Irish Angel - Capítulo trinta e um.

"Quem deixou a porta aberta? Droga Jasmine."
SeuNome P.O.V's

        Eu a encarei confusa, minhas mãos tremia e a ver novamente me trazia um certo desconforto, ela estava mais magra e os seus olhos estavam fundos, eu estava aterrorizada, minha cabeça começou a latejar e eu estava confusa, encarei a minha tia enquanto ela soltava um sorriso sarcástico pra mim, senti um calafrio da cabeça aos pés e me apoiei em um caixa que tinha ao meu lado, eu ainda não estava bem, era muito confusa ver ela na minha frente, a pessoa que eu eternamente me distanciei agora, na minha frente. 
        Realmente me deixava chocada e ao mesmo tempo maluca. Meus olhos correram de seus pés a sua cabeça, ela continha hematomas pelo corpo, mas parecia aceitar o fato de sair por ai assim, seus cabelos estavam ressecados e sua pele bem mais oleosa, seus olhos claros estavam atentos nos meus, enquanto minha respiração se fundia cada vez mais.

Eu: Tia? -falei com indignação.
Marcela: Ué, Rachel costuma me ajudar na padaria.
Eu: O quê? Desde quando?
Marcela: Desde que ela foi para o julgamento e então a liberaram para não ficar na prisão mas em troca ela teria que dar ajuda a domicílios.
Eu: Tá, e o outro? -Perguntava de Carter.
Rachel: Meu irmão permaneceu na cadeia, cumprirá 5 anos. Já se passaram 3. -Engoli a seco. E caminhei até a caixa de tortas.-
Eu: Então né, vamos começar que daqui a pouco eu tenho que ir pra casa.
Marcela: Porquê tem? Você não precisa fazer lição...
Eu: Vou em uma festa com a Jasmine. Uma festa na casa de uma amiga dela. -Minha tia me olhou e rolou os olhos, logo fez um bico de desaprovação e então eu virei de costas.
Rachel: Legal ver você SeuNome. -me virei a encarando, já estávamos sozinhas.-
Eu: Vai, me conta... Porque você mandou aquela mensagem para mim. -Era a pessoa mais próxima de Carter, se não era Carter me mandando aquelas mensagens, era ela.-
Rachel: O quê? Como assim?
Eu: Como assim? -imitei ela a zombando- Não venha com essas palavras pra mim, eu sei que foi você que me mandou uma mensagem e com uma maldita foto que você tirou minha e de um amigo meu andando.-
Rachel: Não SeuNome, é a primeira vez que te vejo hoje... -ela me olhava confusa- E não tenho seu número.
Eu: E então quem foi que me mandou essa mensagem. -mostrei pra ela- Por acaso foi o gasparzinho? Ah por favor Rachel para com esses seus joguinhos, me conte a verdade logo de uma vez.
Rachel: Entenda SeuNome... -ela deu um passo a frente e eu me afastei- Eu não vou mais perder meu tempo com você. Estamos entendidas? -Seus olhos estavam fixos no meu, e ela estava séria.- Estamos entendidas SeuNome? -assenti balançando a cabeça e ela saiu de perto de mim indo para a parte de frente da loja-

        Suspirei pesado e ignorei o que tinha acabado de acontecer, me virei e comecei a abrir as caixas, eu não tava afim de fazer aquilo sozinha, tinha algo atormentando a minha cabeça e por mais que eu não ligasse aquilo estava me enchendo o saco. Todas as duvidas, curiosidades, vontade de sair por ai mandando todo mundo tomar no cu e viver a minha vida do jeito que eu quiser.
[…]
        Olhei no relógio que tinha na parede e eram seis e doze, normalmente as festas aqui começavam as sete ou oito horas, algo que eu tentava me lembrar era que horas que seria a festa da amiga da Jasmine. Terminei de colocar o resto das coisas na geladeira e empurrei a porta devagar, olhei em volta e Rachel trabalhava no balcão, é, ela não me ajudou a guardar as coisas. Tinha algumas pessoas ali, e umas pessoas da escola. Joana, não!

Eu: Ah, você... -esbravejei deixando escapar todo o meu desanimo assim que a vi.-
Joana: Oi SeuNome, o menino gatinho não está com você?
Eu: Ai, cala a boca, cala a boca, cala a boca. -disse repetidamente e rápido o suficiente para infiltrar em minha cabeça.- Eu não quero te ouvir, não quero.
Joana: Eu não quero te ouvir, não quero. -Ela fez uma Ecolalia da minha voz.-
Eu: Tia eu vou pra casa, terminei de arrumar as coisas lá dentro. Tenho que ir naquele lugar com a Jasmine.
Marcela: O Zayn vai?
Eu: Já decorou o nome dele.
Joana: Lindo daquele jeito.
Eu: Inferno. -reclamei- Tchau tia. -ela me encarava séria, aff eu não queria ficar mais naquele lugar, certas coisas me irritam.-
Marcela: Espera. -ela disse e se abaixou mexendo em alguma coisa- Pega esse dinheiro e compra algo pra você usar hoje. -ri pelo nariz-
Eu: Tia, é só uma festinha.
Marcela: Mas leva. -inclinei meu corpo por cima da cadeira que tinha ali e me apoiei para pegar o dinheiro, mas escutei a campainha da porta tocando o que foi suficiente para eu perder toda a minha concentração e olhar pra porta, e então a cadeira deslizar debaixo do meu corpo me fazendo então cair no chão.-
Eu: Droga. -todos ali já riam de mim, levantei rapidamente e peguei o dinheiro que a minha tia segurava, olhei para o garoto que tinha entrado, ele me olhava sério, e os seus olhos estavam um pouco arregalados. Olhei em volta e todo mundo me olhava com um pequeno sorriso no rosto, bufei e passei pelo menino batendo meu braço no dele e logo empurrei a porta saindo.- Essas merdas só acontecem comigo. Incrível como tenho a audácia de cair na frente das pessoas. -Falei para mim mesmo enquanto andava com as mãos balançando de um lado pro outro ao lado do meu corpo.-

