Continua xoxo isabel

    ResponderExcluir
  2. Continuaaa to achando q seu nome vai perde a memoria ...zayn tem q fica bem camila nao vai mssm ressucita ?....continua ta esplendido bjs

    ResponderExcluir
  3. CAMILAAAAAA NA PROXIMA FIC A SEUNOME PODE SER A NINA DOB

    ResponderExcluir
  4. Mari Tunisse02/12/2014 13:37

    Puuuuuuutzzzzz Vei, agora que eu MORRO!
    CONTINUAAAA <3

    ResponderExcluir
  5. To com um mal pressentimento :(.
    COOOOOINTINUA DIVAAAAA *-* ♥

    ResponderExcluir
  6. MDS MDS MDS MDS MDS MDS MDS MDS
    COntinua loogoo mulher,ai pq logo esse acidente em ?! aff não gosti kkk
    continua por favor bjs

    ResponderExcluir
  7. Continua o cap esta perfeito como sempre .... Acho que seu nome vai perde a memoria e Harry vai cuidar dela..
    Não pelo amor de deus Nada pode acontecer com ZAYN .....Pelo visto Camila não vai ressuscita ?
    bjs continua por favor

    ResponderExcluir
  8. CONTINAAA ta pftttt <33

    ResponderExcluir
  9. Ah claro que tinha que ter um acidente,sempre tem que acontecer essas tragédias né...
    Está muito maravilhoso haha
    Continua logo Xxo

    ResponderExcluir
  10. g-zuis, o que isso povo? to tendo sérios problemas de iludição ( sei nem se essa palavra existe kkkk) achando que a (Seu Nome) vai ter um rolo com o Zayn, samina é besta bswbhd, enquanto o reuri tá com aquela vagaba,ela tá aí sozinha. enquanto está com uma companhia,a delicia do Zayn,mano se eu fosse esse animal, já teria atacado ele e ainda falaria " Zayn me possua delicia" iria ser muito engra se o Harry falasse pro zain que a (Seu Nome) é a garota dele e que o Zayn tá tentando roubar a garota dele de novo e ela falasse que náo era a garota dele e que nunca foi, bicho, a treta ia ser grande hheheduf deixa eu parar de me iludir aqui flw flw, gatan? eu já falei que te amo hoje? não né? pois bem, eu TE AMO SUA DIVA AMOR DA MINHA VIDA,ME LEVA PRA TUA CAMA SUA GOSTOSA ,VAMOS BRINCAR DE CINQUENTA TONS DE CINZA, ME POSSUI, GATA, SE VOCÊ FOSSE PONTO DE ÔNIBUS EU TE PEGAVA TODO DIA, tá parei com o meu momento lésbico, bom, eu to com fome, então fica por aqui, se não os pandas da minha barriga vão me devorar. bye bye minha borboleta purpurinada meu bambi, coelinho saltitante e minha marida, Te amo vida :p xx Fernanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ulha, sabe o que eu esqueci? que coisa tosca kkkkkkkkk, se falar que o capitulo tá PERFEITO como sempre e falar pra você continuar, continuaaa vida, agora tchau msm dbhuhduhs, até o proximo capitulo

      Excluir
    2. ulha, sabe o que eu esqueci? que coisa tosca kkkkkkkkk, de falar que o capitulo tá PERFEITO como sempre e falar pra você continuar, continuaaa vida, agora tchau msm dbhuhduhs, até o proximo capitulo

      Excluir
  11. NINGUÉM SAI, MEU ÓCULOS!
    GEENTIIIIIII QUE CAP FOI ESSE? CAMS PELOAMORDI NÉ, CONTINUA LOGO

    ResponderExcluir
  12. bea a divax do whats03/12/2014 01:25

    Fic sem acidente não tem graça kkkk continua Cams <3

    ResponderExcluir
  13. Mas genteeee que coisa eu ate cheguei a pensar que i rolar alguma cois com o zayn e a sn caravlho, um acidente *0* sera a seunome vi perder memoria?????????? Caraca se ela perder mesmo a memoria tomara que ela seja pior com o Harry (sou um leitora mal kkkkkkkkk kk k k ) cara velho ta muito perfeito mesmo tudo, to querendo continuação para amanha kkkk ta tudo muito legal, mas por que voce tinha que acabar o capitulo na hora do acidente??? Kkkkkk momento de emoção e curiosidade tambem hhaha. Voce escreve super bem, espero e estou muito anciosa para a continuação e espero que chegue rapido tambem kkkkkk - Ashiley xx

    ResponderExcluir
  14. Resumo esses três capítulos em apenas uma palavra (se for possível ashuashuash) : Divastico (essa palavra existe? ) aahuashuashu bom espero ansiosamente o próximo capitulo .. xx thays

    ResponderExcluir
  15. To achando aqui que Harry vai ter que salvar a vida dos dois, ela vai perder a memoria e com isso Harry se aproximara mais dela, ja q ela nao lembra de nd mesmo, ou naao ? Ele vao ser um cavaleiro kkk seria legal se os dois zayn e SeuNome tivesse um romance ....


    A CAMILA MORREU MESMO ? Zayn nao pode ficar com ninguem =/ . Xoxo Marina! ;3

    ResponderExcluir
  16. Uaaaaau, um acidente??! Aaai senhor, esse capitulo ta muito fodaaaaa. Mas eu to com medo do que pode ter acontecido com eles nesse acidente :0

    ResponderExcluir