[…]

        Cheguei em casa e empurrei a porta que por mais que seja estranho, ela estava encostada, olhei em volta e o Zayn dormia em cima do sofá com metade do seu corpo em cima e sua cabeça e seus ombros no chão, tirei meu chinelo e amarrei meu cabelo em um coque, já estava soando. Liguei o ventilador de teto, caminhei até a cozinha e peguei uma garrafa de suco e coloquei em cima da mesa, procurava por um copo quando ouvi uma respiração atrás de mim, me virei e dei de cara com a Jasmine, com um vestido azul-escuro cheio de flores, o cabelo de lado e um pequeno sapato de salto preto, seu rosto estava bem decorado. Um batom vermelho da cor das rosas do vestido, e uma sombra castanha como seus olhos.

Eu: Viu um tutorial de maquiagem na internet?
Jasmine: Porque eu não posso fazer nada sozinha?
Eu: Tira essa maquiagem, você só tem 14 anos.
Jasmine: A partir do momento que eu abro as pernas para um homem introduzir o órgão genital dele dentro de mim, me torno uma mulher. -Peguei o copo de suco e fiz uma expressão surpresa e me calei diante a idiota da minha irmã- Vamos, agora acorda o Zayn pra gente ir.
Eu: Acorda você. -Da aqui.-

        Ela pegou o copo da minha mão e derrubou todo o suco na pia, eu estava confusa e curiosa, ou ela era idiota ou ela estava querendo me irritar, ela encheu o copo de água e virou andando até a sala, tomando cuidado com o barulho que seu sapato fazia, e então eu a vi virar o copo de uma vez no Zayn, todo o liquido que continha naquele pequeno vidro foi todo no rosto do menino, fazendo ele tomar um susto e se jogar no chão enquanto estapeava o rosto apavorado. Não contive o riso nenhum um segundo, fui obrigada a me segurar em algo para não me jogar no chão de tanta dor que eu sentia no estômago por rir tanto.

Zayn: Droga, vocês são malucas? -ele já estava em pé olhando para a Jasmine que disfarçava o riso.-
Eu: Foi a Jasmine. -disse eu, parando de rir aos poucos.-
Zayn: Cara, eu quase tive um infarto.
Jasmine: Mas foi engraçado.
Zayn: Engraçado vai ser quando eu te dar vários tapas menina, vem aqui. -ele pulou por cima do sofá para bater nela. E ela começou a correr pra perto de mim.-
Eu: Não, não... vamos parar. -Zayn parou na minha frente enquanto Jasmine estava atrás de mim.-
Zayn: Agora quer parar né?
Jasmine: Ah é, a gente tem a festa pra ir.
Zayn: Eu já tomei banho, aliás, vocês já me deram banho. -Comecei a rir e o Zayn tirou a camisa e jogou em cima do sofá.-
Eu: Tira dali, tira agora Zayn, tá molhado. TIRA. -gritei e ele começou a rir e tirou a camiseta de lá e jogou no chão.-
Zayn: Quem vai tomar banho primeiro? -ele perguntou me olhando e nós ficamos alguns segundos se olhando e então eu comecei a correr e ele veio atrás, subi as escadas e entrei no banheiro do corredor e ele riu- Tem um banheiro lá em baixo mesmo. -Disse depois que eu fechei a porta e gargalhei-

[…]

        Terminei de tomar banho e sai antes do que queria, até porque o Zayn e a Jasmine batiam na minha porta de cinco em cinco segundos para eu sair logo, e isso me irrita. Abri a porta do banheiro e dei de cara com os dois em pé, um do lado do outro. Zayn usava uma camisa listrada que parecia ser mais do Liam do que dele, e uma calça jeans escura e um Nike de cano alto branco.

Eu: Sinto lhe dizer que você ainda está com o rosto inchado de sono. -Comentei enquanto andava até meu quarto-
Zayn: Melhor eu nem ir.
Eu: Melhor ir sim. -ele riu enquanto eu entrava no meu quarto, caminhei até meu guarda-roupa e peguei um vestido que eu não usava a um tempo, o vesti e procurei por uma sandália, não achei uma que ficasse legal, calcei a merda de um tênis e encarei o Zayn que estava encostado na porta.- Que foi?
Zayn: Niall tem sorte. -gargalhei e passei por ele arrumando meu cabelo-
Jasmine: Vamos logo.
Eu: Calma princesinha. -desci as escadas e encontrei a porta aberta.- Ai Meu Deus, a porta tá aberta.
Jasmine: Jura? Ninguém viu? -Olhei para o quintal e quem eu procurava não estava lá como da ultima vez-
Eu: O Bob, o bob tá na rua, o bob saiu.
Zayn: Quem diabos é bob?
Eu: Meu cachorro Zayn. -arregalei meus olhos e passei pela porta e abrindo o portão com rapidez e indo para a rua.- BOB? -comecei a chamá-lo mas nada- Droga, quem foi o infeliz que deixou a porta aberta?
Jasmine: Ah, eu fui pegar a minha bolsa no carro do Zayn.
Eu: NÃO FAZ MAIS ISSO DROGA? NÃO DEIXA A PORTA ABERTA, VOCÊ SABE COMO É AQUELE CACHORRO.
Jasmine: NA HORA QUE VOCÊ CHEGOU ELE TAVA LÁ ATRÁS.
Eu: Tava, eu fui beber o suco e o vi lá brincando com uma bola.
Jasmine: Droga SeuNome.
Eu: DROGA SEUNOME? -gritei indignada- DROGA JASMINE? Fiquem aqui, eu já volto.

        Comecei a correr em direção que eu sabia que ele ia sempre que estava no Cio, e ele estava no Cio, eu amava aquele cachorro ele era tudo pra mim, ele sentia quando eu estava triste, ele brincava comigo quando ele via que eu estava depressiva, e quando eu chegava em casa da escola e a porta de trás tava aberta ele vinha correndo pra brincar comigo, mas agora mudou, ele ficou um pouco distante de mim com essa viagem, nem parece me reconhecer mas eu ainda gosto dele, por todas as lembranças que temos juntos como dois amigos.
        Continuei correndo, virei uma rua e comecei a andar devagar, quando notei que tinha vários cachorros juntos eu sabia que ele deveria estar, ali, procurava-o em um ponto fixo, afinal ele deveria ser o único branco com os belos todos falhados por conta das 15 vacinas que ele teve que tomar a um tempo atrás o que foi espalhado por todo o seu corpo, fazendo seus pelos brancos falharem. Encontrei-o do outro lado da rua tentando por vez subir em cima de uma cadela bem maior que ele, revirei os olhos e comecei a rir. 
        Chamei-o umas duas vezes e o máximo que ele fez foi me olhar e voltar a tentar cruzar com aquela cadelinha preta e vira-lata. Sorri para ele e fui atravessar a rua quando uma luz branca tomou conta da minha visão um barulho alto que se repetia inúmeras vezes fazendo então notar que era barulho de buzina, meus pés permaneciam no chão, e agora eu me sentia parada olhando para luz branca como se tudo em minha volta havia congelado. Escutei o freio do carro e então meu coração bateu mais forte ainda quando notei que estava perto demais.  

Continua

<<< Capítulo Anterior                                                     Próximo Capítulo >>>


Oi liamdas. Voltei. Eu demorei um pouco pra postar porque eu tava tendo uns problemas, esse ano não é o melhor ano para mim, vive acontecendo coisas demais. Mas enfim, vocês querer a fic baseada em NERD? Se quiserem eu vou começar a escrever em breve e assim que terminar Irish Angel eu faço essa NERD. E também já tenho ideia pra fic do Zayn que vem depois. Enfim, espero que gostem desse capítulo. Tá acabando eu acho. Vai ser algo simples :)x Acaba em breve. É isso ai. Té mais.
16

16 comentários:

  1. Contiuaaaa Cams!
    Xx: Duda Druzian

    ResponderExcluir
  2. EEEEEEEEEEEEI! CAMS! EU QUERO O QUE TE TORNA LINDA :(

    ResponderExcluir
  3. Ta perfeita *--* To louca pra saber como vai acabar, mas também não quero que acabe shuashua

    ResponderExcluir
  4. Aiii meu deeeus!!! Ta muuito perfeitaaa eu necessito dessa fic porfavor posta logo kkk

    ResponderExcluir
  5. CONTINUA FLOR POR FAVOR!

    ResponderExcluir
  6. aiai eu quero muito essa fic baseada em NERD cara foi muito show a long imagina a fc entaun bjos e continua quando vc puder tah
    by:Duda

    ResponderExcluir
  7. ameeeei *___* perc-fect
    Please continuaaaa
    que pena que ela ja vai acabar:,(

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. continuuaa lindaa !!! ta perfeito *-*

    ResponderExcluir
  10. Continuaaa pfvvvv

    ResponderExcluir
  11. Vai acabar msm? Posha ta tão prefeitos :(

    ResponderExcluir
  12. Continua logooooo pf te imploro te suplício que ponha logo o capítulo 32

    ResponderExcluir
  13. Continua por favor

    ResponderExcluir
  14. E o que te torna linda 2.0???

    ResponderExcluir